11/26/2007

E VIVA A ECOLOGIA!!!

Oi!!!

Bom, quem acompanha o blog ou já deu uma olhada nos arquivos do blog sabe que, desde Dezembro do ano passado, eu tenho linkado aqui sites de utilidade pública. Geralmente eu deixo pra fazer esses links no fim do mês, exatamente pra que eles fiquem mais visíveis quando a pessoa abre a página daquele mês.
Os sites desse tipo que eu já linkei aqui são:

Fundação Síndrome de Down (em Dezembro)
Renctas (em Janeiro)
A Alternativa (em Fevereiro)
Instituto WCF Brasil (em Março)
Fumantes Anônimos (em Maio)
Nova Aliança Taxi (em Junho)
Casa de Ramana (em Junho)
SBS (em Agosto)
SPLEB (em Agosto)
IBDD (em Setembro)
Teleton (em Outubro)

A maioria dessas instituições, como vocês sabem, são associações beneficentes. E como 99% das associações desse tipo, elas precisam de ajuda sempre ou quase sempre. Não necessariamente ajuda de dinheiro, mas em alguns casos de doação de material ou mesmo de trabalho voluntário.
Então, pra quem quiser e puder ajudar, vale a pena dar uma passada por lá.
E esse mês eu vou deixar aqui o link do site do projeto Amazônia Para Sempre. Pra quem não conhece, é um movimento que a Christiane Torloni tá dirigindo pela defesa da Amazônia contra o desmatamento relâmpago que ela tá sofrendo. Lá vocês vão encontrar mais informações.

http://www.amazoniaparasempre.com.br/

You guys can click on the link above to go to Amazônia Para Sempre site. The 1st page is in Portuguese, but there’s an English version there.

Uds pueden clicar sobre el link arriba para ir al sitio de Amazônia Para Sempre. La primera página está en Portugués, pero hay una versión en Español allá.

Bom, pra terminar o mês, vamos dar uma olhada num dos principais políticos finlandeses e que tem a ver com a questão do Amazônia Para Sempre, pois, desde adolescente, ele já teve à frente também de vários projetos ecológicos: o Oras Tynkkynen.

Topi Oras Kalevi Tynkkynen nasceu em Keski-Suomen, em 1977.
Com 14 anos, ele começou a participar de manifestações ecológicas. E nunca mais parou.
Simplificando o nome pra Oras Tynkkynen, ele foi um dos fundadores da filial finlandesa da Amigos da Terra. E chegaria a ser o vice-presidente dela no futuro (em 1996, 1997 e 2004).
Hoje ele é um ativista ambiental e membro do Vihreä Liito, um partido político-ecológico da Finlândia.
O Oras fez o Curso Universitário de Jornalismo e Comunicação de Massa da Tampereen Yliopisto. E ele é membro do Conselho de Tampere, cidade onde fica essa universidade.
Ele foi o 1º homossexual assumido a fazer parte do Parlamento da Finlândia.
O Oras chegou lá como sucessor da parlamentar Satu Hassi, que deixou o cargo dela lá em 2004. E agora, em 2007, o Oras foi eleito pra continuar no cargo.
Ele é o conselheiro principal do Primeiro Ministro Matti Vanhanen.
No tempo livre, ele gosta de fazer exercícios, ouvir música, ler e viajar.

Oggi parleremo di un politico finlandese che da adolescente è presente in molti gruppi ecologici: Oras Tynkkynen.
Lui è nato nel Keski-Suomen, nel 1977. Il suo nome completo è Topi Oras Kalevi Tynkkynen.
Quando aveva 14 anni, lui è stato un membro di un gruppo ecologico per la prima volta. E questa sarebbe la sua via per sempre.
Passando il suo nome alla forma più semplice di Oras Tynkkynen, lui è stato uno dei fondatori del gruppo degli Amici della Terra nella Finlandia. E sarebbe il suo vicepresidente nel futuro (1996, 1997 e 2004).
Lui fa parte del Vihreä Liito.
Oras ha avuto il corso di Giornalismo e Comunicazione in Massa della Tampereen Yliopisto. Ed è un membro del Consiglio Municipale di Tampere, la città dove resta questa università.
Lui è stato il primo omosessuale (almeno il primo pubblicamente omosessuale) ad essere un membro del Parlamento della Finlandia.
Oras ci è arrivato come successore di Satu Hassi, nel 2004. E nel 2007, Oras è stato eletto per esserci.
Lui è il principale consigliere del Primo Ministro Matti Vanhanen.
Quando non sta lavorando, a Oras piace fare esercizi, ascoltare musica, leggere e viaggiare.


Gente, agora acho que vou passar uns dias fora da rede. É que essa é a minha semana de provas na faculdade. Mas devo voltar essa semana ainda. Até porque no Sábado vem a enquete nova e as respostas das perguntas que vocês me fizeram na enquete desse mês, né?rsrsrs E eu respondi tudo mesmo! Vocês vão ver!
Até lá!

11/25/2007

O PRÍNCIPE MAJOR

Oi!!!

Bom início de semana!
Como a maioria de vocês devem ter visto, no mês passado a gente falou aqui sobre o Príncipe Frederik, da Dinamarca. Então, hoje vamos dar uma olhada no irmão mais novo dele, o Príncipe (e major) Joachim Glücksburg.

O Príncipe Joachim Holgen Waldemar Christian Glücksburg nasceu em 07 de Junho de 1969.
Ele é o filho mais novo da Rainha Margrethe II e do Príncipe-consorte Henrik, da Dinamarca.
O Joachim nasceu só 13 meses depois do Frederik. E por ser mais novo, ele era o 2º herdeiro direto do Trono da Dinamarca.
De 1974 a 1976, o Joachim estudou como aluno particular no Palácio de Amalienborg. Depois disso, ele estudou na Krebs Skole, em Copenhague, até 1982. No ano seguinte, ele foi pra França, onde estudou na École des Roches.
Em 1987, ele se tornou um guarda do Regimento Pessoal da Rainha. No ano seguinte, ele foi promovido a sargento. E no seguinte, a tenente, ganhando o comando de um pelotão e de um esquadrão de tanques.
Em 1990, o Joachim recebeu o título de primeiro-tenente. E 2 anos depois, ele foi promovido a capitão.
Em 1993, ele se formou em Economia Agrária, pela Den Classenske Agerbrugskole Naesgaard.
Em Novembro de 1995, o Joachim se casou com a executiva Alexandra Christina Manley. O casamento foi no Palácio de Frederiksborg.
Em Agosto de 1999, nasceu o 1º filho deles, o Príncipe Nikolai. E em Julho de 2002, veio o 2º filho deles, o Príncipe Felix.
Em Setembro de 2004, o Joachim e a Alexandra anunciaram em público que tavam se separando. E oficializaram o divórcio em Abril de 2005. Assim, por não ser mais casada com um príncipe, a Alexandra perdeu o título de “princesa”. Mas, oficialmente, ela continua fazendo parte da Família Real da Dinamarca, com o título de “Condessa de Frederiksborg”.
Ainda em 2005, o Joachim foi promovido a major. E em Agosto ele começou a ser visto com a Marie Cavallier, dando início às fofocas de que eles tavam juntos...
Bom, 2 meses depois, com o nascimento do Príncipe Christian (o filho mais velho do Frederik), o Joachim, passou a ser o 3º herdeiro direto do trono. E agora em Abril de 2007, com o nascimento da Princesa Isabella (a 2ª filha do Frederik), o Joachim passou a ser o 4º herdeiro direto do trono. Em outras palavras, já se pode dizer até com certeza absoluta que ele nunca vai ser rei. E também, ele nem tá interessado, né?rs Até porque isso dá a ele o direito de levar uma vida mais comum.
Bom, só agora em Outubro, há 1 mês atrás, o Joachim e a Marie assumiram em público que tão juntos. E vão se casar em Maio do ano que vem.
Além de Dinamarquês, o Joachim também fala Alemão, Francês e Inglês.
Dentro do possível, ele leva uma vida das mais comuns. Gosta de se encontrar com os amigos e de passear com os filhos.Atualmente, o Joachim mora no Palácio de Schackenborg.


E pra terminar, vamos lembrar que, além de ter príncipes muito interessantes, a Dinamarca foi o 1º país do Mundo a legalizar a união civil entre pessoas do mesmo sexo, em 1989.

Buona settimana!
Come avete già visto, abbiamo parlato nel mese scorso del Principe Federico di Danimarca. Così, oggi parleremo un po’ di suo fratello, il Principe (e maggior) Joachim Glücksburg.
Lui è nato nel 7 Giugno del 1969, col lungo nome di Joachim Holgen Waldemar Christian Glücksburg.
Lui è il figlio più giovane della Regina Margherita II e del Principe consorte Henrik, di Danimarca.
Joachim è nato soltanto 13 mesi dopo Federico. E come il secondo figlio della regina, lui era il secondo erede del trono.
Dal 1974 al 1976, Joachim ha studiato come alunno privato nel Palazzo Amalienborg. Dopo questo, lui studierebbe nella Krebs Skole, a Copenaghen al 1982. E nel 1983, studierebbe nell’École des Roches, in Francia.


En 1987, Joaquín entró para el Regimiento Personal de la Reina (su madre). Después de 1 año, era ya un sargento. Y después de más 1 año, un teniente, con un pelotón y un escuadrón de tanques.
El sería primer teniente en 1990. Y capitán en 1992.
En 1993, Joaquín tuvo su graduación en Economía Agraria por la Den Classenske Agerbrugskole Naesgaard.
En 1995, él se casó con Alexandra Christina Manley.
Su primer hijo, Nikolai, nació en Agosto de 1999. Y su segundo hijo, Felix, en Julio de 2002. Los 2 son príncipes, como el padre.
En Septiembre de 2004, Joaquín y Alexandra dijeron en público que estaban para divorciarse. Y fue lo que hubo en Abril de 2005. Así, Alexandra dejó de ser una princesa. Pero continua a ser un miembro de la Familia Real de Dinamarca hasta hoy, como Condesa de Frederiksborg.


In 2005, Joachim was appointed a major. And from next August he would often be seen with Marie Cavallier...
Well, 2 months later, Prince Christian (Prince Frederik’s 1st child) was born. And in April 2007, Princess Isabella (Frederik’s 2nd child) was born. It’s made Joachim the 4th in line to the Danish Throne (the 1st is Frederik, his older brother). So, we can say it’s impossible for him being the King of Denmar one day. And of course he himself doesn’t want that. In this way, he can have a normal life.
Last October, Joachim and Marie said in public they’re together. And they’ll get married next May.
Joachim speaks Dansk, English, French and German.
He tries to have a very common life. He likes meeting his friends and staying with his sons.
Nowadays, Joachim lives at Schackenborg Manor.
Well, to finish, let me remind you Denmark isn’t only a country with handsome princes, but also the 1st country in the World which legalized same-sex unions, in 1989.


Até mais!

11/23/2007

UM HERÓI GAY

Oi!!!
Hoje a gente vai dar uma olhada num dos principais nomes da História da Conquista dos Direitos GLBT na África: o ativista sul-africano Zackie Achmat.

Adburazzack Achmat nasceu em Western Cape, em 1962.
Ele nasceu numa comunidade coloured, como são chamados os que têm antepassados negros e brancos.
Em 1976, com 14 anos, o Adburazzack incendiou a escola dele durante a Insurreição de Soweto, pra forçar os colegas a boicotar as aulas, em protesto contra o regime etnocêntrico. E aí ele foi preso até 1980.
Depois disso, sendo mulato e gay assumido, ele virou um ativista pelo reconhecimento dos direitos dos gays e dos negros, ficando conhecido publicamente como Zackie Achmat. Mas foi contaminado pelo HIV.
É preciso lembrar que até as informações sobre a transmissão da AIDS ainda eram bem deficientes em toda a África há não muitos anos atrás. Imaginem os métodos de prevenção!
Em 1990, o Zackie fundou a National Coalition for Gay and Lesbian Equality, que oficializou a proteção pra gays e lésbicas na Constituição da África do Sul.
Em 1998, ele fundou a TAC (Treatment Action Campaign), uma organização cultural de prevenção contra a AIDS e contra o etnocentrismo. No início, a TAC pretendia só defender os tratamentos de HIV pra pessoas que não tinham condições financeiras. Mas depois se ligou à saúde pública em geral.
Em 2001, o Zackie ganhou o Prêmio Desmond de Saúde Global e Direitos Humanos.
Em 2003, ele declarou em público que não tomaria mais nenhum medicamento do tratamento contra o HIV enquanto o setor público não tivesse aceso a esses medicamentos também.
Diante do comportamento dele, o próprio presidente, o Nelson Mandela, foi à casa do Zackie pedir a ele que continuasse o tratamento. Mas o Zackie insistiu na decisão dele.
Diante do posicionamento dele, o governo decidiu colocar a medicação disponível no setor público, já que ele deixou claro que continuaria com o próprio tratamento assim que o governo fizesse isso.No mesmo ano, o Zackie ganhou o Prêmio Jonathan Mann e o Prêmio Nelson Mandela por Saúde e Direitos Humanos.


No ano seguinte, ele também foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz.
Até hoje, o Zackie é o Presidente da TAC (que ainda é o maior grupo anti-AIDS da África do Sul). Ele também foi o diretor da AIDS LAW Project, que hoje é dirigida pelo Mark Heywood, mas que realiza vários trabalhos conjuntos com a TAC.
Foi, em grande parte, graças aos atos do Zackie que, em Dezembro do ano passado, foi legalizada a união civil entre pessoas do mesmo sexo na África do Sul.

Oggi parleremo un po’ di uno dei principali nomi della Storia dei Diritti LGBT nell’Africa: il sudafricano Zackie Achmat.
Lui è nato in Western Cape, nel 1962, come Adburazzack Achmat.
Nel 1976, quando avevi 14 anni, lui ha dato fuoco alla scuola dove studiava, quando c’è stata l’Insurrezione di Soweto, per fare i suoi colleghi ad essere contro le classi, dovuto al governo etnocentrista. E per questo sarebbe stato in arresto fino al 1980.
Dopo questo, per essere coloured (bianco e nero) e gay, lui diventerebbe un attivista dei diritti degli omosessuali e dei neri. E sarebbe conosciuto come Zackie Achmat. Ma avrebbe AIDS.
C’è bisogno di ricordare che pochi anni fa non si sapeva bene nemmeno cos’era AIDS nell’Africa.


En 1990, Zackie fundó la National Coalition for Gay and Lesbian Equality, haciendo oficial la protección de gays y lesbianas en la Constituición de África del Sur.
En 1998, él fundó la TAC (Treatment Action Campaign), una organización cultural de prevenció contra el SIDA y el etnocentrismo.
En 2001, Zackie tuvo el Premio Desmond de Salud Global y Derechos Humanos.
En 2003, él dijo en público que no continuaría con su tratamiento contra el SIDA mientras ese tratamiento también no fuera utilizado en el sector público.
Por eso, Nelson Mandela fue a la casa de Zackie pedirle para no hacerlo. Pero Zackie mantuvo su decisión.
Por cuenta de eso, el Gobierno hizo el tratamiento disponible en el sector público.


In 2003, Zackie won the Jonathan Mann Award for Global Health and Human Rights and the Nelson Mandela Award Health and Human Rights.
The next year, he was nominated for the Nobel Peace Prize.
Zackie’s been the President of TAC (still the greatest anti-HIV group of South Africa) since 1998. And he was also the director of the AIDS LAW Project. Nowadays this one is Mark Heywood. But TAC and the AIDS LAW Project usually work together.
Basically thank Zackie and everything he’s done for LGBT people in South Africa, this country has had the same sex civil union since last December.


Bom fim de semana e até mais!

11/21/2007

SANCHO VII 1157?-1234

Oi!!!

Hoje a gente vai dar uma olhada em mais um personagem histórico: o Rei Sancho VII, de Navarra.
Na verdade, não se sabe muito sobre a vida desse personagem histórico. Mas vamos dar uma olhada nas informações mais confiáveis sobre ele que chegaram até os dias de hoje.
O dia, o mês e o próprio local onde o Sancho nasceu são desconhecidos. Quanto ao ano, alguns historiadores dizem que ele nasceu em 1157, outros, que foi em 1170.
Ele era filho do Rei Sancho VI, de Navarra, e da Rainha-consorte Sancha.
As únicas irmãs do Príncipe Sancho que parecem ter chegado à vida adulta foram as princesas Berenguela e Blanca.
Algumas crônicas mencionam vários filhos que ele teve com mulheres plebéias durante a adolescência.
Quando o Sancho chegou à fase adulta, ele se tornou um dos príncipes mais altos de que se tem notícia, com 2, 23m de altura!Em algum momento entre os anos de 1180 e 1190, ele conheceu o Príncipe Richard, da Inglaterra. E alguns historiadores afirmam que eles se tornaram amantes a partir daí. Mas em 1189, o Richard usurpou o trono do pai dele, se tornando o novo Rei da Inglaterra.

Pouco depois, o papa começou a organizar a III Cruzada contra a Palestina. E pra isso convocou todos os governantes católicos romanos pra irem ou mandarem representantes na cruzada. E assim foi feito.
A viagem pra Palestina foi marcada pelo comportamento tradicional dos católicos romanos: destruir tudo aquilo de não-católico romano que fosse encontrado pelo caminho. Inclusive o que fosse de outros segmentos do Cristianismo, como o Catolicismo Ortodoxo.
Assim, quando passavam por uma cidade ou aldeia que encontravam pelo caminho, esses “santos” católicos romanos matavam todos os homens, estupravam todas as mulheres e crianças, roubavam todos os mantimentos que podiam e incendiavam o que deixavam pra trás. Essa foi a “pregação do Catolicismo Romano” no Oriente durante toda a Idade Média. E muita da miséria que existe naquela região até hoje é tão somente o resultado dos atos que a Igreja Católica Romana cometeu lá naquela época com as Cruzadas.
Mas enfim: em 1991, a Berenguela se casou com o Richard I.
Depois disso, transformados em cunhados, o Sancho e o Richard ficaram mais próximos ainda. Mesmo depois do fim da III Cruzada.
Com a morte do pai, em 27 de Junho de 1194, o Sancho teve que deixar o amante e voltar pra Navarra. E aí passou a ocupar o trono, sendo coroado em 15 de Agosto com o título de “Sua Majestade Católica, o Rei Sancho VII, de Navarra”.
Em 1195, ele se casou com uma fidalga chamada Constance, filha do Conde de Toulouse.
Em Julho do mesmo ano, foi travada a Batalha de Alarcos, quando o Rei de Castilla tava lutando contra inimigos dele e pretendia receber apoio de Navarra. O Sancho VII realmente apoiou ele na luta, mas não a tempo de impedir a derrota dele.
A partir daí, os 2 reis começaram a se estranhar. E o Sancho VII, por motivos não muito claros, destruiu as cidades de Almazán e Soria, que pertenciam ao Rei de Castilla. Depois disso, eles assinaram um tratado de paz. Mas isso foi só o início de uma série de desentendimentos que o Sancho VII teria daí pra frente com governantes vizinhos.
Em 1200, ele conseguiu uma anulação pro casamento com a Constance. E aí ele se casou com uma mulher que não se sabe direito quem era. Alguns historiadores dizem que essa 2ª esposa dele era uma filha do Imperador do Sacro Império Romano Germânico. Outros dizem que era uma filha do Emir do Marrocos.
O fato é que nenhum dos 2 casamentos do Sancho VII parece ter produzido filhos. Pelo menos, que tenham sido registrados. E isso deixava o Trono de Navarra sem herdeiros diretos.
Por volta de 1230, ele desenvolveu uma infecção crônica na perna. Aparentemente, gangrena. E vendo que já tava pra morrer, ele reconheceu o sobrinho dele, o Teobaldo, filho da Blanca, como herdeiro do trono.
O Sancho VII morreu em 07 de Abril de 1234, com 64 ou 77 anos de idade e quase completando 40 anos no trono.
Bom, como dá pra ver, o que a gente sabe sobre esse rei na verdade são cacos de informação muito superficiais, né? Tem muitos biógrafos dele que dizem que ele fez isso, aquilo e aquilo outro. Mas aí são muito mais suposições do que fatos comprovados.E não existem nem sequer pinturas ou esculturas dele que tenham sido feitas enquanto ele era vivo. Essa imagem dele tá no vitral de uma igreja de Roncesvalles.


Hoy hablaremos un poco del Rey Sancho VII de Navarra.
En verdad, se sabe muy poco de la vida de ese personaje histórico. Pero vamos a ver algunas de las pocas informaciones más seguras que tenemos de él.
El día, el mes y el lugar donde Sancho nació son desconocidos. El año puede ser 1557 ó 1170, segundo diferentes historiadores.
El era hijo del Rey Sancho VI de Navarra y de la Reina consorte Sancha.
Se piensa que sus 2 únicas hermanas sobrevivientes hasta la vida adulta eran las princesas Berenguela y Blanca.
Hay quien dice que Sancho tuvo muchos hijos con mujeres desconocidas cuando él era todavía un adolecente.
En su vida adulta, es dicho por algunos biógrafos suyos que él se quedó un hombre muy alto, con 2, 23 m.
En algun momento entre los años de 1180 y 1190, él conoció el Príncipe Ricardo, de Inglaterra. Y se piensa que ellos fueron amantes. Pero Ricardo usurpó el Trono de Inglaterra, pasando a ser el nuevo rey, en 1189.


In the end of the 12th century, the Roman Catholic Church started the Third Crusade. And started calling the roman catholic rulers to be there or send representatives to be there.
While the roman catholics were going to Palestine, they did their usual roman catholic acts: destroying everything which wasn’t roman catholic. Even other christians.
If they found a small village, they killed all the men, raped all the women and children and put fire in the village when the left it.
Those regions are so poor to now basically because of what the roman catholics did there with their Crusades.
Anyway, Berengaria, Prince Sacho’s sister, married Richard I of England in 1991. And after that, as brothers-in-law, Sancho and Richard continued the love affair they were already having for some years. Even after the Third Crusade.
King Sancho VI of Navarre died on June 27th, in 1194. And Prince Sancho, as his oldest son, had to leave his lover Richard and go back to Navarre as its new king. Then, he became King Sancho VII of Navarre.


Nel 1995, Sancho VII ha sposato Constanza, figlia del Conte di Tolosa.
Nel Luglio dello stesso anno, c’è stata la Battaglia di Alarcos, quando il Re di Castiglia lottava contro i suoi nemici ed allora voleva Navarra insieme a lui. Ma Sacho VII è arrivato in ritardo.
Dopo questo, lui ed il Re di Castiglia sono diventati nemici. E veramente lui diventerebbe nemico di molti altri governanti vicini.
Il matrimonio di Sancho VII e Constanza è finito nel 1200. E dopo questo, lui ha sposato una donna che non si sa chiaramente chi era.
Comunque sia, le sue 2 mogli non gli hanno dato nessun figlio, almeno che sia conosciuto per noi oggi.
Più o meno nel 1230, Sancho VII ha avuto un tipo di gangrena nella sua zampa, vedendo che sarebbe morto tra poco. E per questo, ha riconosciuto Teobaldo, figlio di sua sorella Bianca, come erede del trono.
Sancho VII è morto nel 7 Aprile del 1234, quando avevi 64 o 77 di età e quasi 40 anni come Re di Navarra.
Troppo poco è veramente saputo della sua vita.
Non c’è nessun quadro o statua suoi fatti quando lui era ancora vivo. Ma voi potete vedere sopra una vetrata di una chiesa di Roncesvalles che lo simbolegge.
Até mais!

11/19/2007

SLASHER MOVIES, O TERROR ADOLESCENTE

Um grupo de jovens ficam presos num lugar de difícil acesso, onde não podem receber ajuda imediata. Nesse mesmo lugar, algum tempo antes, aconteceu uma desgraça. E também nesse mesmo lugar, eles encontram um maníaco que vai matando 1 por 1 do grupo, até que só restam 2 sobreviventes: o rapaz e a moça mais bonzinhos do grupo. Mas ele consegue matar o rapaz. E quando vai pra cima da moça... ela dá um jeito de matar ele no último instante e se salvar.

Se você já assistiu uns 3 filmes de terror do início dos anos 80, posso afirmar com certeza que, em pelo menos 1 deles, você já viu uma história com esse roteiro.
É que, naquela época, tava na moda um subgênero de filmes de terror chamado slasher movies, que aqui no Brasil seria apelidado de ‘terror adolescente’. E todos seguiam o roteiro que eu descrevi acima. No máximo com algumas pequenas alterações.
Os personagens do grupo de jovens eram os mais previsíveis possíveis: o rapaz bonzinho, a moça boazinha, o rapaz brigão, a moça tarada, alguém que fazia o estilo ‘ninguém me ama, ninguém me quer’...
O vilão também era sempre igual: louco, deformado, anormalmente forte e pronto pra matar qualquer pessoa que encontrasse pela frente.
A seqüência em que o monstro matava as vítimas também era quase sempre a mesma: os que morriam primeiro eram o brigão e a tarada; e quem sobrevivia no final era a boazinha. Aliás, esse final foi tão incansavelmente repetido em tantos filmes que essa personagem que sobrevivia foi apelidada nos Estados Unidos de ‘final girl’.
O motivo da produção em massa desses filmes era simples: o baixo (e às vezes baixíssimo) custo. Não vamos esquecer que o elenco era sempre pequeno, 99% desse elenco (ou mais rs) era sempre composto de atores desconhecidos e os efeitos especiais raramente passavam do ‘mais ou menos’. E esse acabou sendo o estilo que se fixou naquela época pro Cinema de Terror.
Aliás, na História do Cinema, esse foi o último grande suspiro do Cinema de Terror, né? Conforme os anos 90 foram se aproximando, esses filmes foram saindo da moda até que se tornaram tão pouco comuns quanto são ainda hoje.
O ano principal dos slasher movies foi 1981. Foi aí que mais filmes desse tipo foram gravados e/ou lançados nos Estados Unidos. Fica meio difícil saber exatamente quantos, mas foram entre 30 e 40 filmes naquele ano (lembrando que até o meio da década de 80 a quantidade só diminui um pouquinho a cada ano).
Bom, vamos lembrar aqui de um dos mais conhecidos desses filmes e que foi gravado e lançado nos Estados Unidos nesse aterrorizante (rs) ano de 1981: The Funhouse.
Esse filme foi inspirado num livro de terror com o mesmo título, do Dean Koontz.

A tradução aqui no Brasil seria “O Trem-Fantasma”, né? Mas o subtítulo usado nesse filme era “Pay To Get In. Pray To Get Out!”. E na tradução brasileira, esse subtítulo foi aproveitado como o próprio título do filme: Pague Para Entrar... Reze Para Sair!
O que é mais sinistro nesse filme é que a história se passa de madrugada num parque de diversões fechado. À 1ª vista, pode até não parecer, mas se vocês prestarem atenção, vão ver como esse cenário, mesmo na vida real, é assustador: silêncio absoluto, nenhuma pessoa à vista, todos aqueles brinquedos parados e mantendo formas de todos os tamanhos possíveis no meio da escuridão... É um bom cenário prum filme de terror, né?rsO monstro (chamado Gunther Straker) também é considerado um dos mais assustadores de todos os filmes dos anos 80.


Mas, de acordo com a maioria dos críticos, ele é um personagem que dá mais pena do que medo no público: além de ter nascido demente e monstruosamente deformado, o cara era super maltratado pelo pai, que via ele como a coisa mais escrota do Mundo (bom, ele era quase isso mesmo, né?rs) e obrigava ele a usar uma fantasia de frankenstein o tempo todo pra esconder a aparência desfigurada.
Talvez o problema principal desse filme é que a ação só acontece do meio pro fim. Antes disso, é basicamente só blábláblá. E também todas as características de um slasher movie que eu descrevi aí em cima, né?rs
Bom, pra quem não viu esse filme, vou deixar o link pro trailer dele no YouTube.

http://br.youtube.com/watch?v=JFnXOi1Ngbs

E pra quem ficou curioso em conhecer a história, vou deixar o plot também:

PLOT→ Uma garota chamada Amy (a boazinha) combina com o namorado Buzz (o bonzinho) e os amigos Liz (a tarada) e Richie (o brigão, apesar de que esse não era tão brigão assim) de ir a um parque de diversões que tá passando pela cidade dela. Mas isso é escondida dos pais, que proibiram ela de ir lá... É que coisas estranhas sempre tinham acontecido nos lugares por onde esse parque tinha passado. Na última cidade onde ele teve, 2 garotas que tinham ido uma noite lá foram assassinadas por alguém (ou alguma coisa) que despedaçou os cadáveres delas de tal forma que só foi possível reconhecer elas através de um exame de arcada dentária! Mesmo assim, a Amy vai lá, com o Buzz, a Liz e o Richie. E lá chegando, eles resolvem passar a noite escondidos no trem-fantasma do parque. Um homem alto, usando uma máscara de frankenstein, silenciosamente empurra os carrinhos pra dentro do trem-fantasma. E depois de empurrar os carrinhos dos 4, não percebe que eles saem vazios de lá... Algumas horas depois do parque fechar, reunidos dentro do trem-fantasma, os 4 olham por buracos no chão e vêem uma cena inusitada no andar de baixo: o tal homem com a máscara paga à vidente do parque pra masturbar ele. Só que ele goza antes do tempo e se mostra insatisfeito, mas a vidente se recusa a devolver o dinheiro. E ele, num ataque de fúria, mata ela! Depois, sai correndo dali. O Richie, aparentando preocupação, desce até onde tá o cadáver da vidente e examina ela pra, diz ele, confirmar se ela tá morta. Mas ele apenas pega o dinheiro e sobe de volta. Logo depois, o cara da máscara volta junto com o pai, que é o dono do parque. Ele fica furioso com o que o filho fez ali, apesar de deixar claro que não se importa com o que ele faz ou não em outros lugares. Mas, quando eles examinam o cadáver da vidente procurando o dinheiro e não encontram, o cara tem uma briga feroz com o filho, deixando ele tão nervoso que ele acaba despedaçando a própria máscara, mostrando a cara monstruosa que ela cobria! Assustados com a cena, os garotos deixam cair um isqueiro lá embaixo, denunciando que alguém viu tudo o que se passou ali. A partir daí, sem ter como sair do trem-fantasma, que tá trancado, os 4 amigos passam a ser perseguidos e mortos pelo pai e pelo filho monstruoso, que não querem testemunhas do assassinato da vidente nem do segredo do monstro. E já chegando no final, o Buzz consegue matar o dono do parque, mas é morto pelo monstro logo depois. Aí só sobram a Amy e o monstro. Mas ela consegue matar ele na casa-de-máquinas do trem-fantasma e, dali, consegue sair e fugir do parque.

Un grupo de jóvenes se queda detenido en un lugar donde no se puede tener ayuda inmediata. Hubo una desgracia en ese mismo lugar, hace algunos años. Y también en ese lugar vive un tipo loco que empieza a matar todos los miembros del grupo, hasta que hay solo 2 pupervivientes: un chico y una chica, que son las 2 personas más amables del grupo. Pero él asesina el muchacho. Y cuando va a hacer lo mismo a la muchacha, ella lo mata antes y puede salvarse.
Si tú ya viste por lo menos 2 ó 3 películas de horror de los años 80, puedo afirmar que ya viste por lo menos 1 película con ese guión.
En aquella época, había un subgénero del cine de horror llamado cine slasher, que aquí en Brasil fue llamado “terror adolescente”. Y con el guión que uds pueden ver arriba, se hizo por muchas y muchas veces ese tipo de película muy ochentera, con muy pocas diferencias de una para la otra.
Los personajes del grupo son siempre los mismos: un chico amable, una chica amable, un chico machista, una chica ninfómana...
El villano también es siempre igual: loco, desfigurado, muy fuerte y pronto a matar cualquier persona. Y él mata sus víctimas siempre en la misma secuencia: primer, el machista y la ninfómana; después, los otros uno a uno; y, cuando la película está ya acabando, la muchacha amable lo mata. Dicho sea de paso, ese final fue tán repetido en tantas películas que, en los Estados Unidos, ese personaje pasó a ser llamado “final girl”.
El motivo de haber tantos filmes con ese guión era simple: eran MUY baratos. Había siempre un elenco de pocos actores (todos o casi todos desconocidos) y los efectos especiales no eran muy buenos. Así era casi cualquier filme ochentero de horror.
Y fue ese, hasta hoy, el último gran momento del cine de horror. Cuando llegaron los años 90, ese tipo de película fue casi completamente olvidado por los directores y productores.


1981 was the great year of the slasher movies. Around 30 or 40 movies of that kind were released and/or produced then in the States.
Let’s talk a little about a slasher which was released in that year:
The Funhouse.
This movie was based on a horror book written by Dean Koontz.
The subtitle of this movie is “Pay To Get In. Pray To Get Out!”. And the movie’s title here in Brazil was its translation:
Pague Para Entrar... Reze Para Sair!
Perhaps the scariest of this movie is where it takes place: a closed amusement park at night. Of course a park is a funny place to be. But in those conditions, it’s too dark and silent, with no people around, all those off amusement facilities with different shapes around... It’s a very good place for a horror story, isn’t it?
The monster of this movie is said the ugliest of all the many slashers of the 80s (yes, that’s the creature you can see above). But a big part of this movie’s fans feel sorry for him... The guy was born crazy and deformed. And his father doesn’t hide his disgust for him and often oblige him to wear a frankenstein mask to hide his horrible face.
Perhaps the worst part of this movie is its slow 1st half. Basically all the action can be seen only at the 2nd half. Anyway, it has everything you can see in a good slasher movie. If you are a fan of this genre and haven’t seen it yet, don’t miss it!
You can click on the link above to watch its trailer at YT.


Plot di “Il Tunnel dell’Orrore”→ Due coppie di giovani amanti, Amy & Buzz e Liz & Richie, vanno ad un luna park che sta alla loro città. Ma i genitori di Amy non sono stati d’accordo, perché ci sono state delle cose strane in quel park nelle città tutte quante dove esso era già stato. All’ultima volta, le carcasse di 2 ragazze uccise di modo terribile sono state trovate nel park! Anche così, Amy e gli altri ci vanno. E decidono di restare tutta la notte dentro il tunnel dell’orrore del park. Un uomo molto grande e con una maschera di frankenstein spinge i camion dentro il tunnel dell’orrore. E lui non vede quando i camion dei ragazzi ci escono vuoti... Alcune ore dopo, quando il park è già chiuso, i 4 possono guardare il pavimento sotto, dove l’uomo colla maschera di frankenstein paga alla chiaroveggente del park per masturbarlo. Ma lui eiacula prima di lei propriamente cominciare e vuole i soldi che ha pagato, però lei non glieli da. E lui diventa furioso e la uccide, andando via in fretta dopo averlo fatto! Richie va dove resta il cadavere della chiaroveggente dicendo che vuole sapere se lei à ancora viva. Ma veramente lui soltanto ruba i soldi e ritorna vicino ai suoi amici. Dopo questo, l’uomo colla maschera ci torna, insieme a suo padre, il proprietario del park. Lui diventa furioso quando vede quello che il figlio ha fatto, ma si vede che non si importa di quello che lui fa lontano dal park. Quando loro cercano i soldi nel cadavere della chiaroveggente, non li trovano. Ed il proprietario litiga furiosamente col figlio, faccendolo distruggere la maschera e mostrare la sua faccia mostruosa. I ragazzi si spaventono con quello che vedono e lasciano cadere un accendino, mostrando che qualcuno ha visto quello che c’è stato. Dopo questo, mentre il padre e suo mostruoso fuglio vogliono ucciderli, i 4 amici fanno il possibile per uscire fuori dal tunnel dell’orrore, che è chiuso! E già alla fine del film, Buzz è riuscito ad uccidere il padre, prima di esser ucciso per il figlio. Dopo questo, Amy uccide il mostro e scappa del tunnel dell’orrore.

FELIZ ANIVERSÁRIO, KAKÁ!

Bom, amanhã, dia 20, é o aniversário do Kaká, do Viver Sem Fronteiras.
Por algum motivo, ele não tem atualizado o blog dele e, recentemente, não tem respondido os meus e-mails... Eu acredito que seja mesmo por falta de tempo, já que ele chegou a comentar isso no Viver Sem Fronteiras.
O Marcelo, do Complexo de Anjo, disse que falou com ele recentemente. Então, acredito que teja tudo bem com ele.
De qualquer forma, parabéns, Kaká! Muitas felicidades, saúde e tudo de bom aí pra você. A gente se fala.
Grande abraço!!!

11/16/2007

UMA BELEZA CARIBENHA

Oi!!!

Hoje a gente vai dar uma olhada no ator canadense Brandon Jay McLaren.

Ele nasceu em Vancouver, em 03 de Julho de 1981.
A família do Brandon mora lá até hoje. Mas eles são de antepassados caribenhos (de Granada e Trinidad), e não canadenses.
A estréia dele na televisão foi em 2003, num capítulo do seriado Just Cause. E no ano seguinte, ele tava em Scooby Doo 2-Monstros À Solta. E também teve em 1 capítulo de Smallville.
Nessa época, ele pensou em mudar o nome artístico pra Brandon McLaren. Mas parece que desistiu da idéia.
Mas o 1º trabalho de mais destaque dele foi em 2005, quando ele interpretou o ranger vermelho, na 13ª temporada de Power Rangers.
Durante as gravações, o Brandon começou a namorar a atriz Emma Lahana, que tinha interpretado a ranger amarela na 12ª temporada do seriado e fez uma participação em 2 capítulos da 13ª. Apesar de nenhum dos 2 dar mais detalhes sobre o assunto, parece que eles não tão mais juntos.
No ano passado, o Brandon participou de outro capítulo de Smallville. E aí pensou em mudar o nome artístico de novo. Dessa vez ele ia passar a assinar Brandon J. McLaren. Mas parece que também desistiu da idéia. Mas em nenhum dos 2 casos foram grandes mudanças, né?
Atualmente, ele tá no ar com o seriado The Best Year, interpretando o personagem Devon.
O Brandon teve até hoje 19 trabalhos como ator no cinema e televisão.
Atualmente, ele tá gravando um telefilme de terror sobre o Abominável Homem das Neves chamado Yeti: Curse of The Snow Demon. E também tá com mais 2 projetos pra 2008.Bom, vamos esperar que, nos próximos trabalhos do Brandon, ele também tenha mais cenas sem camisa, né? Afinal, como a gente vê nessa foto (na qual, aliás, ele tem muito bem acompanhado!rs), ele tem muito pra mostrar!


Today, we’ll talk about the Canadian actor Brandon Jay McLaren.
He was born in Vancouver, on July 3rd, in 1981.
Brandon’s family still lives there. But they’re from Granada and Trinidad. Not from Canada.
His 1st time as a TV actor was in
Just Cause (2003). And the next year he would be in Scooby-Doo 2: Monsters Unleashed. And also in 1 episode of Smallville.
At that time, he intended to change his name to Brandon McLaren.
His 1st great character was the red ranger, at the 13rd season of
Power Rangers.
Brandon started having an affair with actress Emma Lahana, an “ex-power ranger”. It’s said they aren’t together anymore. But neither of them speak about that in public.
Last year, Brandon could be seen in another episode of
Smallville.
And then he thought about changing his name to Brandon J. McLaren.
Nowadays he’s in
The Best Year,
as Devon.
Brandon’s been a movie and TV actor for 19 times to now.
His next movie will be a horror movie
(Yeti: Curse of The Snow Demon).
And he’ll probably be in other 2 movies next year.
Well, we hope Brandon to have more shirtless scenes in his next movies, really? Because, as you guys can see above, he has a wonderful body to be seen.


Hoy hablaremos del actor canadiense Brandon Jay McLaren.
El nació en Vancouver, el 3 de Julio de 1981.
Su familia vive todavía allá. Pero su procedencia es de Granada y Trinidad.
El estreno de Brandon en la TV fue en
Just Cause (2003). Y en el otro año, él estaba en Scooby-Doo: Monstruos Sueltos, así como en 1 capítulo de Smallville.
En la misma época, él pensó en cambiar su nombre para Brandon McLaren.
Su primer gran personaje fue el ranger rojo del año 13 de
Power Rangers.
Brandon empezó a tener una relación con la actriz Emma Lahana, una “ex-power ranger”. Y se dice que ellos no están todavía juntos, pero ellos no hablan de eso en público.
Hay 1 año que Brandon estuvo en otro capítulo de
Smallville.
Y entonces pensó de cambiar su nombre para Brandon J. McLaren.
Hoy él está en
The Best Year,
como el personaje Devon.
Brandon tuvo hasta hoy 19 trabajos como actor de TV y cine.
Ahora él está filmando una película de horror llamada
Yeti: Curse of The Snow Demon.
Y es posible que esté en otras 2 peliculas en 2008.
Bueno, sería maravilloso verlo en más escenas sin camisa en sus próximos trabajos. Porque, como uds pueden ver arriba, Brandon tiene un bellísimo cuerpo.


Oggi parleremo dell’attor canadese Brandon Jay McLaren.
Lui è nato in Vancouver, nel 3 Luglio del 1981.
La famiglia di Brandon vive ancora in Vancouver. Ma loro sono di Granada e Trinidad.
La sua prima volta come attore alla TV è stata in
Just Cause (2003). E nell’altro anno lui era in Scooby-Doo 2: Mostri Scatenati, come in 1 episodio di Smallville.
Allora, lui ha pensato di cambiare il suo nome a Brandon McLaren.
Il suo primo grande personaggio è stato il ranger rosso, dell’anno 13 di
Power Rangers.
Brandon ha cominciato ad avere una relazione coll’atrice Emma Lahana, una “ex-power ranger”. E si dice che loro non sono ancora insieme, ma loro non ne parlano in pubblico.
C’è 1 anno che Brandon è stato in un’altro episodio di
Smallville. Ed allora ha pensato di cambiare il suo nome a Brandon J. McLaren.
Adesso lui è in
The Best Year, come il personaggio Devon.
Brandon ha avuto fino adesso 19 lavori come attore di televisione e cinema.
Lui sta lavorando in un film dell’orrore chiamato
Yeti: Curse of The Snow Demon. Ed è possibile che sarà in altri 2 film nel 2008.
Sarebbe molto buono vederlo in più scene senza camicia nei suoi prossimi lavori. Perché, come voi potete vedere sopra, Brandon ha un bellissimo corpo.


Bom fim de semana e até a próxima!

11/15/2007

SÍMBOLO SEXUAL PELA SIMPATIA

Oi!!!
Hoje a gente vai dar uma olhada no cantor, compositor e músico brasileiro Mauricio Manieri.

Ele nasceu em São Paulo, em 10 de Setembro de 1970, numa família de antepassados italianos.
O Mauricio diz que ele e o irmão mais novo dele, o Marcelo, foram muito felizes por ter os pais que tiveram, muito dedicados e sempre procurando passar mensagens de honestidade e respeito a todos.
Quando tinha 5 anos, a mãe deu um piano de presente a ele.
No ano seguinte, o Mauricio começou a estudar música e se apresentar informalmente. Ele pensava em ser pianista ou mesmo maestro.
Apesar de manter o sonho de trabalhar com música, ele começou a fazer a faculdade de Engenharia Química. Mas decidiu largar tudo e se dedicar de vez à música quando tinha 19 anos. Só que os pais dele foram totalmente contra, acabou rolando a maior briga e ele saiu de casa junto com o Marcelo, indo morar em São Bernardo do Campo, onde passou a se sustentar dando aulas de música. E continuaria dando aulas pelo próximos 8 anos.
O Mauricio também chegou a trabalhar como tecladista e tocou com a Déborah Blando e a Patrícia Marx.
Ele também faz questão de lembrar que a fama dele não foi uma explosão que aconteceu de uma hora pra outra. Pelo contrário: foi bem aos poucos. Ele se apresentou cantando e tocando em muitos bares e casas noturnas antes de aparecer na televisão pela 1ª vez. E o Marcelo foi o guitarrista e tecladista dele.
Mas o Mauricio diz que quem mais ajudou ele no início da carreira foi o produtor Dudu Marote, graças ao qual ele foi contratado pela Abril Music, em 1998, e lançou o CD A Noite Inteira.
Desde 2003, ele é contratado da BMG.
No início de Outubro de 2004, o Marcelo começou a sentir umas sensações estranhas no tórax. Mas aparentemente não percebeu direito o que era. E no dia 11, apesar de não saber explicar bem o motivo, o Mauricio chamou ele pra ir na casa dele. E aí declarou ao irmão o quanto amava ele e o quanto ele sempre tinha sido uma das pessoas mais importantes na vida dele. Logo depois disso, o Marcelo sofreu um enfarte e foi internado às pressas... Mas morreu poucas horas depois. Ele tinha 33 anos.
O Mauricio diz que, apesar da morte do Marcelo ter sido um impacto muito forte na época em que aconteceu, ele conseguiu, com as devidas dificuldades, levar a vida adiante sem se deixar devastar por isso.
Na época, e ainda por algum tempo, ele recebeu muitas mensagens de solidariedade dos fãs. Aliás, no blog dele ele até agradeceu por isso. Pra quem quiser dar uma passada lá, tá aí o link:

http://mauriciomanieri.blog.uol.com.br/arch2004-10-17_2004-10-23.html

No CD Agora Que Voltou, o 5º da carreira do Mauricio, ele lançou a música Hey Brother, na qual faz uma homenagem ao irmão. Mas ele faz questão de deixar claro que o CD todo é dedicado ao Marcelo.
O Mauricio não é muito chegado em expor a vida pessoal em público. Mas ele diz que não é tanto por ele, e sim pelas pessoas que fazem parte da vida pessoal dele e que não tão interessadas em ser expostas.
Nesse ponto, ele diz que procura se inspirar muita na Marisa Monte, que segue em frente com o trabalho de cantora, mas sem ir fazer publicidade em qualquer superpop da vida, né?
O Mauricio mantém uma relação muito próxima com os fãs, indo todo ano a eventos que eles preparam pra homenagear ele.Aliás, um dos motivos pelos quais ele é considerado um símbolo sexual é a simpatia.


O Mauricio diz que vê a Música Brasileira como a mais versátil do Mundo: ele não vê outro país que tenha uma variedade tão grande de estilos musicais como o Brasil.
Aliás, o principal conselho que ele dá pros cantores que tão começando agora é sempre escutar música de qualidade, seja de que estilo for.
Quanto à própria música, o Mauricio reconhece que tem um tom de voz próprio, um pouco difícil de comparar com o de outro cantor. Mas o que ele procura é mesmo dar uma personalidade própria à voz.
Pra quem quiser dar uma passada no site oficial dele, tá aí o link:

http://mauriciomanieri.uol.com.br/

Oggi pareleremo un po’ del cantante, compositor e musicista brasiliano Mauricio Manieri.
Lui è nato in São Paulo, nel 10 Settembre del 1970, in una famiglia italiana.
Mauricio dice che lui e suo fratello Marcelo (oggi già morto) sono stati molto felici per aver avuto i loro genitori come genitori.
Quando lui aveva 5 anni, sua madre gli ha dato un pianoforte.
Nell’altro anno, Mauricio ha cominciato a studiare musica e presentarsi. Lui pensava di esser un maestro od un pianista nel futuro.
Nonostante pensasse ancora di lavorare con musica, lui ha cominciato l’università di Ingegneria Chimica. Ma, quando aveva 19 anni, l’ha lasciato per cominciare davvero la sua carriera musicale. Però i suoi genitori non sono stati d’accordo e, per questo, lui e Marcelo hanno lasciato la casa dei genitori e sono andati a vivere a São Bernardo do Campo, dove Mauricio si teneva insegnando musica (e sarebbe ancora un professore di musica per i prossimi 8 anni).
Lui ha anche lavorato come musico di Déborah Blando e Patrícia Marx.
Mauricio ricorda sempre che non è diventato conosciuto in poco tempo: lui si ha presentato come cantante e musicista in molti bar e club prima di andare per la prima volta ad uno show di TV. E Marcelo è sempre stato insieme a lui come musicista.
Quello che ha aiutato Mauricio di più nella sua carriera è stato il produttor Dudu Marote, che l’ha portato all’Abril Music, nel 1998. Ed allora c’è stato il suo primo CD:
A Noite Inteira.
Dal 2003, lui è nella BMG.


En el inicio de Octubre de 2004, Marcelo, el hermano de Mauricio, empezó a tener sensaciones extrañas en su pecho. Pero aparentemente no pudo comprender lo que sería. Y el día 11, sin saber muy bien el motivo, Mauricio lo invitó a ir a su casa y le dijo lo cuanto lo amaba y lo cuanto él había sido siempre una de las personas más importantes de su vida. Y en el mismo día, Marcelo tuvo un infarto y fue conducido aprisa a un hospital... Pero se murió pocas horas después. El tenía 33 años.
Mauricio dice que la muerte de Marcelo fue un impacto muy terrible en su vida en la época cuando ocurrió. Pero él tuvo las condiciones, con algunas dificuldades, de seguir adelante sin el hermano.
También en la época de la muerte de Marcelo, él tuvo muchos mensajes de solidariedad de sus admiradores en su blog (el primer link de ese post aquí es para el blog de Mauricio, en Portugués).
El escribió la canción
Hey Brother para homenajear Marcelo. Esa canción está e el CD Agora Que Voltou. Pero Mauricio dice que todo ese CD es un homenaje a su hermano.


Mauricio rarely talks about his private life in public. Not because of himself, but much more because of people who are part of his private life and don’t intend to be exposed in public.
Another Brazilian singer/musician who acts in this way is Marisa Monte. And Mauricio says he occasionally tries to base his conduct on her conduct. He never goes to those stupid TV shows only to be seen.
He has always a very close relationship to his fans. And he’s usually present in almost all the kinds of tribute which his fans pay to him.
Mauricio is seen as a sex symbol basically because of his liking and nice behavior.
He says Brazilian Music is the most versatile in the World: there’s no other country with so many different kinds of music styles.
Mauricio usually says the most important for who’s starting a music career now is listening to good music (the style doesn’t care).
About his own music style, he says his voice is really different from other singers’. And comparing him to another person is in some way difficult. But he himself tries to show his personality when he sings.
Well, if you’d like to visit his official website, click on the 2nd link of this post.
Até mais!

‘HEY BROTHER’

Hey brother!
Estive pensando tanto em você
Sabe, brother
Um dia a gente vai se encontrar
Num lugar onde o brilho
Nossa chama nunca irá se apagar
Você é meu par, irmão
E nunca é tarde pra dizer de todo coração
Que eu estarei... Eu estarei sempre ao seu lado
Haja o que houver, eu sempre estarei
Hey, brother!
As coisas mudaram tanto por aqui!
Mas os sonhos que sonhamos
Continuam vivos dentro do meu peito
Eles são os rumos que me levam em sua direção
Eles são os rumos que me levam em sua direção
Você é meu par, irmão
E nunca é tarde pra dizer de todo coração
Que eu estarei... Eu estarei sempre ao seu lado
Haja o que houver, eu sempre estarei... Sempre estarei
E quando o Sol surgir pintado no horizonte, vou lembrar
Que amigos nunca dizem “adeus”
Amigos nunca dizem “adeus”...
Você é meu par, irmão
E nunca é tarde pra dizer de todo coração


(Mauricio Manieri)

11/13/2007

AUTOFELAÇÃO

Oi!!!

Hoje a gente vai dar uma olhada numa prática sexual bastante polêmica e que é, talvez, a mais difícil de fazer: a autofelação, ou seja, chupar o próprio cacete.

Na verdade, isso é um tipo de masturbação, já que é uma prática que a pessoa faz nela mesma. E pra caracterizar uma relação sexual, precisaria ter, no mínimo, 2 indivíduos, né?
Mas a questão é a grande dificuldade de botar isso em prática, porque é preciso que o cara tenha o corpo muuuuuito flexível pra conseguir se dobrar a ponto de chegar com a boca lá e ao mesmo tempo virar o quadril pra frente até o cacete se aproximar da boca, né?
Além da flexibilidade, ele também não pode ter muita barriga (só quem é muito magro é que talvez consiga fazer isso) e tem que ter um cacetão comprido. Essa última condição pode parecer, à 1ª vista, uma coisa preconceituosa. Mas é simplesmente a lógica: se o cara tem um piruzinho pequenininho, como é que vai esticar ele até a boca? Um piruzinho faz coisas incríveis, mas essa prática não é pra ele.
Bom, pra quem já tentou e não conseguiu, como a gente já viu, a regra geral é não conseguir mesmo. Mas ficam aí as imagens pra gente ver que, por incrível que pareça, tem gente que consegue!!!rsrsrsMas pra quem tá tentando e não tá conseguindo, vá com calma e não force nada! Se não você vai acabar se machucando sério!


Well, today we’ll talk about a very controversial sexual act. And perhaps the most difficult sexual act: autofellatio.
Actually, it’s only a masturbation, because the guy does that alone. And a sexual act needs at least 2 beings to happen, really?
Anyway, it’s very difficult to do, because a man has to have a very, very flexible body to do that.
In the same way, he can’t be even a little fat (only very thin men are able to do that) and his cock must be long.
So, if you have already tried and haven’t been able to suck your cock, you’re not an exception. But these pics can show everybody there are guys who actually can do that.And watch out! You can hurt yourself if you try to do that carelessly!


Bueno, hoy hablaremos de una práctica sexual muy polémica y, tal vez, la más difícil: la autofelación.
En verdad, eso es masturbación, porque es algo que el tipo hace en él mismo. Y para ser una práctica sexual, hay la necesidad de haber, por lo menos, 2 seres, ¿verdad?
Pero es muy difícil hacerlo, porque, para eso, el hombre tiene que tener el cuerpo muy flexible.
El también no puede ser gordo (solo hombres muy delgados pueden hacerlo) y su verga tiene que ser muy larga.
Si ya intentaste hacerlo y no fuiste capaz, no eres una excepción. Pero como todos podemos ver en esas fotos, hay aquellos que son capaces de hacerlo!Pero ojo! Si lo haces con descuido, puedes herirte!


Bene, oggi parleremo di una pratica sessuale molto polemica e, forse, la più difficile: l’autofelazione.
Veramente, questo è masturbazione, perché è una cosa che il tipo fa in lui stesso. E per esser una pratica sessuale, c’è la necessità di esserci, almeno, 2 esseri, vero?
Ma è molto difficile farlo, perché, per questo, l’uomo ha bisogno d’avere il corpo molto flessibile.
Lui neanche può essere grasso (solo uomini molto magri possono farlo) ed il suo cazzo ha bisogno di essere molto lungo.
Se hai già cercato di farlo e non sei riuscito, non sei un’eccezione. Ma come si può vedere in queste foto, ci sono quei che riescono a farlo!
Ma attenzione! Se lo fai con disattenzione, puoi ferirti!


Bom, como teve gente reclamando que eu quase só falo cacete aqui quando quero me referir à nossa parte preferida do corpo masculino, agora vou passar a usar uns nomes mais variados pra falar dele!rs
Até a próxima!

11/11/2007

ARMADILHAS DA LÍNGUA

Oi!!!

Bom início de semana!
Eu tava pensando num outro post pra hoje. Mas como esse aqui ficou pronto antes, vou mandar esse hoje e o outro vai na Terça ou na Quarta.
Bom, eu às vezes penso em armadilhas que a língua faz a gente cair... Existem palavras que pegam a gente pelo pé, né? Principalmente aquelas que parecem ser a mesma coisa, mas não são. Ou aquelas que significam coisas diferentes sendo a mesma palavra.
A palavra RELEVAR, por exemplo, tem 2 significados opostos! ‘Relevar’ pode ser ‘destacar’ e também pode ser ‘não dar importância’! Então, se alguém disse “Eu relevei aquilo”, isso pode significar “Eu deixei aquilo pra lá”, mas também pode significar “Eu dei importância àquilo”! Concluindo: usando certas palavras, a pessoa pode falar uma coisa e você entender outra completamente diferente.
Aí, só tem uma saída mesmo: se você acha que não entendeu, você tem que pedir à pessoa pra ser mais clara.
Bom, há também aquele outro grupo de palavras que eu já mencionei: as que parecem a mesma coisa, mas não são. Vamos dar uma olhada em 3 delas: ENGANO, EQUÍVOCO e ERRO.
Tudo isso parece significar a mesma coisa, né? Mas vamos ver mais de perto:
‘Erro’ é simplesmente uma imperfeição. Se você se dispôs a fazer o que quer que seja e a coisa não saiu exatamente do jeito que você queria, você (ou alguém que acompanhou você no processo) cometeu um erro em algum momento do processo ou, em outras palavras, alguém foi imperfeito em algum momento do processo. E aí o resultado não foi o que você esperava. O que não quer dizer que não tenha sido positivo, né?
‘Equívoco’ é uma palavra muito curiosa, porque, se você separar as sílabas (equí-voco) já dá pra ver o significado dessa palavra: “voz equivalente”, ou seja, 2 situações diferentes que são descritas de modo equivalente. Quando alguém faz uso de uma palavra ou frase com um determinado sentido e você entende aquilo com outro sentido, você cometeu um equívoco. Isso acontece muito depois de situações desagradáveis.
Vou contar uma historinha pra servir como exemplo... Você tem uma discussão séria com alguém por causa do seu carro, que você não quer vender de jeito nenhum, mas a pessoa quer que você venda. E na semana seguinte, essa pessoa assiste um filme que tinha como tema principal um personagem que vendeu o carro dele no início da história. Aí, sem nem se lembrar mais da discussão que vocês tiveram, essa pessoa acha que você vai gostar do filme, chega pra você e diz: “Você precisa ver esse filme! Tem tanta coisa engraçada! E tudo acontece porque o Fulano vendeu o carro dele!”. Se você ainda se lembra da discussão que vocês tiveram, você vai entender que ela tá simplesmente dando uma indireta pra voltar ao assunto da venda do seu carro. Ou seja, você tá cometendo um equívoco.
‘Engano’ é mais fácil de entender, né? É quando você diz alguma coisa que não deveria ter dito e/ou faz alguma coisa que não deveria ter feito inspirado em uma mentira que alguém contou a você. Você foi ‘enganado’ por essa pessoa.
Bom, qual seria a saída pra não cair nessas armadilhas da língua? Eu diria que uma saída 100% eficaz pra isso não existe. Mas é sempre uma boa sugestão a gente pensar no que vai falar antes de falar, né? Falar as coisas sem nunca medir as palavras que vai usar e sem nunca pensar nas conseqüências do que vai falar rarissimamente traz bons resultados.
Bom, não dá pra traduzir o post de hoje pra outras línguas, porque as palavras que eu usei teriam outros sentidos, né? Então, pros visitantes de outros países não ficarem a ver navios, vou brindar eles aí embaixo com algumas fotos agradáveis de se ver!rsrs

10 males for you!

10 machos para ustedes!
10 maschi per voi!











Até a próxima!

11/10/2007

TARADO, MAS TAMBÉM ROMÂNTICO

Oi!!!
Hoje a gente vai dar uma olhada no ator, apresentador e cantor brasileiro David Cardoso Jr.

Ele nasceu em São Paulo, em 14 de Janeiro de 1971.
Ele é filho do ator e diretor David Cardoso. E pra evitar confusão na hora dos nomes, ele sempre foi chamado de Davizinho.
Ainda com 3 anos, ele apareceu pela 1ª vez num comercial de sorvete. E aí ele começou a fazer outros comerciais. Até o início da adolescência, ele faria quase 600 comerciais.
O Davizinho estreou na televisão no seriado Joana (1984), quando tinha 13 anos.
Na mesma época, ele teve a 1ª relação sexual. E foi com uma prostituta, por intermédio do pai David. Mas o Davizinho faz questão de deixar claro que o pai não forçou nada. Pelo contrário: foi ele que quis. Ele enchia tanto o saco do pai pra levar ele no puteiro que, um dia, ele acabou levando.
Ele diz que sempre se excitou com muita facilidade. Aliás, até aprender a se controlar melhor, ele só podia ir à praia ou à piscina de bermuda, e nunca de sunga, porque o cacete endurecia quando ele via qualquer coisa que chamava a atenção. E isso apesar de se masturbar sempre! Aliás, ele também sempre teve uma coleção de filmes pornô em casa.
Mas, apesar disso, o Davizinho sempre foi muito caseiro. Balada não é e nunca foi com ele.
Em 1985, ele estreou como apresentador no Programa Momento Menudo, no SBT.
Em 1986, o Davizinho formou o 1º grupo musical dele, do qual ele era o guitarrista. Mas isso não foi pra frente, porque ele não conseguiu se dar bem com a guitarra. Então, ele passou a ser o vocalista do grupo. E a partir daí, ele nunca mais pararia de ter trabalhos relacionados com a música.
Desde aquela época, ele já se apresentou em várias cidades do Brasil todo, cantando em bares, igrejas, no meio de praças e até em prostíbulos.
O Davizinho também já trabalhou como motorista de aluguel pra empresários.
Em 1997, ele voltou à televisão na 1ª novela dele: Zazá. Mas ele admite que só conseguiu entrar na Globo graças à ajuda do Jorge Fernando, que é muito amigo dele.
Em Outubro de 1998, o Davizinho posou pela 1ª vez pra G Magazine.

Aliás, ele foi um dos primeiros artistas brasileiros mais conhecidos a fazer isso.
Na mesma época, o Davizinho tava na novela Estrela de Fogo. Mas, na verdade, trabalhar como ator de novelas nunca teve em 1º plano pra ele. Ele admite que, entre a interpretação e a música, prefere a música. Desde criança, em casa, ele gostava de se apresentar cantando nas festas que o pai dele dava.
Um dos ídolos dele é o George Michael.
Mas seja como ator ou como cantor, no trabalho em geral, o Davizinho se considera super perfeccionista e muito exigente. Por isso, muitas vezes ele é considerado muito chato por algumas pessoas. Mas nunca sem motivo.
Ele teve até hoje 13 trabalhos como ator no cinema e televisão (ao todo, desde criança ele apareceu em 8 filmes do pai dele).
Em Dezembro de 2003, nasceu a única filha do Davizinho, a Júlia.
Agora em Abril, ele posou pela 2ª vez pra G Magazine, 9 anos depois de ter posado pela 1ª vez.

Pelo menos metade dos fãs do Davizinho sempre foram gays. E ele diz que sempre gostou disso.
Vários homens já tentaram levar ele pra cama (alguns, inclusive, oferecendo dinheiro), mas ele diz que sempre dispensou sem grandes problemas. A única vez em que ele agrediu um gay foi quando o cara foi andando depressa até ele, enfiou a mão dentro da calça e agarrou o saco dele! Ele deu um soco no cara. Mas diz que faria o mesmo se tivesse sido uma mulher, porque fazer isso já é passar de todos os limites.
Na vida sexual, o Davizinho diz que, em todas as épocas da vida em que teve sozinho, ele queria saber era de cachorrar, cachorrar e cachorrar.
Os pontos fracos dele são as coxas e a cintura: se alguém passar a mão ali, já endurece na hora!rs
As práticas sexuais de que o Davizinho mais gosta são sexo oral em 1º lugar (ele diz que o que mais gosta mesmo é sentir uma boca chupando o cacete dele!rs) e sexo anal em 2º. E ele também diz que gosta de fazer um escândalo na hora de transar: gemer, gritar, falar sacanagem da grossa...
Mas ele também consegue ser 100% fiel quando tá com alguém. Aí ele gosta de ser romântico.
É bom lembrar que, apesar de gostar muuuuuito de sexo, como a gente já viu, o Davizinho nunca foi de dar escândalos em público nem nada disso. O nome dele nunca teve envolvido em nenhuma super fofoca desse tipo.
De qualquer forma, ele gosta de transar todo dia. É raro ele passar mais de 24 horas sem fazer nada de nada. Ele diz que só não tem muita paciência pra preliminares: gosta de partir logo pra transa.
Pra manter a forma, o Davizinho faz musculação.
Atualmente, ele faz parte do grupo musical DC10, ao qual tem se dedicado diretamente.
Pra quem quiser saber mais sobre ele, vou deixar aqui o link do site oficial dele:

http://www.davidcardoso.com.br/

Oggi parleremo un po’ dell’attor, showman e cantante brasiliano David Cardoso Jr.
Lui è nato in São Paulo, nel 14 Gennaio del 1971.
Per essere figlio dell’attor e direttor David Cardoso, da bambino lui è chiamato Davizinho (Piccolo David), per non avere confusione fra lui e suo padre.
Ai suoi 3 anni, lui ha avuto il suo primo comerciale di pubblicità. E fino alla sua adolescenza, avrebbe quasi altri 600.
La prima volta di Davizinho in TV è stata nella serie
Joana
(1984), quando lui aveva 13 anni.
Lui ha avuto la sua prima relazione sessuale nella stessa epoca, quando suo padre l’ha fatto trovare una prostituta. Ma Davizinho dice sempre che il padre non l’ha obbligato a fare niente: lui stesso lo voleva. Lui sempre chiedeva, chiedeva, chiedeva a suo padre per portarlo in un prostibolo. Così, un giorno il padre ce l’ha portato.
Lui dice anche che diventa eccitato con molta facilità. A proposito, per molti anni, lui non poteva mai andare al mare con uno speedo. Doveva andarci con una bermuda più grande, dovuto al cazzo quasi sempre duro, nonostante si masturbasse sempre (lui ha sempre avuto molti film porno da “vedere” a casa sua).
Comunque sia, gli piace di più restare a casa.
La prima volta di Davizinho come showman è stata nel 1985, nello show
Programa Momento Menudo.
Lui ha avuto il suo primo gruppo musicale nel 1986. Lui pensava di suonare la chitarra. Ma veramente diventerebbe il cantante del gruppo. E da quell’epoca, lui ha sempre lavorato colla music.
Davizinho si ha presentato cantando il molte e molte città brasiliane.


David hasn’t worked only as an actor, showman and singer, but also as a private driver for some businessmen.
After 13 years out of TV, he would be in the telenovela
Zazá (1997). And director Jorge Fernando, one of his best friends, was the person who really helped him to be there.
In 1998, David posed naked for
G Magazine for the 1st time. By the way, he was one of the 1st male Brazilian actors/singers to do that.
Working as a TV actor has never been very, very important to him. He says between being an actor and a singer he prefers much stronger being a singer. When he was a child, he loved presenting at home, during his father’s parties.
One of his favorite singers is George Michael.
As a singer and also as an actor, David’s always very perfectionist.
He’s been a TV and cinema actor for 13 times to now.
His only daughter, Júlia, was born in 2003.
Last April, David posed for
G Magazine for the 2nd time (you guys can see pics of him in both times above).
At least a half of his fans are gay and bisexual men. And he likes that so much.
Many men have already tried to have sex with David for money. But he’s never accepted. There’s been only 1 time he punched a gay. But the guy had put a hand inside his pants and got his balls! And he says he would do the same if it were a woman, because a person who does that doesn’t know what respect means.


En su vida sexual, David dice que, en todas las épocas de la vida en que estuvo solo, le gustaba solamente hacer más, más y más sexo.
Las partes más sensibles de su cuerpo son sus muslos y su cintura. Si alguien pone la mano allá, su pija se queda ya muy dura.
Lo que gusta más a David hacer en su intimidad es primer sexo oral (él dice que sentir una boca tragando su carajo es siempre maravilloso!) y después sexo anal. Y dice que le gusta mucho gemir, gritar y hablar las pornogrfías más extrovertidas mientras hace sexo.
Pero cuando está junto a alguien, él dice que es 100% fiel y romántico.
Es bueno recordar que, aunque el sexo le guste mucho, mucho, mucho, David no tuvo nunca escándalos en público. No hay grandes chismes sexuales en su historia.
Bueno, le gusta hacer sexo todos los días. Es raro que él no haga nada sexual por 24 horas. Pero le gusta empezar sin muchas preliminares.
David hace musculación para mantener bien de su cuerpo.
Hoy él está se dedicando al grupo musical CD10.
Si quieres conocer David mejor, puedes clicar sobre el link arriba para ir a su sitio. Está en Portugués.


Bom fim de semana e até a próxima!

11/07/2007

MAIS DE 60 FILMES PORNÔ... E PRA ELE JÁ CHEGA!

Oi!!!
Hoje a gente vai dar uma olhada no ex-ator pornô e atual enfermeiro canadense Blake Harper.

Peter Tiefenbach nasceu em Ontário, em 19 de Outubro de 1968.
Ele era muito tímido quando era criança, até porque ele e as 3 irmãs dele foram criados numa fazenda.
Durante a infância e a adolescência, o Peter sempre fez ginástica, mas nunca se dedicou a um esporte específico.
Com 21 anos, ele saiu de casa e se mudou pros Estados Unidos, indo morar em San Francisco.
Na mesma época, o Peter começou a trabalhar como enfermeiro.
Depois de já ter trabalhado na Market Street Gym (uma espécie de academia misturada com salão de beleza, com vários tratamentos estéticos), ele estreou como ator pornô em 1998, com o filme Chapters. E aí ele adotou o nome de Blake Harper.
Antes disso, já tinham dito a ele que ele tinha as... condições físicas adequadas pra ser um ator pornô. Mas ele nunca tiha feito nada nesse estilo antes.
Desde aquela época, a família do Blake soube que ele fazia filmes gays e, de acordo com ele, nunca teve grandes problemas por causa disso.
Um ano depois de estrear na carreira pornô, ele já ganhou o prêmio de Melhor Ator Pornô do Adult Erotic Gay Video Awards.
Em 2001, o Blake ganhou o prêmio de Melhor Ator Pornô Gay do GayVN Awards.
O sorriso dele é considerado o mais marcante do mundo pornô gay. E o tipo físico dele também sempre foi bem marcante: meio peludo, com 1, 83m de altura e com um cacete circuncisado de 18 cm.O Blake fez vários filmes tanto como ativo quanto como passivo. E, não se sabe exatamente quando, começou a namorar o ator pornô Colton Ford. É esse aí que aparece na foto com ele:


O Blake diz que nunca recusou de forma premeditada nenhuma proposta de trabalho: todos os filmes pornô pros quais ele foi convidado, ele topou, no mínimo, conversar com o diretor. E olhem que ele recebia uma proposta atrás da outra!
Ele diz que o filme preferido dele foi Animus (1999), em que ele fez um policial. E o ator com quem ele gostou mais de contracenar foi o Tom Vacarro (ele diz que chupar o cacete do Tom foi um sonho de consumo que ele realizou!).
O Blake que já tentou trabalhar como produtor e diretor pornô, mas não deu. O negócio dele era transar mesmo.rs
Ele diz que o que há de melhor em ser um ator pornô é poder realizar várias fantasias; e o que há de pior é que todos associam você a sexo o tempo todo, mesmo em situações que não tem nada de sexuais.
Em 2003, o Blake decidiu parar. Continuaria mais um pouco, até se estabelecer em outra área, mas já tinha dado o tempo de fazer filmes pornô.
Desde 2004, ele tem participado de campanhas em benefício das pessoas contaminadas pelo HIV.
Em 2005, o Blake e o Colton deixaram a carreira pornô. O Blake voltou a trabalhar como enfermeiro e o Colton passou a trabalhar como músico.
Não há um registro exato de quantos filmes pornô o Blake fez. Mas foram mais de 60 filmes, todos entre 1998 e 2005.
Ele diz que também precisava parar, até um certo ponto, por uma questão de preservação física: há um desgaste físico muito grande em fazer um filme pornô atrás do outro.
Depois disso, eles tiveram um briga e o Blake voltou pro Canadá. Mas nem chegou a ser uma separação, foi só um desentendimento mesmo: hoje eles tão juntos de novo.
O Blake diz que o segredo pra manter o relacionamento é as 2 pessoas concordarem em se aproximar observando uma à outra e ao próprio relacionamento e sabendo que nem sempre vai ser fácil seguir em frente. Mas ele acha que começar a namorar o Colton foi a melhor decisão que ele tomou na vida dele e declara que o Colton é a pessoa mais importante da vida dele.
Como ele é muito caseiro, uma das coisas de que o Blake mais gosta de fazer é ficar em casa cuidando do maridão.
Quando eles assistem filmes pornô juntos, entretanto, ele diz que prefere quando é pornografia hétero. Principalmente quando tem vários homens transando com 1 mulher só. É que a pornografia gay ele conhece de uma forma muito técnica, então não dá pra fantasiar muito. Quando vê um homem transando com o outro num filme, ele acaba vendo só pelo lado profissional, observando detalhes técnicos e tal.
O Blake é fascinado por sexo oral: ele diz que chupar um cacete é uma das coisas de que ele mais gosta no Mundo (mas atualmente, ele só chupa o do Colton.rsrs). E também tem sempre que ter muita luz, porque ele detesta transar no escuro.
Pra manter a forma, ele apenas freqüenta a academia, cavalga e cuida da alimentação.

Hoy hablaremos un poco del enfermero y ex-actor porno canadiense Blake Harper.
Peter Tiefenbach nació en Ontario, el 19 de Octubre de 1968.
En su niñez, él era muy tímido, hasta mismo por haber sido educado con sus 3 hermanas en una hacienda.
Peter cuidaba de su cuerpo, pero no había un deporte que le gustaba.
El dejó su familia para vivir en los Estados Unidos cuando tenía 21 años. Y entonces empezó a trabajar como enfermero.
Después de haber trabajado en la Market Street Gym, Peter empezó a trabajar como actor porno en la película
Chapters (1998). Y entonces pasó a usar el nombre de Blake Harper.
Antes de eso, le habían ya dicho que él tenía el tipo físico para ser un actor pornográfico. Pero él no había hecho nada así antes.
En la misma época, la familia de Blake supo que él empezó a trabajar en películas pornográficas gays. Pero él dijo que no hubo nunca grandes problemas por eso con su familia.
Solamente 1 año después de empezar la carrera porno, él fue visto ya como Mejor Actor Porno por el Adult Erotic Gay Video Awards. Y en 2001, él fue visto como el Mejor Actor Porno Gay por el GayVN Awards.
Su sonrisa es vista como la principal del mundo porno gay. Y también su tipo físico fue siempre mucho marcante: con vello, 1, 83 m de altura y una polla circuncidada de 18 cm.
El estuvo e muchas películas como activo y como pasivo. Y mientras l filmava, empezó a tener u relación c el actor porno Colton Ford, lo mismo que puede ser vista e la foto arriba junto a él.


Blake never said no to any possible kind of work before knowing what it was. At least, he talked to the director.
His favorite porn movie was
Animus (1999). And the actor he liked to be with most was Tom Vacarro. Blake loves sucking cocks. And Tom’s dick was one the cocks he wanted to taste most.
He also tried to work as a porn director and producer. But it wasn’t his style.
Blake says the best of being a porn star is making many fantasies real. And the worst is people associating you only with sex all the time.
He decided to stop his porn career in 2003. He would continue only for a little. He felt his time of being in porn movies had already had its moment in his life.
Since 2004, Blake’s been in events for HIV-people benefit.
Blake and his boyfriend Colton Ford left their porn careers in 2005. Blake continued his nursing career and Colton became a musician.
Blake himself doesn’t know clearly how many movies he was in. But he can be seen in more than 60 porn movies (all of them released from 1998 to 2005).
He said he had to stop also because it was very tiring to have sex in all those movies in a so short period.
After that, Blake and Colton had a difficult moment in their relationship. But it wasn’t anything serious. A little later they would be together. And they still are.


Blake e suo marito Colton Ford (voi potete vedere i 2 insieme nella seconda foto di questo post) sono insieme già per molti anni. E Blake dice che quello che si deve fare per avere una relazione lunga è, questo per le 2 persone, essere d’accordo in gardarsi una all’altra ed anche alla relazione, sapendo che non sarà sempre facile andare avanti con questa relazione. Ma lui dice che essere insieme a Colton è stata la migliore decisione della sua vita e che Colton è la persona più importante della sua vita.
A Blake piace moltissimo essere a casa per occuparsi del marito.
Loro guardano dei film porno quando sono insieme. Ma Blake preferisce pornografia etero. Specialmente quando il film ha molti uomini fottendo con 1 donna sola. È perché lui ha già lavorato colla pornografia omo per molto tempo e, così, non gli è possibile fantasiare di più quando la vede. Gli sembra molto professionale vedere 2 uomini fottendo.
Il tipo di sesso che gli piace di più è l’orale: succhiare un cazzo è il paradiso per lui (ma oggi, lui succhia solo il cazzo di Colton). E gli piace fare il sesso solo dove c’è luce.
Per occuparsi del corpo, lui va a cavalo, fa esercizi e si mette a dieta.


Até a próxima!

11/05/2007

ELE TRANSA GOSTOSO COM MACHO... MAS (ELE DIZ) SÓ EM FILMES

Oi!!!

Antes de entrar no tema do post de hoje, quero lembrar que esse mês tá se completando 1 ano que o Mundo ficou um lugar melhor pra se viver, quando morreu aquele ator classe Z chamado Jece Valadão. Digo que o Mundo ficou melhor por ter ficado livre de alguém que, durante anos, pregou a violência e a homofobia. E no final, querendo “se redimir”, virou pastor evangélico (?!) e passou a falar em público contra outras religiões.
Bom, em... ‘homenagem’ a ele, vou deixar um link aqui prum texto que eu li há um tempinho atrás e voltei a encontrar depois aí pela rede. Me parece o texto de alguém que quis ‘homenagear’ ele.rsrsrs Mas vou avisando: nesse texto só tem bobagem!

http://www.casadoscontos.com.br/texto.pl?texto=2005129

Enfim, que o espírito dele pague por tudo de negativo que ele incentivou.
Agora, vamos ao nosso tema de hoje: com vocês, o ator pornô estadunidense Billy Herrington.

Ele nasceu em New York, em 14 de Julho de 1969.
O nome verdadeiro dele é desconhecido.
Nos anos 90, o Billy trabalhou como modelo fotográfico.
Em 1998, ele começou a trabalhar como stripper. E aí ele chegou a trabalhar num desses sites que mostram um modelo tirando a roupa ao vivo.
Daí, o Billy foi descoberto por um produtor pornô que convidou ele pra trabalhar num filme.
Aliás, esse produtor entendia das coisas: com 1, 84m de altura, olhos azuis e um cacete de 21 centímetros com a cabeça arregaçada, o Billy logo fez sucesso na carreira de ator pornô.
Em 2001, ele fez o filme Conquered, no qual ele aparece fazendo uma suruba com 4 outros atores numa cena. E essa cena ganhou o prêmio de Best Group Sex Scene, no Adult Erotic Gay Video Awards.
Em 2002, o Billy foi eleito O Homem do Ano pela revista Men.
Ele diz que só transa com homens profissionalmente. Mas faz isso numa boa e não se incomoda nem um pouco em ser passivo tanto no sexo oral quanto no anal.Como costuma acontecer com a maioria dos astros pornô, se sabe muitíssimo pouco sobre a vida pessoal do Billy. Ele só afirma que, aí, ele só transa com mulheres. Mas ninguém sabe se ele é ou já foi casado ou se tem filhos.


Ese mes hace 1 año que se murió un horrible actor brasileño llamado Jece Valadão. Y con su muerte, nos quedamos libres de alguien que, por años y años, predicó la violencia y la homofobía. Y después, para “rehabilitarse”, se quedó un pastor protestante que hablaba contra las otras religiones.
Bueno, si tú hablas o entiendes Portugués, puedes clicar sobre el link arriba para ver un texto en “homenaje” a él que alguien nos dejó. Y puedo decir que es un texto que lo trata como él debe ser tratado.
Que su espíritu esté teniendo ahora lo que debe tener por todo de negativo que él hizo cuando era vivo.


Now, let’s talk about the American porn actor Billy Herrington.
He was born in New York, on July 14th, in 1969.
Billy’s real name is unknown.
In the 90s, he worked as a model.
In 1998, Billy started his career as a stripper. And then, he would work at a website of this kind.
After that, he was invited by a porn producer to be in his 1st porn movie.
By the way, this producer was able to see Billy’s sexual characteristics very well: a 184-cm-tall guy with blue eyes and a 21-cm-long cock with a rolled-up cockhead. He certainly would be a great male porn star.


Nel 2001, Billy è stato nel film porno
Conquered, dove ha una scena di orgia con 4 altri attori. E questa scena ha ricevuto il premio di Best Group Sex Scene, nel Adult Erotic Gay Video Awards.
Nel 2002, lui è stato eletto l’Uomo dell’Anno per la rivista
Men.
Billy dice che fa il sesso con altri uomini solo come attore porno. E lo fa senza problemi, essendo anche passivo di altro uomo senza problemi tanto nel sesso orale quanto nel sesso anale.
Com’è di solito colla parte più grande degli attori porno, non si sa quasi niente della vita personale di Billy. Lui dice solo che, nella vita privata, ha relazioni soltanto con donne. Ma non si sa se lui è sposato (o se lo è già stato) o se ha figli.


Até a próxima!

11/03/2007

MORTE

Oi!!!

Primeiramente, quero agradecer a todos que tão fazendo as perguntas na enquete. Já tô preparando o post com as respostas e, como eu disse, vou mandar ele no início no mês que vem: vai se o 1º post de Dezembro. Até lá podem continuar perguntando o que quiserem, cada um pode fazer quantas perguntas quiser e tal.
E obrigado também por todos os elogios de vocês a mim e ao blog. É muito bom saber que vocês tão aqui também.
Bom, como todos aqui sabemos, ontem foi comemorado o dia dos mortos. Então, vamos falar hoje sobre esse elemento que, desde o início da Humanidade, assusta, espanta, incomoda, irrita e até traumatiza algumas pessoas, mas que talvez seja o mais justo de todos os elementos: a morte.
Eu digo que é um elemento justo, embora pareça o contrário, porque a morte tá no futuro de todos, sem exceção. Independente do tipo de educação que você tenha recebido, do nível cultural que você tenha, do grupo social do qual você faça parte, da religião que você siga (e mesmo que não siga nenhuma), da visão do Mundo que você tenha, do tipo de caráter que você tenha, do tipo físico que você tenha ou das condições de saúde em que você se encontre hoje, um dia você vai morrer. Então, morte é uma coisa bem democrática. Consequentemente, justa.
Só o que muda são as condições em que a morte chega a cada pessoa e a época da vida em que ela chega a cada pessoa. Aí, tudo bem. Isso você pode realmente dizer que é injusto. Mas o que é mais injusto: morrer mal ou viver mal? Bom, isso é assunto pra outro post.
A morte costuma provocar 3 reações básicas nas pessoas: medo, tristeza e raiva. Quase todas as pessoas que a gente conhece têm raiva de ter que morrer um dia, ficam tristes quando pensam que vão deixar a vida que têm quando tiverem que morrer ou (o que ironicamente costuma ser o mais comum dos 3) sentem medo de morrer sem conseguir explicar o motivo desse medo.
O mais curioso é que as pessoas que têm mais medo de morrer não são aquelas que vêem a morte como um fim absoluto, que acham que morrer é simplesmente deixar de existir. Essas geralmente sentem raiva e tristeza. Geralmente quem sente medo de morrer são as pessoas que acreditam que vão encontrar alguma coisa negativa lá do outro lado. Então, pra mim, parece mais um tipo de complexo de culpa. Afinal, apesar de todas as religiões acreditarem em algum tipo de continuação da vida depois da morte, mesmo cada uma dizendo que vai acontecer uma coisa diferente com a gente depois da morte, todas parecem se prender a uma certa ética: quem fez coisas mais positivas durante a vida vai ser recompensado por isso de alguma forma depois da morte; quem fez coisas mais negativas durante a vida vai ser castigado por isso de alguma forma depois da morte.
Bom, é claro que é normal que a pessoa evite morrer, não passe voluntariamente por situações em que ela sabe que pode morrer... Mas um medo neurótico da morte tá revelando alguma coisa que a pessoa fez e pela qual ela tem muito medo de responder. Medo de que o espírito dela vá parar numa dimensão maligna (Inferno, Purgatório e coisas do tipo), medo de reencarnar numa vida pior (muito pobre, em condições físicas muito ruins e tal)... Enfim, parece mais um posicionamento de quem arrasta complexos, culpas, traumas e, principalmente, autocondenações. Mas aí vai da mente de cada um.
É bom lembrar que a morte em si não costuma ser vista como algo negativo pela maioria das religiões (a parte negativa da morte que as religiões fazem questão de lembrar é só o castigo pra quem merece ser castigado).No México, por influência da religião asteca, até hoje o dia dos mortos é celebrado com festas e as crianças comem caveiras de açúcar. Afinal, a religião asteca não via a morte como negativa. E a própria deusa da morte, Coatlicue, era representada sorrindo, apesar de usar uma saia de serpentes e um colar com mãos, corações e crânios humanos pendurados.

Pros gregos antigos, o maior de todos os deuses da morte era um que tinha vários nomes, sendo chamado por cada nome de acordo com o ritual que fosse realizado. Mas os 2 nomes mais comuns desse deus eram Hades e Plutão.

Apesar de ser visto como um deus da agricultura que ajudava os mortais, ele também era visto como um deus terrível e destruidor. É que a agricultura pede a morte pra que haja novos nascimentos, né? Se nada morre, nada se decompõe na terra; se nada se decompõe, a terra não é fertilizada; se a terra não é fertilizada, nada mais nasce. Então, é algo a se pensar: sem a morte, o que seria da vida?No Candomblé, a morte também não é representada como negativa. A deusa da morte é Iansã e a ela ficam submetidos os espíritos dos mortos.

Então, prum praticante do Candomblé, morrer significa simplesmente virar um espírito, que vai ficar sob a proteção de Iansã e servir a ela. Não há nada de assustador nisso.Pra não dizer que todas as religiões sempre viram a morte como uma coisa legal, basta lembrar da religião babilônica. Os deuses dessa religião eram vistos como opressores terríveis que apavoravam os mortais com seus poderes destruidores. E talvez a divindade que era vista como a mais destruidora aí fosse exatamente a deusa da morte, Ereshkigal.

Os babilônios tinham tanto medo dessa deusa que até evitavam falar sobre ela. Fazer pinturas ou esculturas dela, então, nem pensar! E o próprio culto de Ereshkigal era feito separado do culto dos outros deuses.
E no Cristianismo? Qual é a visão da morte? Bom, nos grupos cristãos conservadores, o que se prega é que 99% da Humanidade vai pro Inferno, porque só quem segue estritamente o que aquele grupo específico dita é que “herdará o Reino do Céu”.
Talvez o exemplo mais claro disso (ou, no mínimo, um dos mais claros) seja o Catolicismo Romano, já que, de acordo com as declarações do atual papa, os membros de outras religiões, não praticam religiões, eles praticam “manifestações pseudo-religiosas” (então, já tão praticamente no Inferno); os cristãos que são membros de outras igrejas, são membros de “falsas igrejas”, que podem ser chamadas no máximo de “comunidades” (então, já tão praticamente no Inferno); um homem e uma mulher que tenham se casado dentro da Igreja Católica Romana mas que transem um com o outro por prazer, não tão mantendo a “castidade dentro do casamento” (então, já tão praticamente no Inferno). E como o papa é considerado a autoridade inquestionável e infalível dentro dessa igreja, todos os católicos romanos praticantes têm que concordar com isso (ou então, também já tão praticamente no Inferno, né?rs).É claro que essa não é a idéia de morte que Jesus quis passar. É só dar uma olhada na Oração de São Francisco de Assis pra comprovar isso:


Senhor, fazei-me um instrumento de Vossa paz
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
Onde houver discórdia, que eu leve a união
Onde houver dúvida, que eu leve a fé
Onde houver erro, que eu leve a verdade
Onde houver desespero, que eu leve a esperança
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria
Onde houver trevas, que eu leve a luz
Mestre, fazei com que eu procure mais
Consolar, que ser consolado
Compreender, que ser compreendido
Amar, que ser amado
Pois é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para a vida eterna

Esse, apesar de ter sido um súdito do papa na época em que viveu, entendeu o que Jesus queria. Já os atuais capachos do Vaticano... Fazer o quê, né?

As you guys know, in many countries, yesterday (November 2) the All Souls’ Day was commemorated. So, let’s talk about an element which is very difficult to understand, but also very fair: death.
I say death is something fair because it’s in everyone’s future. There’s no exception. It doesn’t care if you have a good or a bad erudition, it doesn’t care if you’ve had a good or a bad education, it doesn’t care the group of people which you’re a member of, it doesn’t care the religion of you’re a member of (or even if you don’t have any religion), it doesn’t care how you understand the World, it doesn’t care if you’re an honest or a dishonest person, it doesn’t care if you’re a strong or a weak person, it doesn’t care if you’re a healthy or a sick person... Once, you’ll die. So, death is something very democratic. If it’s democratic, it’s also fair.
Only 2 things are different in each person’s death: when and how the person will die.
We usually see 3 kinds of reaction when people think about death: fear, rage and sadness. Most of people hate having to die one day, get sad about having to leave their lives one day and (the most difficult to understand) are afraid of dying, but can’t understand by themselves why they’re afraid of that.
For many people, dying is just stop existing. But these people usually get furious or sad when they think about that. People who are afraid of dying are basically the ones who think they’ll continue alive in the other side, but having something very bad. By the way, all the religions say if you live in a fair way, you’ll have some kind of reward after your death; in the same way, if you live in an unfair way, you’ll have some kind of punishment after your death. Of course, each religion say you’ll find something different (as each religion call some things a little different as “the fair way to live” and “the unfair way to live”).


Bueno, es normal que una persona no quiera morirse. Pero si tiene un miedo neurótico de la muerte, se puede pensar que ella hizo alguna cosa en su pasado por la cual tiene miedo de responder después de la muerte. Es posible que tenga miedo de irse al Infierno o de reencarnarse en condiciones malas. Pero cada uno tiene su conciencia, ¿verdad?
Es interesante recordar que la muerte por si sola no es vista como una cosa mala por las religiones (lo que las religiones en general dicen que es mal es el castigo que los perversos tendrán después de la muerte).
En México, hay muchas festividades relacionadas con la muerte, por influencia cultural de la religión azteca, que no la veía nunca como un gran mal. Y la propia diosa azteca de la muerte, Coatlicue, era respresentada siempre sonreindo, como uds pueden ver arriba.
Para los griegos antiguos, el dios de la muerte era uno que tenía muchos nombres. Pero los más conocidos de sus nombres son Hades y Plutón. El es el dios de la agricultura, pero también el dios de la desctrucción, porque la agricultura quiere que haya muerte para que haya vida. Si nada se muere, nada se decompone en la tierra; si nada se decompone, no hay fertilización de la tierra; si no hay fertilización de la tierra, nada nace. Así, sin muerte, no hay vida.
En el Candomblé, la muerte tampoco es vista como una cosa mala. La diosa de la muerte es Yansá, a quien pertenecen los espíritus de los muertos. Así, para un miembro del Candomblé, morirse es solo quedarse un súbdito de Yansá.
Para no decir que la muerte no es vista como algo malo por ninguna religión, podemos recordarnos de la religión babilónica, que tenía muchos dioses terribles. Y tal vez la divinidad vista como la más terrible de esa religión sea Ereshkigal, la diosa de la muerte. Hasta mismo su culto era hecho separado del culto de los otros dioses!


Come la morte è vista nel Cristianesimo?
Bene, nei gruppi conservatori, quello che basicamente si dice è che 99% dell’Umanità andrà all’Inferno, perché solamente i membri di quel gruppo specifico che fanno quello che quel gruppo dice andranno al Cielo.
Questo si può vedere bene nel Cattolicesimo Romano. Il loro papa dice che le altre religioni sono “false religioni” (così, i suoi membri andranno all’Inferno), le altre chiese sono “false chiese” (così, i suoi membri andranno all’Inferno), un uomo ed una donna sposati nella sua chiesa che fanno il sesso solo per piacere non stano avendo la “castità dentro il matrimonio” (così, anche loro andranno all’Inferno)... Ed il papa è visto per i cattolici come infallibile, quello che obbliga i cattoli tutti quanti ad essere di accordo con lui (o andranno all’Inferno).
Chiaramente, non era così che Gesù vedeva la morte. Basta leggere la Preghiera Semplice di San Francesco per vederlo:

O Signore, fa di me uno strumento della Tua Pace:
Dove è odio, fa ch’io porti l’amore
Dove è offesa, ch’io porti il perdono
Dove è discordia, ch’io porti l’unione
Dove è dubbio, ch’io porti la fede
Dove è errore, ch’io porti la verità
Dove è disperazione, ch’io porti la speranza
Dove è tristezza, ch’io porti la gioia
Dove sono le tenebre, ch’io porti la luce
O Maestro, fa ch’io non cerci tanto:
Essere consolato, quanto consolare
Essere compreso, quanto comprendere
Essere amato, quanto amare
Poiché si è:
Dando, che si riceve
Perdonando, che si è perdonato
Morendo, che si risuscita a Vita Eterna

San Francesco ha capito quello che Gesù voleva. Ma quei che sono adesso nel Vaticano... Quei hanno già veramente capito qualcosa che Gesù voleva?


Até mais!