2/06/2007

UM PIONEIRO DA NUDEZ MASCULINA

Mateus Roberto Carrieri nasceu em São Paulo, em 19 de Fevereiro de 1967, numa família 100% italiana.
Ele começou a carreira como garoto-propaganda, ainda bebê.
Com 7 anos, ele teve a carteira profissional de ator assinada e o registro preparado pra participar da novela Um Dia, O Amor, ainda na extinta TV Tupi. E aí assumiu o nome artístico de Mateus Carrieri. Às vezes foi creditado como Matheus Carrieri. Mas é Mateus, sem H mesmo.
Logo depois, ele estreou no teatro com Pluft, O Fantasminha.
Apesar do lado profissional intenso nessa época, ele levava uma vida de criança normal, brincando pelos corredores da emissora.
Desde aquela época, o Mateus nunca teve muitas barreiras nem preconceitos com nada. O que os pais ensinaram a ele foi sempre tentar fazer o bem e nunca prejudicar ninguém de forma premeditada. O resto, é você sozinho quem tem que decidir se deve fazer ou não.
O Mateus sempre conviveu com gays e bis, desde criança. E também sempre teve amigos de todas as preferências sexuais e nunca teve preconceitos em relação a isso. Aliás, até hoje, ele defende que preconceito é uma coisa mais pessoal, e não de uma área profissional específica. E ele lembra que tem até atores pornô que têm vários preconceitos em relação a sexo.
Mas o Mateus afirma que nunca tocou sexualmente em homem nenhum.
Em 1983, depois de um namoro meio superficial com uma garota do mesmo colégio onde ele estudava, o Mateus teve a notícia que foi um dos maiores impactos da vida dele: com apenas 16 anos, ele soube que ia ser pai!
Bom, ele assumiu, se casou com a namorada, saiu da casa dos pais e foi morar com ela e, em Junho de 1984, nasceu o futuro professor de Educação Física Kaíke Carrieri.
Só que o casamento não durou nem 1 ano e, depois do divórcio, o Mateus e a ex viraram inimigos mortais. Até hoje, 23 anos depois, eles não se falam e evitam de se encontrar!
Só o Kaíke, durante a infância, é que manteve boas relações com ele, apesar de ter ficado morando com a mãe. Mas isso também ia mudar...
Em 1989, o Mateus se formou em Educação Física, o que acabou fazendo dele um símbolo sexual duplo: ator e professor de Educação Física tão sempre presentes nas fantasias sexuais de quase todo mundo, né? E ele é as 2 coisas!rs
Em 1993, ele voltou pro teatro (do qual tava afastado desde criança) com a peça Pigmaleoa. E daí pra frente, ele nunca mais deixou o teatro.
Ainda em 1993, o Mateus teve em outra peça: Hair, em que ficava completamente nu em uma cena. Foi a 1ª vez que ele ficou pelado em público, mas ele diz que não teve problema.
Nessa época, o Kaíke começou a se afastar do Mateus. Aos poucos, o Kaíke deixou de ir na casa dele, não aceitava mais que o Mateus fosse buscar ele na escola e, com 12 anos, acabou cortando contato quase definitivamente com o pai.
O motivo disso nunca foi muito bem esclarecido em público, mas o que o Mateus costuma explicar é que não teve 1 motivo único pra essa separação, e sim uma somatória de motivos. A verdade é que eles não querem dizer o que aconteceu em público, né?
Os fofoqueiros de plantão supõem que foi a mãe do Kaíke quem fez ele se afastar do pai. Mas ninguém tem certeza de nada, é claro.
No final de 1996, ele foi pra Argentina, trabalhar na co-produção brasilo-argentina Chiquititas, produzida pela Telefe e pelo SBT. Mas logo depois disso, a G Magazine convidou ele pra posar nu, na edição seguinte...
No início, o Mateus nem deu muita importância ao convite. Até porque a revista ainda não tinha nem 6 meses e não era muito conhecida. O que preocupou ele é que ele tava gravando um seriado infantil, né? E ele sabia que muitos pais não veriam com bons olhos os filhos assistindo um programa que tinha como ator um cara que tava pelado numa revista GLBT. Então, o Mateus, a G Magazine e a Telefe se reuniram e chegaram a um acordo: o Mateus faria as fotos no início de 1997, mas elas só seriam publicadas depois que ele terminasse a participação no seriado. Assim se fez: a edição nº 11, com as fotos dele, saiu em Agosto.
O Mateus confessa que ficou muito apreensivo quando fez o 1º ensaio fotográfico, porque ele não sabia o que poderia acontecer depois. Muita gente dizia que isso podia prejudicar ou denegrir a imagem pública dele, já que ainda era uma coisa meio desconhecida pra maior parte da sociedade.
Ao contrário do que se imaginava, a revista tava era suprindo uma carência do mercado brasileiro. E os resultados foram todos positivos (inclusive pra revista, que vendeu mais de 70.000 cópias naquele mês!).
O Mateus admite que amadureceu muito ouvindo tanto as críticas positivas quanto as negativas que fizeram a ele por esse ensaio.
Na entrevista que ele deu à G Magazine nessa mesma edição, perguntaram se ele faria um filme pornô. Ele respondeu que achava que não, mas que não sabia em relação ao futuro.
Em Maio do ano 2000, o Mateus descobriu um câncer na garganta. Mas como conseguiu tirar logo no início, nem precisou fazer quimioterapia.
Ele perdeu a voz completamente nas semanas seguintes, mas voltou a falar normalmente depois de um tratamento fonoaudiológico. E ele descobriu 2 grandes amigos nessa época: os atores Raul Gazolla e Cláudio Fontana, que ajudaram e apoiaram o Mateus o tempo todo.
O Kaíke também voltou a se aproximar dele um pouco nessa época, mas acabou se afastando de novo.
Desde que teve o 1º ensaio do Mateus, vários e vários leitores escreveram pra revista pedindo bis. E esse bis veio na edição de Setembro do ano 2000, quando a revista completava 4 anos. Mas o Mateus diz que esse ensaio foi bem mais tranqüilo que o 1º.
Nessa mesma época, ele tava apresentando o Comando GLS, na TV Gazeta. Mas isso foi por um período rápido.
Em 2001, o Mateus participou da 1ª edição do reality show Casa dos Artistas. E ele foi um dos que ficaram mais tempo: só foi eliminado na penúltima semana.
Aliás, 2 semanas antes de ser eliminado, o Mateus mandou uma mensagem ao vivo pro Kaíke, pedindo por uma reconciliação. E a produção do programa foi até a casa do Kaíke pra tentar gravar uma resposta, mas a mãe dele não deixou ele falar com ninguém.
O Mateus não desistiu e, no ano seguinte, mandou outra mensagem pra ele, no programa Falando Francamente, na véspera do Dia dos Pais. E depois dessa, o Kaíke resolveu finalmente se reconciliar com o pai e foi morar com ele.
Os 2 passaram a andar sempre juntos e o Kaíke até fez algumas figurações em peças em que o Mateus trabalhou.
Em Junho de 2004, os 2 posaram pelados juntos pra G Magazine. O Kaíke fez as fotos de nu frontal dele num dia e o Mateus fez as dele no dia seguinte. E os 2 juntos fizeram algumas fotos sem nu frontal no outro dia.
Até que o Kaíke tem algo a mostrar, né?

Mas se a gente comparar o corpo do Mateus com o do Kaíke, o pai tá bem melhor do que o filho, sem dúvida!

Em Janeiro do ano passado, o Mateus posou nu, pela 4ª vez, pra G Magazine, na edição nº 100 da revista. Dessa vez, ele fez 2 ensaios: 1 de nudez total e 1 só de fotos sem camisa, em que ele aparece lutando contra o Alexandre Frota.
No mês seguinte, poucos dias antes do Mateus fazer 39 anos, nasceu a Anna, filha dele com a atual e 4ª esposa Kelly.
E nesse ano, finalmente, ele decidiu aceitar o convite pra fazer, pela 1ª vez, um filme pornô. Se chama Clube Privê (muitos de vocês já devem ter visto, né?).
Muita gente pensou que o filme seria gay... Bom, tem uma cena bem rápida, meio no início, em que aparece uma suruba com tudo. Mas o Mateus mesmo só aparece transando com mulheres.
Ele admite que o motivo principal de aceitar entrar no mundo pornô foi o dinheiro, mas também o nível de pornografia que ele quer seguir, o pornô chique: cenas de sexo de verdade, mas sem partir pra vulgaridade escrachada.
Curiosamente, dos 6 homens que participaram da 1ª Casa dos Artistas, 3 viraram atores pornô poucos anos depois: o Mateus, o Alexandre Frota e o Marco Mastronelli.
O Mateus diz que os pontos fracos dele são os pés e o peito: se alguém começar a mexer ali, o cacete endurece no mesmo segundo! E ele diz que transa todo dia, a não ser quando tá muito, muito, muito cansado.
Quando tá viajando, longe da esposa, ele diz que se masturba bastante. Até porque, às vezes, a masturbação já impediu ele de fazer alguma besteira. Sexo fora do casamento, ele diz que só profissionalmente e com a esposa sabendo.
Então, vamos ver quais vão ser os próximos planos profissionais que ele tem em relação a sexo. E da pra ver que ele tá pronto.


Mateus Roberto Carrieri nació en San Pablo, en 19 de Febrero de 1967, en una familia italiana.
El apareció en comerciales cuando era bebé y comenzó su carrera de actor cuando tenía 7 años, con el apodo artístico de Mateus Carrieri.
Después, él se fue a trabajar en el teatro.
Mateus no tuvo nunca muchos prejuicios contra nada y siempre tuvo amigos de todas las preferencias sexuales. Pero dice que no tuvo nunca relaciones con hombres.
Sus padres le decían siempre que, si él hace lo posible para ser un hombre bueno y nunca un hombre malo con las otras personas, todo más le es permitido.
Con solamente 16 años, Mateus supo que su novia de la escuela estaba embarazada. Ellos se casaron, pero se separaron menos de 1 año después.
De ese casamiento, nació el futuro profesor de Educación Física Kaíke Carrieri, en 1984.
En 1989, Mateus tuvo su formación en Educación Física.
En 1993, él volió a trabajar en el teatro, con las piezas
Pigmaleoa y Hair.

In the end of his childhood, Kaíke (Mateus’ son) started getting farther and farther form his father. And at 12, he left Mateus almost completely.
Nobody knows clearly why it happened. And they don’t want to explain that in public. But some gossips say Kaíke’s mother didn’t want him to be near his father.
In 1996, Mateus went to Argentina to be as an actor in
Chiquititas, a Brazilian-Argentinian children’s TV series. But he was invited to pose naked to G Magazine at the same time.
So, he posed naked in the early 1997, but his pics were published only in August, after he had left
Chiquititas.
Mateus says he was very worried when he did it. Because he didn’t know what would happen later. In Brazil, men posing naked hadn’t been something common to that time. But that was the point: people wanted to see that! And the results were (and still are) very good.
At the magazine interview, Mateus was asked if he would accept to be in a porn movie. He answered he didn’t know anything about future. But at that time, he wouldn’t.
In 2000, he discovered a cacer in his throat. But it was removed with no big problems. He lost his voice, but it was back after some weeks.
Mateus says actors Raul Gazolla and Cláudio Fontana were his best friends at that time.
Also Kaíke came back to be with his father. But he left Mateus again after some time.

Dopo la prima volta che Mateus ha posato nella
G Magazine, molti lettori della rivista hanno chiesto una seconda volta con lui. E questo è sucesso nel Settembre del 2000, nell’anniversario di 3 anni della rivista.
Mateus ha detto che questa volta è stata più facile della prima.
In quest’anno, lui era lo showman del
Comando GLS, uno show per i gay e bisessuali che c’era alla TV.
Nel 2001, Mateus è stato in
Casa dos Artistas, un tipo di Gran Fratello con attori e cantanti brasiliani.
Allora, lui ha datto un messaggio in diretta a suo figlio Kaíke, da cui si aveva allontanato: Mateus voleva essere insieme a lui di nuovo.
I produttori dello show hanno cercato Kaíke per sapere la sua risposta. Ma sua madre non l’ha permesso di parlare con nessuno.
Nel 2002, nello show
Falando Francamente, Mateus ha datto un’altro messaggio a Kaíke. E questa volta lui è riuscito ad avere il figlio insieme a lui.
Kaíke ha lavorato in alcuni show teatrali insieme a Mateus.
Nel 2004, il padre ed il figlio hanno posato nudi insieme nella
G Magazine. Voi potete vederli sopra (Kaíke nella prima foto, i due nella seconda e Mateus nella terza).
Nel 2006, Mateus ha posato di nuovo nella
G Magazine. Questa volta ci sono state delle foto sue nudo ed altre senza camicia, insieme ad Alexandre Frota.
Dopo questo, Mateus ha avuto una figlia (Anna) con sua moglie (Kelly).
Nello stesso anno, lui è stato nel film porno
Clube Privê. Lui dice che è entrato nel mondo porno prima per i soldi e dopo per il tipo di pornografia che vuole avere: sesso reale, ma senza quelle cose schifose.
Veramente, 3 uomini che sono stati in
Casa dos Artistas sono diventati attori porno dopo questo: Mateus, Alexandre Frota e Marco Mastronelli.
Mateus dice che non fa il sesso tutti i giorni solo se è troppo stanco. E se è lontano della moglie, lui si masturba sempre: fà il sesso senza lei solo come attore porno e solo se lei lo sa.


Bom, até a próxima!

8 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Eu não sabia que o Marco Mastronelli tinha feito filme pornô. Qual foi, você sabe o nome?

Faz um post sobre ele.

3:55 PM  
Blogger Mariposo-L said...

Ele é muito gostoso ....

8:40 PM  
Anonymous carioca said...

Anônimo→ Vou fazer um post com umas fotos do Marco na Sexta ou no Domingo.

Mariposo-L→ É um dos cacetes mais cobiçados do Brasil, né?rs

12:23 AM  
Blogger Divorciado said...

Os dois são bonitos, mas sou + o filho.

11:40 AM  
Anonymous Anônimo said...

Se você encontrar o nome do filme que ele fez comenta, gostaria de procurar algo para ver.
Valeu pela resposta

1:52 PM  
Blogger carioca20 said...

Esses dois são muito, mas muito gostosos. Não sei qual é o melhor.

Ele foi pai muito cedo, e esse ódio da ex dele que o afastou do filho, com certeza.

Nuss... eu não sabia que o Marco gostoso pra caralho Mastronelli era ator pornô!!! Vou procurar informações na internet.

Carioca, a gente se vê pela zona Sul do Rio heheheh.

Abs

6:03 PM  
Anonymous carioca said...

Divorciado→ Você prefere mais os magrinhos do que os musculosos, né?rs

Anônimo→ Tá bom. Vou procurar saber.

Carioca 20→ rsVai ser muito legal conhecer você.
Abraço!

12:59 AM  
Anonymous Alex said...

Que tesão essa G!!
Maior fetiche pai com filho né, mais até que irmãos, uma das melhores G que teve!!!
Podiam ter feito do Marcelo Picchi com o filho Thiago também, já pensou!!!!!!
Entre o Mateus e o kaike não tenho um preferido, acho que se complementam, afinal a idéia é essa né??

1:10 PM  

Postar um comentário

<< Home