1/26/2007

CAMISINHA JÁ!

Olá!!!

Isso já tá virando hábito, né? Eu anuncio o post seguinte prum dia e mando no dia anterior.rs É que eu tenho aproveitado o tempo livre. É uma das vantagens de tá de férias, que aliás, já tão pra acabar...
Bom, como eu disse no post precedente, ele tem a ver com esse aqui. Como a gente viu, nos anos 70, o sexo era feito de uma forma muito livre, mas também muito sem segurança. E como era exatamente nessa época que a AIDS tava se desenvolvendo, deu no que deu: a grande maioria das vítimas foram contaminadas no final dos anos 70 e início dos 80.
Mas isso é só a ponta do iceberg. A AIDS é só o problema principal, mas tá longe de ser o único problema: tem várias outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) que também podem matar, como a hepatite, a sífilis e tal. E tem as DSTs que não matam, mas é claro que também se deve evitar, como a gonorréia, a herpes e tal... Só tô lembrando porque, do jeito que algumas pessoas falam, parece que elas esquecem que essas outras doenças também tão por aí, né?
Mas enfim: por que é que, naquela época, as coisas chegaram ao ponto que chegaram? Porque a camisinha era algo praticamente desconhecido. E mesmo quem conhecia nunca usava.
Só depois que apareceram todas aquelas campanhas a favor do sexo seguro é que, ao longo do tempo, a maior parte da população foi vendo do que se tratava. E até aqueles desenhos que davam instruções sobre como botar a camisinha ajudaram.

Bom, o caso mais indiscutível de quando se deve usar camisinha é mesmo o sexo anal, né? Aí, até por questões higiênicas, deve se usar sempre. Porque o ânus, por mais limpo que seja, sempre fica, no mínimo, com micropartículas de fezes, não tem jeito. E junto com essas mircopartículas, ficam sempre alguns vírus, algumas bactérias e outros bichos, não é verdade?
Então, mesmo que o parceiro passivo seja 100% saudável, não tenha doença nenhuma, ele pode causar uma inflamação ou infecção no parceiro ativo, se as micropartículas de fezes dele entrarem pela uretra do outro.
Agora, se um dos 2 tiver qualquer DST, aí nem precisa falar, né? O sexo anal é, sem dúvida, a prática mais perigosa porque sempre acontece um sangramento. Por mínimo que seja e por menos que dê pra ver, mas sempre acontece. E misturar o esperma de um parceiro com o sangue do outro parceiro, a gente sabe que sempre dá merda. Tanto pro ativo quanto pro passivo.
E o sexo oral? Bom, no sexo oral fica meio difícil definir quem é o ativo e quem é o passivo, né? Mas pra não complicar, vamos dizer que o ativo é o que é chupado e o passivo é o que chupa. Pronto!rs
Bom, o sexo oral, como a gente sabe, é até muito mais comum do que o anal. Porque é mais fácil de fazer, dá menos trabalho e tal. E mesmo que a intenção seja, depois, chegar ao anal, as preliminares, geralmente, começam com o oral, não é isso? Então, também é muito importante de se falar aqui, porque, de acordo com todos os sexólogos, também é recomendável que o sexo oral seja feito com camisinha. Principalmente quando é feito no improviso, numa hora que não tava planejado. Porque aí, geralmente, o cacete do ativo não tá 100% limpo, a boca do passivo também não tá 100% limpa ou até as duas coisas! Conclusão: mesmo que nenhum dos 2 tenha nenhuma DST, um pode passar alguma doença pro outro relacionada simplesmente à falta de higiene.
Quanto às DSTs, se o passivo tiver uma feridinha pequenininha e insignificante na boca, essa feridinha pequenininha e insignificante vai ter um sangramento (mínimo que seja) na hora do sexo oral por causa do atrito. Se o passivo tem uma DST e esse sangramento entra pela uretra do ativo, já era! Se o ativo tem uma DST e goza em cima da feridinha na boca do passivo, já era também!
Aí, tem gente que fala: “Ah, mas eu odeio chupar com gosto de borracha!”. Tudo bem. Então, você procura ter certeza de que não tem nenhuma DST, procura ter certeza de que o seu parceiro também não tem, examina bem a sua boca antes, limpa bem a sua boca antes e observa se o cacete do cara tá limpo antes. Aí, até 2ª ordem, tá tudo bem. Até porque tem gente que faz questão de provar o esperma do parceiro, faz questão de engolir e tal, porque acha que isso é uma parte integrante do sexo oral e não pode faltar. Bom, tomando os devidos cuidados, não tem problema. Mas de outro modo, a camisinha é sempre recomendável na hora de chupar também.
E no caso da masturbação a 2? Por incrível que pareça, também é recomendável! O problema básico é o de sempre: a feridinha pequenininha e insignificante. Essa é quase sempre a vilã, porque você não presta muita atenção nela, né? E se você tiver uma ferida assim na mão, ou perto da mão, o que é que acontece na masturbação a 2? Você tá lá masturbando o seu parceiro, ele ejacula e alguma gota do esperma dele pula exatamente em cima da sua ferida! Se ele tiver uma DST, já era!
Olhem quando eu digo ‘já era’, é simplesmente pra ficar em alerta, tá? Você corre pro urologista o mais depressa possível e vê o que aconteceu! Aliás, ir ao urologista, no mínimo, 1 vez por ano, fazer um check-up geral e fazer todos os exames de DSTs é uma boa. Pra dizer a verdade, é uma ótima! Eu vou todo ano!
E é claro que, como sexualidade é um assunto meio infinito, mesmo que você já tenha 150 anos tem coisas que você ainda não sabe, é sempre válido assistir os filmes sobre educação sexual.Nessa cena do filme sueco Karlekens Sprak 2000, o ator Martin Hedman mostra como botar uma camisinha.



Mas olhem só: por falar em filmes sobre educação sexual, se hoje existe já tanta informação sobre camisinha, porque será que algumas pessoas relutam tanto em usar? Bom, por incrível que pareça, um dos motivos básicos é a pressão de alguns grupos religiosos contra a camisinha. Nem sempre, é claro. A maior parte das igrejas protestantes aceitam numa boa e até aconselham o uso da camisinha. Mas e a Igreja Católica?
A gente sabe que o Vaticano mantém intransigentemente a idéia de que o sexo só pode ser usado com 2 únicos propósitos: pra consumar o casamento e pra ter filhos. E é por isso que a Igreja Católica se mantém contra tão a ferro e fogo, já que a camisinha é destinada a uma prática sexual que não é pra ter filhos.
Então, qual é a mensagem que o Vaticano sempre transmite?

NÃO USEM CAMISINHA!!! PODEM PEGAR HEPATITE, PODEM PEGAR SÍFILIS, PODEM PEGAR AIDS, MAS NÃO USEM CAMISINHA!!!

O Vaticano pode até não falar com essas palavras, pode até não falar tão abertamente assim, mas a mensagem transmitida na prática é sempre essa. É ou não é?
Agora vejam... O Catolicismo se preocupa realmente com o bem-estar dos fiéis em 1º lugar? Ou se preocupa em manter a soberania infalível e inquestionável do Vaticano em 1º lugar?
Eu já sei que vai ter gente que vai dizer: “Ah, mas tem grupos dentro da Igreja Católica que tem uma visão mais light da camisinha”.
Tudo bem. Eu sei disso. Mas são esses pequenos grupos progressistas de um lado e o Vaticano do outro. E aí? Quem vocês acham que ganha?
Até porque esses pequenos grupos progressistas são católicos. Sendo católicos, eles são súditos do papa e ficam submetidos ao absolutismo do Vaticano. Então, eles podem até fazer movimentos e campanhas a favor da camisinha e coisas desse tipo. Mas se vier uma ordem papal exigindo que esse movimento ou campanha pare, eles são obrigados a calar a boca.
E a mesmíssima coisa em relação aos padres: tem padres que têm uma visão mais light do uso da camisinha; mas se o Vaticano mandar eles calarem a boca, eles são obrigados a calar a boca.
A liberdade que esses grupos (ou padres) demonstram dentro da Igreja Católica, na verdade é uma liberdade superficial. Ou, eu diria até, uma liberdade ilusória. Porque de um jeito ou de outro tem lá o Vaticano, ditando as regras que esses grupos podem ou não seguir.
Bom, além da pressão religiosa, é claro que também tem outros motivos, como as pessoas que não usam porque não gostam do contato sexual com camisinha. Mas isso vem diminuindo nas últimas décadas. Acho que aí é um problema mais comum com as pessoas com mais de 40 anos, que iniciaram a sexualidade delas sem muito acesso à camisinha. Porque quem tem de 35 anos pra baixo cresceu ouvindo falar em camisinha, com certeza.
Mas pensem no seguinte: contato sexual com camisinha não é questão de gostar ou não gostar; é questão de sobrevivência.

Take care of your cock. And don’t forget the condom!

Cuida de tu polla. Y no te olvides del condón.

Ti occupa del tuo cazzo. E non dimenticare il profilattico!


É isso, gente. Bom fim de semana e divirtam-se... Mas com o cacete emborrachado!

See you guys again next Monday!

12 Comments:

Anonymous Lover said...

Valeu toda essa informação, porque muitas vezes esquecemos determinados cuidados e há que nunca esquecer que os perigos estão ai... Abraçao grande, valeu toda essa info...

7:41 AM  
Blogger Divorciado said...

É carioca, mesmo a gente sabendo de tudo isso, nunca é demais ler novamente.
Muito boa toda essa informação.
Gde Abraço.

9:22 AM  
Blogger ludovico96rp said...

Querido Carioca!
Que saudades!!! Tudo bem?
Boa a sua lembrança de postar sobre o uso da camisinha. Valeu. Nota 1000.
Bjs. no coração.

1:58 PM  
Blogger RIC said...

Muito bom, Carioca! Parabéns! Ligeiro, mas muito pedagógico!
Como bem referes, é sempre bom não ter certezas! «Pela boca morre o peixe»... E saúde sexual é fundamental!
Abração!
Bom fim-de-semana! :-)

4:22 PM  
Blogger KAIKE said...

adorei essa postagem...
muito informativa cara...
vc ta de parabens

7:59 PM  
Anonymous carioca said...

Engraçado: quando eu recadastrei o blog no novo Blogger, os nomes de alguns de vocês sumiram dos comentários, e apareceu ‘anônimo’ no lugar deles... Mas podem deixar que eu sei quem comentou o quê, tá?rs

4:49 PM  
Anonymous carioca said...

Lover→ É claro. Mas não são bem informações. São lembretes, né? Vocês já sabiam basicamente tudo aí.

Divorciado→ E muitas vezes isso cai no esquecimento, né? Por isso é preciso ler novamente.
Abraço!

Ludovico 96→ Mandei um e-mail pra você. Você recebeu?

Ric→ Super fundamental!
Abração!

Kaíke→ Legal que você gostou. Esse assunto andava meio esquecido nos blogs, né?

4:54 PM  
Anonymous Ladra do Bem said...

Demorei mas apareci rssss
Vim agradecer imensamente a sua presença na minha deliciosa festa virtual...não imagina como fiquei feliz com seu cartão e seu carinho.
Um grande xêro

7:30 PM  
Anonymous carioca said...

Que bom que você gostou, Ladra. Essa idéia do Mariposo foi o máximo, né?
Xero pra você também.

2:28 AM  
Blogger mariposo said...

Sabe que eu e Mariposo-R só usamos as camisinhas "novas" ou seja os lançamentos , principalmente as texturisadas ou com sabores ...... de qualquer forma é treinar de vez em quando ..... nunca se sabe quando vai precisar delas

11:02 AM  
Blogger binhosampa said...

Cara. Demais esse post. Está de parabéns! Informações muito importantes, sempre é bom lembrar delas.

Abs e Inté

6:59 PM  
Anonymous carioca said...

Mariposo→ Essa com sabor eu nunca experimentei, não! É boa?rsrs

Binhosampa→ O problema é que, às vezes, essas informações acabam ficando esquecidas, né? Claro que é sempre bom lembrar delas.
Abraço!

3:24 AM  

Postar um comentário

<< Home