1/29/2007

EXPLICAÇÃO

Antes de encerrar, quero só esclarecer uma coisinha aqui... Eu recebi, nos últimos tempos, uns e-mails de umas pessoas perguntando por que é que eu deixei de ir ao Complexo de Anjo e se eu briguei com o Marcelo. Então, pra não ficar respondendo a 1 por 1, como tem acontecido, me deixem dar uma resposta geral aqui: eu não deixei de ir ao Complexo de Anjo e também não briguei com o Marcelo. Eu continuo passando por lá de vez em quando, só que não comento mais lá, a não ser em situações em que eu não precise dar a minha opinião. No Ano Novo eu desejei Feliz Ano Novo a ele (e só) e no outro dia perguntei se ele tinha recebido um e-mail que eu tinha mandado (e só). Mas dizer o que eu penso ou o que eu sinto, não mais!
É que as opiniões que o Marcelo aceita receber lá são de pessoas que tão descontentes com a própria sexualidade, que gostariam de deixar de ser gays a qualquer preço e tal. Tudo bem! Eu entendo! Eu sei que ser gay, pra muitas pessoas, é muito difícil, vai contra vários sonhos que elas mantinham desde crianças, não é o que a família delas queria, dificulta muito a convivência com algumas outras pessoas... Tudo isso eu sei. E como eu já disse, eu entendo perfeitamente esse lado da história. Sem dúvida. Até porque todo gay, inclusive eu, já passou por situações no mínimo parecidas com essas.
Só que não precisa ser assim pra sempre: lamento muito pelos conservadores de plantão, mas tem gente que consegue aprender a ser feliz sendo gay. Eu, por exemplo.
Sabem aquela história de que, “se você ganhou um limão azedo, faça uma limonada doce com ele”? Pois é. Eu aprendi a enxergar o lado bom da vida gay, aprendi a tirar os proveitos que dá pra tirar das situações que acontecem comigo por ser gay, aprendi a observar mais as intenções das pessoas antes de deixar que elas se aproximem... Como tudo que existe, SEM EXCEÇÃO, a vida gay tem vantagens e desvantagens. E eu aprendi a enxergar as vantagens, e não só as desvantagens. A homossexualidade não é uma maravilha absoluta, mas também não é uma desgraça. Se pra algumas pessoas ela é vista como uma maldição, eu aprendi a transformar ela numa vantagem, num caminho que me permite aprender, numa dádiva... E isso só se aprende mesmo com o tempo e com as experiências pelas quais a gente passa sendo gay.
Mas vai tentar explicar isso pro Marcelo! Ele tem um ataque quando ouve alguma coisa parecida com isso!
Então, eu não vou chegar lá no blog dele pra comentar coisas que eu não penso e coisas que eu não sinto. Assim, prefiro não dar a minha opinião pra mais nada lá. E provavelmente não vou fazer falta.
Mas briga, da minha parte, pelo menos, não houve.
Espero que não tenha ficado nenhuma dúvida. Mas se ficou, quem quiser, pode falar. Tô às ordens pra responder.

5 Comments:

Blogger RIC said...

Parabéns, Carioca, pela frontalidade e honestidade! Aumentou a minha admiração por ti!
Abração!
:-)

5:09 PM  
Anonymous Anônimo said...

O bloq do Marcelo é muito bem escrito, mas chega uma hora que se a gente prestar atenção, ele passa a ser um muro de lamentações.
Parabéns carioca por vc ter chegado no estágio que chegou.
Eu acredito que vc deve ter sofrido bastante. Ainda bem que vc consegui superar. Vc é um felizado, pois muito pouca gente consegue chegar no estágio que vc chegou.

9:24 PM  
Anonymous carioca said...

Ric→ Não dava pra mandar esse recado sem ser de forma direta. Até porque algumas pessoas não tavam entendendo por que eu tinha sumido de lá.
Bom, abração.

Anônimo→ Meu amigo, como eu disse, isso se aprende com as experiências pelas quais a gente passa. Acredito que todo mundo, se se esforçar (se esforçar muito, em alguns casos), chega nesse estágio.

4:52 AM  
Blogger mariposo said...

Também não muito chegado a ler blog's que as pessoas só lamentam ...lamentam...lamentam.....

11:06 AM  
Anonymous carioca said...

Mariposo, o problema não é quando a pessoa só lamenta, lamenta e lamenta. O problema é quando a pessoa lamenta por uma situação, você tenta explicar a ela que essa situação não é a desgraça que ela acha que é e ela se sente ofendidíssima quando você tenta explicar isso. O que mais dizer a essa pessoa? É por isso que eu deixei de dar a minha opinião lá.

3:09 PM  

Postar um comentário

<< Home