12/28/2006

O PUMA DA VENEZUELA

Olá!!!

Tamos aí de novo!
Ah, pra quem não viu, eu botei na lista de sites aqui do blog o link do JGBR. É um grupo que congrega judeus gays, lésbicas e bissexuais do Brasil pra debater as questões ligadas à homossexualidade na Comunidade Judaica.
Gostei muito do site! Quem quiser dar uma olhada lá, com certeza vale a pena!
Bom, vamos ao tema de hoje: com exceção dos brasileiros que eu já mencionei aqui (e vou continuar mencionando, é claro), eu ainda não tinha falado de ninguém de outro país da América do Sul, né? Então, vamos mudar isso já...Ele não chega a ser um dos nomes mais conhecidos do Brasil, mas, pros nossos vizinhos hispânicos, é um dos cantores mais famosos que eles conhecem. Então, pra saber um pouquinho mais sobre ele, vamos dar uma olhada no ator e cantor venezuelano José Luis Rodríguez. Ou, como ele foi apelidado, El Puma.

José Luis Rodríguez González nasceu em Caracas, em 14 de Janeiro de 1943. E ele era o 11º filho de uma família muito pobre.
Quando o José tinha 6 anos, o pai, um imigrante espanhol, morreu.
A mãe, apesar de não trabalhar e ser analfabeta, participou de uma revolta contra o Marcos Perez Jimenez, o então ditador da Venezuela. Mas, por causa disso, ela teve que deixar a Venezuela e fugir com os filhos pro Equador, onde eles ficaram por 2 anos.
De volta à Venezuela, o José teve que trabalhar como engraxate e empacotador de mercado.
Mais tarde, ele conseguiu entrar prum curso na Escola Técnica Industrial de Caracas, onde conseguiu formar um grupo musical com outros adolescentes, os Zeppis.
Apesar do grupo não ter durado nem 1 ano, o José soube que era mesmo à música que ele queria se dedicar. E ele começou a se apresentar em todos os lugares que podia, assim como tentava participar de todos os concursos que podia.
Tendo conhecido o músico José Enrique Chelique Sarabia, esse ajudou o José a participar de um programa musical, onde ele passou a se apresentar. E daí ele já conseguiu gravar o 1º disco, com o nome artístico simplificado de José Luis Rodríguez.
Logo depois disso, com 20 anos, ele foi contratado pelo falecido diretor de orquestra dominicano Luis María Billo Frómeta.
O José ficou na orquestra dele por 4 anos. E nesse período, ele gravou 6 discos com os mais variados estilos de música dos anos 60: bolero, chá-chá-chá, mambo e tango. E logo virou um símbolo sexual da época.


Ele também viajou se apresentando pelo Caribe e pelas Américas Central e do Sul. E até se apresentou cantando em algumas peças de teatro musicais. E foi aí que o José conheceu a atriz Lila Morillo, com quem se casaria em 1966. Mas como eles realizaram só a união civil, e não um casamento religioso, isso foi meio mal visto por algumas daquelas famílias ultracatólicas da Venezuela.
Desse casamento nasceriam 2 filhas: as futuras atrizes Liliana Rodríguez e Lilibeth Morillo.
Em 1969, o José estreou no cinema, com o filme Las Golfas. Mas ele sempre foi, em 1º lugar, cantor: a carreira dele de ator sempre teve em 2º plano.
Quando tinha 30 anos, ele foi pra Porto Rico. E lá ele deixou o Catolicismo e se converteu ao Protestantismo, sendo batizado e tudo na nova igreja dele. Aí que ele passou a ser visto mesmo como uma espécie de marginal pelos católicos, né?
De qualquer forma, o José chegou a gravar algumas músicas no estilo Gospel nessa época. Mas logo depois voltou ao repertório antigo.
Em 1974, ele participou da novela venezuelana Una Muchacha Llamada Milagros, quando interpretou um personagem chamado El Puma. E esse personagem foi tão marcante e todo mundo começou a chamar ele tanto de “El Puma”, “El Puma”, “El Puma”, que ele acabou acrescentando o nome desse personagem ao nome artístico dele: virou José Luis Rodríguez El Puma.
Em 1978, ele teve talvez o trabalho dele como ator mais conhecido no Brasil, na novela venezuelana Cristina Bazán.
Ainda em 1976, o José decidiu investir na carreira internacional, lançando um disco na Espanha (Una Canción de España). E esse foi só o 1º de 4 discos seguidos por lá!
Depois, em 1980, foi a vez da Colômbia, onde ele lançou Cantando Éxito de Siempre, o 1º de 9 discos seguidos.
Depois disso, o José foi pros Estados Unidos, passando a morar na Flórida. E tá lá até hoje.
Na época, existia uma fofoca falando de uma rivalidade entre o José e o Julio Iglesias, já que cada um era visto, por grupos diferentes, como a voz masculina principal da Música Hispânica. Mas os 2 resolveram dar fim a esse disse-me-disse gravando em dueto a música Torero.
Em 1984, o José se lançou na Itália, cantando em Italiano. Mas claro que ele não chegou a crescer lá tanto quanto nos países de Língua Espanhola.
No ano seguinte, o nome dele voltou a aparecer aqui pelo Brasil, quando gravou o disco El Último Beso, com participação da Simone.
Em Junho de 1986, ele se divorciou da Lila.
Desde 1987, o José vem lançando discos e, mais tarde, CDs nos Estados Unidos. E nesse mesmo ano ele começou a ter um caso com a modelo cubana Carolina Pérez, com quem teve uma filha, também nesse mesmo ano: a futura atriz Génesis Rodríguez.
Em 1995, o José fundou a 1ª emissora especialmente musical da Venezuela, a Bravo TV, que depois mudaria de nome pra Puma TV.
Em 1997, ele se casou com a Carolina. E eles tão juntos até hoje...
Em 2004, o José adotou a cidadania estadunidense (não se diz mais “cidadania americana”), mas mantendo também a cidadania venezuelana. Mas esse também foi um ano meio complicado da vida dele: quando descobriu que a Génesis (que na época ainda tava pra fazer 17 anos) tava tendo um caso com o ator mexicano Mauricio Islas (que já tinha 30) o José denunciou ele à polícia por corrupção de menores.
O Mauricio foi detido e julgado. E quase foi sentenciado a 15 anos de prisão. Mas a condenação foi substituída pelo pagamento de uma indenização de alguns milhões de dólares à família da Génesis.
É claro que, até devido ao alto valor da indenização, a fofoca foi crescendo: teve gente dizendo que ela foi estuprada, teve foi gente dizendo que ela ficou grávida... rs Mas parece que foi não tudo isso, não.
Bom, agora, em 2006, o José lançou um CD independente, El Puma Rodríguez Homenajea a José Alfredo Jiménez.
Antes disso, as companhias de gravação de que ele já tinha feito parte tinham sido, por ordem, a Discos Gramko, a Discos Hit Parade, a Velvet, a Fonograma, a Top Hits, a Ariola, a CBS Columbia, a Polygram Latino, a CBS Columbia Internacional, a Sony Music International, a Sony Discos, a Sony BMG Music, a Universal Musica Latino e a Líderes Intertainment Group.
Como ator, ele teve ao todo 14 trabalhos no Cinema e Televisão (principalmente em novelas).

José Luis Rodríguez González è nato a Caracas, nel 14 di Gennaio del 1943. Lui aveva 10 fratelli più vecchi. E suo padre è morto quando lui aveva 6 anni.
Sua madre ha avuto un’estradizione da Venezuela in Ecuador, perché è stata in una rivolta contro il dittatore Marcos Perez Jimenez. E José c’è andato insieme a lei per 2 anni.
Quando loro sono tornati in Venezuela, dopo aver lavorato molto, José è stato in un gruppo musicale adolescente, gli Zeppis.
Il gruppo è finito quasi dopo aver cominciato. Ma José ha deciso di continuare la sua carriera musicale.
Il musico José Enrique Chelique Sarabia l’ha aiutato nella sua carriera, fino a lui riuscire ad avere il suo primo disco, siccome il nome artistico di José Luis Rodríguez.
Quando lui aveva 20 anni, ha avuto un contratto di Luis María Billo Frómeta per lavorare nella sua orchestra, dove José è stato per 4 anni ed ha gravato 6 dischi.
Lui è stato in diversi paesi ed ha lavorato in alcuni show teatrali musicali.
Nel 1966, José ha sposato l’attrice Lila Morillo. Ma loro si sono sposati solo in comune e non hanno avuto il matrimonio in chiesa.
Loro avrebbero 2 figlie: le attrici Liliana Rodríguez e Lilibeth Morillo.

In 1969, José was in his 1st movie,
Las Golfas. But his singing career’s been always before his acting career.
At 30, he moved to Puerto Rico. And there he converted to Protestantism.
At this time, José recorded some religious songs. But after that he went back to his old style.
In 1974, José was in the soap
Una Muchacha Llamada Milagros, as El Puma. And the name of this character became so famous that he decided to include it in his stage name. From that time to nowadays, he’s been José Luis Rodríguez El Puma.
In 1976, he released a disc in Spain,
Una Canción de España. And this one was only the 1st one before the next 3 discs.
In 1980, he released
Cantando Éxito de Siempre, in Colombia (the 1st one before other 8 discs).
Also from this time to nowadays, José’s lived in the United States.
Some gossips said he and Julio Iglesias were enemies. But these were really only gossips.
In 1984, José recorded some songs in Italian too.
In 1986, he divorced from his wife Lila.

Desde 1987, José tuvo discos y, después, CDs en los Estados Unidos.
En ese mismo año, él tuvo una relación con la modelo cubana Carolina Pérez, con quién tenería 1 hija, la actriz Génesis Rodríguez.
En 1995, José fundó la emisora musical Bravo TV, que después cambiaría el nombre para Puma TV.
En 1997, él se casó con su novia Carolina. Y los dos están juntos hasta hoy.
E 2004, José tuvo la ciudadanía estadounidense, pero él mantuvo la ciudadanía venezolana también.
También en ese año, José denunció el actor mexicano Mauricio Islas por corrupción de menor de edad: Mauricio tuvo relaciones con Génesis, que tenía solo 16 años.
Mauricio fue preso y cási condenado a 15 años de detención. Pero su condenación fue substituída por pagar la indemnización de millones de dólares a la familia de Génesis.
E 2006, José tuvo su primer CD idependiente:
El Puma Rodríguez Homenajea a José Alfredo Jiménez.
Las compañías en que él ya trabajó fueron Discos Gramko, Discos Hit Parade, Velvet, Fonograma, Top Hits, Ariola, CBS Columbia, Polygram Latino, CBS Columbia Internacional, Sony Music International, Sony Discos, Sony BMG Music, Universal Musica Latino y Líderes Intertainment Group.
Como actor, José tuvo hasta hoy 14 trabajos en Cine y TV.


Bom, eu volto no Sábado com o post histórico que era pra ter saído na Terça.rs Até lá!

A Sabato!

7 Comments:

Blogger KAIKE said...

ah.....
não sei desse cara.
bom... valeu pela passagem do meu blog...
e por aquela explicação sobre suicidio... não sabia que tinha certos dias em que acontece isso.
bigadão mesmo.
beijão lord

1:03 AM  
Blogger Divorciado said...

Oi Carioca, vou dar uma olhada no grupo dos judeus JGBR...e aproveito para desejar a você um Feliz 2007 com muita saúde e realizações. Bjão.

10:11 AM  
Anonymous Anônimo said...

Desconhecia-o por completo, Carioca! Muito obrigado!
Com as actuais relações entre a Venezuela e os Estados Unidos, o homem não deve ter uma vida muito tranquila...
Um abraço amigo!

3:47 PM  
Blogger Kaka said...

Oi amigo!
Olha não sabia tb sobre esse cantor!

Legal a tragetória dele, né? rs

Beijo! Adorei a sugestão! rs

4:23 PM  
Blogger Rafael Magnago said...

olá rapaz
td bem
desculpe pela demora em passar aqui
estava sem net e sem pc
mas jah está concertado
essa semana to voltando aos blogs
como tem passado?
rapaz. q puma esse heim
rsrsrs
bjão meu kerido
té mais

1:51 AM  
Anonymous Carioca said...

Kaíke→ Pra dizer a verdade, pouca gente no Brasil conhece ele.
Sobre a questão do suicídio, aquilo é o que as estatísticas mostram.
Bom, beijão!

Divorciado→ Feliz 2007 pra você também!
Beijão!

Ric→ Mesmo sem os Estados Unidos, a situação da Venezuela nunca foi muito tranquila, né? Enfim...
Abraço! Até mais!

Kaká→ A sugestão que eu te passei é pra fazer aquela experiÊncia, né? Mas não esquece do mais importante: não fala nada de comprometedor. Se solta, mas sem passar de certos limites, né?
Beijo, querido!

Rafael→ Bem-vindo de volta!
Eu já tinha sabido que vocÊ teve uns problemas técnicos.rs
Bom, espero que teja tudo bem agora.
Beijo!

3:30 AM  
Blogger Luciano said...

Acho que você está mais que certo, ela veio fazer uma inspeção na minha vida, e acho que ela anda muito curiosa.
Quanto aos gringos lindos, posso dar sugestão? Tipo, votar em um cara sobre o qual gostaria de ler um post, e se o cara por acaso for um artista que na sua opinião também seja sexy e interessante, e se vc tiver vontade e interesse de escrever sobre ele vc faz um post? Se der pra dar sugestões, vou deixar a minha. Um não muito conhecido Jerry Doyle, que fez o Garibaldi na série Babylon 5. Ele tem um corpão e uns olhos, daqueles de levar à loucura, na minha opinião.
Um Feliz 2007 pra você, muita paz, felicidades, amor, sexo, e tudo de bom!
Um abraço!

3:25 PM  

Postar um comentário

<< Home