12/18/2006

O AUSTRALIANO IRLANDÊS

Olá!!!

Bom início de semana pra todo mundo!
Antes de começar, deixem eu falar uma coisa com vocês: como no post precedente eu mencionei a novela Páginas da Vida, e como essa novela tá tratando (entre outros temas) da questão da Síndrome de Down, eu decidi dar uma força aqui no blog também.
Esse mês, fazendo um trabalho pra faculdade, eu descobri a Fundação Síndrome de Down, que se dedica a cuidar do desenvolvimento psico social de pessoas com essa síndrome. Ela se mantém em Campinas desde que foi fundada, nos anos 80. E como todas as instituições especiais, ela agradece por qualquer ajuda que a gente possa oferecer. Então, eu vou deixar aqui o link da página principal do site dessa instituição.

http://www.fsdown.org.br/home.htm

Quem quiser conhecer a instituição, saber como ela funciona ou mesmo fazer qualquer doação, vai ter lá todas essas informações, tá?
Bom, vamos ao tema de hoje. Como eu já tinha dito, dessa vez eu vou falar sobre um personagem histórico. A gente pode dizer que ele foi um dos personagens principais da História do Cinema dos Estados Unidos. Então, com vocês, o ator, diretor, produtor e roteirista australiano Errol Flynn.
Errol Leslie Thompson Flynn nasceu na Tasmânia, em 20 de Junho de 1909. Ele era filho do biólogo Theodore Thompson Flynn.
O Errol foi uma criança extremamente bagunceira e um adolescente extremamente tarado.rs
Ao longo da infância e da adolescência, ele era constantemente expulso de todas as escolas onde era matriculado, por provocar desordem. E até o final da adolescência, o Errol teve vários empregos (agente da Marinha, agente de polícia, castrador de carneiros, engenheiro de saneamento, pescador, soldado e tesoureiro, entre outros), mas ele não parava por muito tempo em nenhum, já que sempre arranjava alguma confusão.
Alguns desses empregos foram na Nova Guiné, onde o Errol teve várias vezes. É que ele tinha lá uma plantação de tabaco, que acabou falindo pouco depois de começar.
Também tava planejado dele se mudar pra Inglaterra.
O 1º filme do Errol, que é até bem pouco conhecido, foi I Adore You, uma comédia musical inglesa de 1933, quando ele tinha 24 aninhos. O nome dele nem foi creditado nesse filme. Mas nesse mesmo ano ele teve no drama australiano In The Wake of The Bounty, que muita gente pensa que foi o 1º filme dele, devido à impopularidade do outro.
Também foi nesse filme que ele adotou o nome artístico simplificado de Errol Flynn.
Nesse mesmo ano, ele se mudou de vez pra Inglaterra.
Como o Errol sempre foi muito preocupado com o lado físico, com um corpo bem definido de 1, 88m, nessa mesma época ele chamou a atenção de Hollywood pra interpretar os heróis de alguns filmes. E o 1º filme dele lá foi The Case of The Curious Bride, de 1935.
Mas o filme que foi, talvez, o principal da carreira dele seria em 1938: As Aventuras de Robin Hood.
Apesar do Errol ter se tornado um dos nomes principais de Hollywood como ator, o 1º trabalho dele como roteirista (Adventures of Captain Fabian) seria só em 1951. E o 1º como diretor seria só em 1952 (Deep Sea Fishing).
Quando o Errol chegou em Hollywood, ele se apresentou como irlandês. O motivo disso nunca ficou muito claro. E nem mesmo se isso foi uma idéia dele ou do então empresário dele. Mas provavelmente se deveu ao fato da Irlanda ser bem mais conhecida nos Estados Unidos, nessa época, do que a Austrália.
Ainda em 1935, o Baron, como era chamado pelos amigos, tinha se casado com a atriz Lili Damita. E em Maio de 1941, nasceu o 1º filho dele, o ator Sean Flynn. Mas o Errol ia se divorciar da Lili menos de 1 ano depois disso.
Dizem as fofocas hollywoodianas que o motivo do divórcio foi o Errol ter se tornado amante do ator Tyrone Power.
Não se sabe exatamente em que época, mas ele também andou fazendo umas ‘brincadeirinhas’ sexuais com o escritor Truman Capote.
Em Agosto de 1943, ele se casou com a atriz Nora Eddington, com quem teria 2 filhas, a Deirdre e a Rory.
Mas continuou levando uma vida bem voltada pras aventuras, já que, no tempo livre, ele gostava de velejar e transar. Ou as 2 coisas ao mesmo tempo.rs E aparentemente se divertia constantemente tanto com homens quanto com mulheres. O cara tinha um cacete meio incansável!rsrs
Numa dessas farras, o Errol até se deixou fotografar pelado por alguém. E a foto pode ser encontrada com uma certa freqüência nos sites dedicados a ele. É essa aí:


Em Julho de 1948, ele se divorciou da Nora, aparentemente, pelos mesmos motivos que levaram ao divórcio do 1º casamento. Apesar de que o problema de alguém ser casada com ele não era só sexo extraconjugal e passeios de barco: ele também fumava e bebia sem parar.
Em Outubro de 1950, com a saúde já ficando debilitada pela bebida e pelo fumo, o Errol se casou com a atriz Patrice Wymore, com quem teria mais 1 filha, a Arnella.
Nesse mesmo ano em que se casou pela 3ª vez, ele começou a ter um caso com uma garota de 15 anos, que aproveitou a oportunidade pra se lançar como atriz. Era a Beverly Aadland, que até teve uma carreirazinha medíocre nos anos 50. Mas não passou disso.
Apesar de não ter dado certo como atriz, ela continuou dando pro Errol pro resto da vida dele. Aliás, foi exatamente quando tava junto com ela, numa viagem pra Vancouver, que ele foi morto por um enfarte, no dia 14 de Outubro de 1959, 4 meses depois de completar 50 anos.
Ele teve ao todo 62 trabalhos como ator no cinema e televisão, 3 como roteirista, 2 como diretor e 1 como produtor.

Errol Leslie Thompson Flynn was born in Tasmania, on June 20th, in 1909. He was the sono f Biologist Theodore Thompson Flynn.
Errol was a kind of a messy child and, after that, he’d be a horny teen. And he used to be expelled from every school where he was.
Errol’d have many jobs along his teens. But he used to be fired after very little time, because he always caused some kind of confusion.
He also had a tobacco plantation in New Guinea. But it didn’t go ahead.
His 1st movie was
I Adore You, in 1933. And in the same year he was in In The Wake of The Bounty, getting Errol Flynn as his stage name.
He also moved to England in the same year.

Errol tenía un cuerpo muy seductor de 1, 88m. Y eso llamó la atención de Hollywood, que le daría un personaje en la película
The Case of The Curious Bride, de 1935.
Pero la película principal de su carrera fue Robin de Los Bosques, de 1938.
No se sabe bien el motivo, pero Errol se dijo irlandés, y no australiano, cuando llegó a Hollywood.
Errol era ya uno de los actores principales de Hollywood. Pero sus otros trabajos fueron solo más tarde (él sería guionista en 1951 y director en 1952).
El se casó con la actriz Lili Damita, en 1935. Y en Mayo de 1941, nació su primer hijo, el actor Sean Flynn. Mas Errol se divorciaría de Lili menos de 1 año después.
Hay chismes diciendo que el divorcio hubo porqué Errol era amante del actor Tyrone Power.
El tuvo también (no se sabe cuando) algunos contactos sexuales con el escritor Truman Capote.

In Agosto del 1943, Erron ha sposato l’attrice Nora Eddington, con chi avrebbe 2 figlie, Deirdre e Rory.
Ma lui ancora teneva la vita piena di avventure. E sembrava essere amante di uomini e donne. Il suo cazzo era insaziabile!
Questa sua foto nudo è di una di queste occasioni. E può essere trovata in alcuni dei suoi siti.
Forse è questo che gli ha fatto divorziare da Nora, nel 1948.
Nel Ottobre del 1950, lui ha sposato l’attrice Patrice Wymore, che sarebbe la madre di sua figlia Arnella.
Lui è anche diventato amante d’una ragazza di 15 anni, l’attrice Beverly Aadland.
Lui era con lei in Vancouver quando è rimasto ucciso per un infarto, nel 14 d’Ottobre del 1959.
Lui h avuto 62 lavori come attore alla TV ed al Cinema, 3 come copionista 2 come direttore e 1 come produttore.


Bom, eu volto na 4ª feira.
Até lá!

31 Comments:

Blogger Kaka said...

Oi amigo!

Acho o Tiago Pichi uma gracinha! rsrs Acho que era exatamente como ele que eu sonho um compranheiro pra mim! rs

Mas... acho que ele está aparecendo pouco na novela! Este assunto está tímido, pra mim, nesta novela! Não sei se é impressão minha, até porque não assisto todos os dais! Mas...

Abraço! A gente se fala, estou ainda mais sem tempo ultimamente! AFFFF

12:11 PM  
Anonymous Anônimo said...

Bravo, Carioca! Excelente ideia! Já em miúdo, ao vê-lo nos filmes, achava que havia qualquer coisa de diferente nele, que eu obviamente não podia sequer imaginar o que fosse...
Grande Errol Flynn!
Obrigado!

12:54 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:55 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:56 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:56 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:57 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:58 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:59 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:59 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:59 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:59 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

12:59 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:01 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:01 PM  
Blogger Carioca said...

Kaká→ Concordo com você.rs
Mas o Thiago teve a quem puxar, né? O pai dele era uma delícia quando era mais novo. E ainda tá um cinquentão delicioso!!!rsrsrs
Eu acho que o assunto vai ser tratado de uma forma mais direta já chegando no final da novel, quando eles vão adotar uma criança.
Abraço, amigo!

Ric→ Meu querido, muito obrigado pelo comentário. Só que acho que teve algum problema técnico quando vocÊ postou e o comentário saiu 20 vezes!rs Mas eu já ajeitei.
É, também acho que o Errol era muito bonito. E muito inquieto também, né?
Abração, meu querido. Te adoro!

1:46 PM  
Blogger Bi du Surf said...

Fala meu brow caricaaaaa, cara, um dia quero ter meu nome e minhas historias aqui no seu blog tb, hehe.

bçao amigo

5:24 PM  
Anonymous Anônimo said...

Desculpa, Carioca!... Não é a primeira vez que acontece, infelizmente... Esta treta da mudança de versão para beta tem estado a dar grandes confusões...
Mil perdões! (Só espero que não aconteça o mesmo agora! Que grande mer...!!!)

1:27 AM  
Anonymous Carioca said...

Bi du Surf→ Quem sabe? Se você quiser, eu conto a sua história aqui! Sério mesmo!
Abraço, cara!

Ric→ Não esquenta com isso, não! Já aconteceu comigo também, quando eu fui comentar num outro blog.rs
Abração!

1:32 AM  
Blogger Divorciado said...

Tbém tô gostando de ver esse casal na novela, ainda ontem a "sogra" falava da tal adoção. Vamos tricotando e aguardando. rss. Abraços.

10:59 AM  
Blogger KAIKE said...

Ah... EMO.... bom não sei o que dizer para vc... mas tenho certeza que vc pesquisar na internet vai encotrar um site falando sobre eles....
Kleber.... hum...
não gostei... não gosto dele.. poder ser bonitinho, mas acho ele muito bobo, não gosto desse tipo de caras..
espero que ele tenha algo bem grande para mostrar...

5:12 PM  
Anonymous Carioca said...

Divorciado→ Acho que o autor deixou pra falar sobre esse assunto no final da novela exatamente pra não levantar um excesso de polêmica antes, né?
Abraço!

Kaíke→ O Kleber não pode ser julgado pelo nível de inteligência dele, se não... rsrsrs
Enfim, né?rs Fazer o quê?
Mas vou comprar a revista, com certeza!

2:41 AM  
Blogger Fourhorsemen said...

when i was a child i rememebr adults talking about him in hushed tones -- so I knew he had to have something going one.

5:03 AM  
Blogger Mariposo-L said...

Nossa, até perdi a conta de quantos filhos ele teve ...

7:14 AM  
Anonymous Carioca said...

Fourhorsemen→ Many things went on to him!rs
Hugs!

Mariposo L→ É aquilo que eu disse, né? Cacete inquieto!rsrsrs
Abraço!

4:10 PM  

Postar um comentário

<< Home