10/30/2007

EGOÍSMO e INGRATIDÃO

Oi!!!

Gente... rsrsrs Não deixem de ler no post precedente o comentário que um católico fanático fez sobre a Umbanda!rs É da gente se mijar de rir! Espero que ele volte e faça mais comentários assim. Afinal, toda corte precisa de um bobo, né?rsrs
Bom, pra fechar o mês, achei que seria interessante falar aqui sobre 2 características humanas que, numa análise superficial, são vistas como negativas: o egoísmo e a ingratidão.
São características que não dá pra ver como positivas, sem dúvida. Mas por que eu mencionei que se trata de uma análise superficial? Porque depende do que você tá chamando de “egoísmo” e do que você tá chamando de “ingratidão”. Caso você nunca tenha percebido, o que as pessoas racionais chamam de “egoísmo” e “ingratidão” não são as mesmas coisas que as pessoas sentimentais chamam de “egoísmo” e “ingratidão”.Na verdade, só dá pra estabelecer uma definição dessas 2 características se a gente analisar a situação racionalmente: de um ponto de vista racional, uma pessoa egoísta é uma pessoa que só pensa nela mesma, não se importa com nada que aconteça com outra pessoa e que quer ter tudo, ou pelo menos a melhor parte das coisas, só pra ela; e uma pessoa ingrata é uma pessoa que não dá nenhum valor a alguém que tenha feito alguma coisa por ela, a alguém que tenha feito alguma coisa por alguém que é importante pra ela e nem mesmo a alguém que tenha feito os maiores sacrifícios por ela.

Mas e uma pessoa sentimental? É assim que ela pensa?rsrs
Bom, a pessoa sentimental, que, como a gente sabe, costuma ser grudenta e pegajosa, geralmente não consegue apenas conviver com outra pessoa. Muitas vezes ela quer viver em função da outra pessoa e acha que a outra pessoa também tem a obrigação de viver em função dela. E aí ela começa a deturpar as definições de ingratidão e egoísmo...
Aos olhos de uma pessoa sentimental, por mais que você se sacrifique por ela pra pagar pelo que ela já fez de bom por você um dia, por mais que você deixe de cuidar de você mesmo pra cuidar dela pra retribuir o que ela já fez por você um dia, por mais que você reconheça a importância dela e do que ela já fez por você, sempre vai parecer pouco. Pra ela, você é um ingrato.Da mesma forma, por mais que você deixe de cuidar da sua vida pra ficar junto dela quando ela precisa, por mais que você deixe de resolver os seus problemas pra resolver os problemas dela, por mais que você se anule em função dela, também sempre vai parecer pouco. Pra ela, você é um egoísta.


Foi por isso que eu disse que só dá pra estabelecer uma definição de ingratidão e egoísmo analisando a situação racionalmente. Porque aí a gente usa parâmetros de lógica. Se você deixar uma pessoa sentimental analisar isso, os parâmetros que ela vai usar vão ser as idealizações e os sonhos dela. E a gente sabe que não é possível satisfazer as idealizações e os sonhos de uma pessoa sentimental, porque ela sempre vai querer mais e mais e mais... Até que o sininho do raciocínio toque na cabeça dela, e ela veja que não dá pra ir além daquilo. Mas o problema é que, pra algumas pessoas, esse sininho demora anos pra tocar, né? E quem convive com essa pessoa vai tendo a própria vida arruinada por ela enquanto esse sininho não toca. Mesmo sendo xingado por ela de “egoísta” e “ingrato” todo dia!
Bom, eu posso dizer uma coisa a vocês: eu não sou tão masoquista a ponto de jogar a minha vida no lixo dessa forma. Eu procuro tomar o máximo possível de cuidado pra não ser um ingrato ou um egoísta numa avaliação racional desses valores. Mas numa avaliação sentimental, aí eu não me importo em ser um Egoísta com E maiúsculo ou um Ingrato em I maiúsculo. Melhor isso do que chegar lá no futuro e concluir que eu desperdicei a minha vida com uma merda de pessoa que não merecia isso.

What’s selfishness? What’s ungratefulness?
Actually, we have to be rational to answer these questions...
A selfish person is somebody who thinks only in himself, doesn’t care about anything which could happen to anyone, and wants everything (or, at least, the best part of everything) only to himself.
An ungrateful person is somebody who doesn’t care about the people who did him something positive, even if these people sacrificed the best of their lives for him.
But that’s the rational explanation! Does an emotional person think like that? Of course not. This creature usually wants to belong to the other person 24 hours a day and wants the other person to belong to him 24 hours a day too! So, what does he think about selfishness and ungratefulness?
For an emotional person, you can sacrifice everything for him, you can forget yourself to take care of him, you can admit he’s very, very important in your life... But it won’t be so much for him: he’ll call you “ungrateful”!
In the same way, you can stop taking care of your life to be with him when he needs you, you can forget your problems to solve his problems... But it won’t be so much for him: he’ll call you “selfish”!
A person who uses his mind’s rational side to call you “selfish” or “ungrateful” is probably right. But the one who uses his emotional side to judge you will do that using his dreams and fantasies, which don’t have anything rational. So, he’ll want more and more and more from you forever. Or for many years, until he starts thinking rationally.


¿Que es egoísmo? ¿Que es ingratitud?
Tenemos que ser racionales para contestar a esas preguntas...
Una persona egoísta es aquella que piensa solamente en ella propia, nada que pase a otra persona le hace daño y quiere todo, o por lo menos la mejor parte de todo, solamente para ella propia.
Una persona ingrata es aquella que no da importancia a otra persona que haya hecho ya alguna cosa buena por ella (o por alguien próximo a ella) ní a las personas que hayan hecho los mayores sacrificios de sus vidas por ella.
¿Una persona sentimental también piensa así?
Bueno, sabemos que una persona sentimental quiere vivir 24 horas por día para otra persona y quiere esa otra persona para vivir así también para ella. Entonces, lo que ella llama “egoísmo” y “ingratitud” no es eso.
Para una persona sentimental, tú puedes sacrificarte siempre por ella, tú puedes dejar de asistirte para asistirla siempre, tú puedes reconocer su gran importancia en tu vida y para ella todo eso todavía será poco. Para ella tú serás todavía un ingrato.
También para esa persona tú puedes olvidarte de tu vida para quedarte junto a ella cuando te necesita y puedes olvidarte de tus problemas para solucionar los suyos y para ella todo eso todavia también será poco. Para ella tú serás todavía un egoísta.
Fue por eso que yo dice que tenemos que ser racionales para saber lo que es egoísmo e ingratitud. Porque entonces se utiliza la lógica. Pero una persona sentimental utilizará sus fantasías y sueños, sin lógica ninguna, para llamar a alguien “egoísta” o “ingrato”, porque siempre querrá más y más y más de la otra persona. Y será así por siempre o, por lo menos, por muchos años, hasta el depertar de su lado racional.


Cos’è egoismo? Cos’è ingratitudine?
C’è bisogno di essere razionale per rispondere queste domande...
Una persona egoista è quella che pensa solamente a sé stessa, non si importa dei problemi degli altri e vuole tutto, o almeno la parte migliore di tutto, solamente per sé.
Una persona ingrata è quella che non si importa di quei che hanno fatto qualcosa buona per lui (o per una persona prossima a lui) o di quei che hanno fatto i sacrifici più grandi della loro vita per lui.
Anche una persona sentimentale pensa così?
Bene, sapiamo che una persona sentimentale vuole vivere le 24 ore del suo giorno per un’altra persona e vuole che questa persona gli faccia lo stesso. Così, quello che questa persona chiama “egoismo” e “ingratitudine” sono altre cose.
Per una persona sentimentale, tu puoi sacrificarti sempre per lui, tu puoi lasciare di occuparti di te per occuparsi solo di lui, tu puoi riconoscere la sua grande importanza nella tua vita e anche così, per lui, tutto questo sarà molto poco. Per lui tu sarai un ingrato.
Anche per questa persona tu puoi scordarti della tua vita per restare insieme a lui quando ha bisogno di te, tu puoi scordarti dei tuoi problemi per risolvere i suoi e anche così, per lui, anche tutto questo sarà molto poco. Per lui tu sarai un egoista.
Per questo io ho detto che abbiamo bisogno di essere razionali per sapere cos’è egoismo e cos’è ingratitudine. Perché così si usa la ragione. Ma una persona sentimentale userà le sue fantasie ed i suoi sogni, senza nessuna ragione, per chiamare qualcuno “egoista” o “ingrato”, perché vorrà sempre più, più e ancora di più dell’altra persona. E sarà così per sempre o, almeno, per molti e molti anni, prima dello sveglio del suo lato razionale.


Bom, eu volto ainda essa semana com a enquete nova e as datas comemorativas de Novembro. Até lá!

15 Comments:

Blogger Mariposo-L said...

Eu sou sou um "pouquinho" egoista no sentido de emprestar minhas coisas, odeio emprestar porém também odeio pedir coisas e principalmente favores ...
Ingrato isso eu não sou ...

Adorei"Afinal, toda corte precisa de um bobo, né", mas não liga não Carioca,

5:49 PM  
Blogger Anderson Kbção said...

caraca!
adorei a resposta do post do anônimo!
poxa, ele mereceu!
hehe... como sempre disse, vc é muito inteligente cara!
AMEI!
e é isso ai...
em relação a este post, eu sou um pouco egoista sim, assim como o Mariposo, em relação à emprestar e pedir coisas emprestadas...
ja no outro sentido, o sentimental, eu, como bom canceriano que sou, me acho um pouco egoista sim, mas não da forma que vc escreveu, não me encaixo em nem 90% daquilo tudo hehe
mas é isso ai, ingratidão... tô fora!
um abração e otima semana!

6:12 PM  
Anonymous Raphinha said...

kkkkkkkkkkkk

Quase morro de rir do anonimo.
Que cara mais sem noção.
Bom eu não tenho problema quanto a emprestar minhas coisas, mas só empresto pra pessoas que eu realmente conheço.Sou meio racional e meu=io sentimental.Dedico um pouco e cobro quando necessário.

Grande abraço.

7:49 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Mariposo-L→ Ligar pra isso?!
Pelo contrário. Como eu disse, tem que ter um bobo da corte.rs

Anderson Kbção→ Obrigado!
E o que mais eu poderia responder, né?rs
Abração também!

Raphinha→ Você disse tudo: sem noção. Ele disse umas coisas ali que eu nem sequer mencionei no texto!rs
Bom, deixa pra lá, né?
Grande abraço!

12:20 AM  
Blogger Trintinha said...

Gatooo! blz? Olha, egoísta, todo mundo eu acho que tem um pouco, e, até certo ponto é compreensivel, afinal, ninguém é perfeito... Agora, ingrato, isso não dá prá tolerar, não...
Beijos!

3:15 PM  
Blogger X2-GAY said...

eu sou católico, mas odeio falar mal de outras religiões, afinal: estamos na américa!!!(kkkk)

cada qual com seu nariz, fikei xateado com esse anonimo, nós somos os que acreditam em satan!só não o adimiramos!!!(eita bicho sonso)

fikei um pouco xateado com vc também leo carioca, não se rebaixe ao nosso semelhante, sua resposta seria melhor se ficasse só no "vc me faz rir"

enfim: preconceito é a coisa mais burra do mundo!!!


voltando á este post: egoísmo é algo q se percebe facilmente, ingratidão não: alguns nunca veêm, outros acham onde não tem...

3:44 PM  
Anonymous Raphinha said...

Creio que ele não voltará aqui.

Léo.

Qual o nome da musica que vc citou?

Grande abraço.

3:59 PM  
Blogger Fantôme said...

Leo, mon cher...
Ceux personnes ne iront jamais se corriger, des fanatiques qui ne voient rien. Quand je ai lu ce commentaire, je ai pensé que il était même un fake. Bien, avec des aveugles on ne discute pas.
Santé et bonheur.

Leo, meu caro...
Essas pessoas nunca vão se corrigir, fanáticos que não vêem nada. Quando li aquele comentário, pensei até que era um fake. Bem, com cegos não se discute.
Saúde e felicidade.

11:53 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Trintinha→ A maior qualidade do ser humano é exatamente não ser perfeito! Ainda bem que a gente não é, né?rs
Beijo!

X2-Gay→ Pelo contrário: não tô me rebaixando, não; tô é me divertindo à custa dele!rsrs
Interessante o seu posicionamente sobre egoísmo e ingratidão!

Raphinha→ O nome da música é ´´Cose Che Ho Visto``, do CD ´´In Certi Momenti``.
Grande abraço também!

Fantôme→ Esquece!
Esse cara só tá aí pra gente rir da cara dele!rs
Saúde e felicidade também!

3:17 AM  
Blogger Kaike Cavalera said...

novamente fico sem comentarios diante de uma bela postagem....
parabens

3:36 PM  
Blogger Diannus do Nemi said...

.

Reafirmo a qualidade do Post do católico.

Sabe, eu gosto deles. Nos fazem rir! XD

Abraço!

.

4:47 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Kaíke Cavalera→ Obrigado!

Diannus do Nemi→ Muito!rsrsrs Aliás, o que se pode fazer é rir disso, né?rs
Abraço!

3:04 AM  
Blogger Luiz Pep said...

Olá querido! Gostei muito dos tópicos sobre Shakespeare e C.A. Strazzer.
Sobre o bobo da corte e seu coment: O que acho interessante nestas pessoas que cismam em ir páginas gays e deixar o comentário sem se indentificar... De qualquer forma estou em um momento que não quero nem ouvir a palavra religião, mas estou com Deus, e por estar com ele que nem leio coisas deste tipo ( coment ) estou muito aborrecido com determindas linhas de envangélicos que estão tentando fazer contra a lei do contra homofobia, mas nem por isso quando vejo algum evangélico nas ruas vou lá agredi-los com palavras...

4:58 AM  
Blogger pe-jota said...

Unas especies demasiado extendidas.

9:25 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Luiz Pep→ Valeu! Que bom que você gostou dos últimos posts.
E sobre esse cara: deixa! Gente assim tá aí ra ser esculachada mesmo!rs
Quanto aos evangélicos que não querem a Lei da homofobia, são só os conservadores lavados cerebrais que pensam assim. Eles nem têm inteligência pra fazer muita coisa. É só a gente ficar de olho e eles não vão conseguir nada além de reclamar.

Pe-Jota→ No entendí muy bien...

1:17 AM  

Postar um comentário

<< Home