10/17/2007

RECORDANDO OS ANOS 60

Oi!!!

Bom, provavelmente o post de hoje vai agradar mais ao pessoal que tem de 30 ou 35 anos pra cima. A gente vai lembrar aqui de um dos primeiros seriados de aventura do século XX voltados pro público adolescente, e que foi um sucesso aqui no Brasil no final dos anos 70 e início dos 80: Jonny Quest.
Esse foi o 1º desenho animado da Hanna-Barbera Productions voltado especialmente pra aventura.
Na verdade, a Hanna-Barbera queria fazer um desenho inspirado numa série chamada Jack Armstrong. Mas, por motivos autorais, acabou não saindo. Então, decidiram reformular a história... Mais ou menos, né?rs Foi mantida a idéia de fazer uma história de ação que fosse, ao mesmo tempo, fantasiosa e dramática. E que fosse mais voltada pro público adolescente do que pro público infantil (a mesma coisa que pretendiam que fosse Jack Armstrong). Inclusive, foi um dos primeiros desenhos animados a mostrar explicitamente a morte de alguns personagens.
Foi produzido em 1964 e 1965.O personagem-título é um pré-adolescente que acompanha o pai nas viagens dele pelo Mundo. E ao longo dessas viagens, é claro, eles vão passando pelas maiores aventuras e enfrentando os vilões que encontram pelo caminho. Vários desses vilões são monstros (é claro que alguns não passam de ladrões e contrabandistas disfarçados, mas outros são monstros de verdade!).

O pai do Jonny, o Dr. Benton Quest, é um cientista com um conhecimento quase absoluto sobre todas as áreas de Biologia, Química e Física.
Sobre a mãe do Jonny, só é mencionado, sem maiores explicações, que ela morreu. E por isso, o Jonny passaria o tempo todo com o pai, na Ilha de Palm Key.
Acompanhando os 2, vive o loirão fortão Roger Bannon, apelidado de Race, que serve de guarda-costas pra Família Quest.
A partir do episódio Calcutta Adventure, logo no início do seriado, eles passam a ser acompanhados por um garoto hindu chamado Hadji, que tem alguns conhecimentos sobrenaturais, como fazer as coisas flutuarem.
O mascote do grupo é o esquentado cachorrinho Bandit, que às vezes atrapalha e às vezes salva a situação.rs
Com exceção desses personagens, quase todos os outros aparecem em 1 capítulo só.
Apesar da super boa audiência, o seriado só teve 1 temporada de 26 capítulos, por motivos financeiros mesmo: pros padrões da época (1964), era muito caro produzir episódios novos.
Apesar disso, esses 26 capítulos foram constantemente reprisados nas emissoras de TV de vários países até os anos 80! E sempre com uma audiência boa!Apesar de ter sido, como dá pra ver, muito bem recebido pela maioria do público, o seriado foi acusado de ser machista, já que 99% dos personagens que apareciam eram homens. Uma das pouquíssimas exceções aí era uma agente secreta chamada Jade, que apareceu em 2 ou 3 capítulos. E que aparentemente tinha um caso com o Race... Devem ter criado essa personagem pra ninguém dizer que o Race tinha um caso com o Benton, né? Afinal, o cientista nunca aparecia com mulher nenhuma, passava o tempo todo andando junto com o Race... E o desenho chegou mesmo a receber várias críticas de grupos conservadores exatamente por causa disso. Muita gente via um relacionamento gay implícito entre o Benton e o Race... rs Quem sabe, já que eles moravam numa ilha, de noite, depois que os meninos iam dormir, o Benton e o Race iam pra praia, nadavam juntinhos, tomavam banho de lua juntinhos... KKKKKKKKK!!! Vai ser o tema da próxima enquete aqui: você acha que o Benton dava pro Race de vez em quando?rsrsrs Brincadeirinha.


Em 1986, tentaram dar uma continuidade ao seriado, criando 13 novos episódios, intitulados As Novas Aventuras de Jonny Quest.
Os temas das histórias, dessa vez, eram um pouquinho mais infantis do que os de 1964. Mas até que essa nova temporada deu pro gasto, apesar de não ter ido pra frente.
Também introduziram um novo personagem fixo no grupo: um guerreiro de pedra chamado Hardrock, que na tradução brasileira teve o nome mudado pra Petrônio.
Em 1996, foi feito um 3º seriado, de 52 episódios, com os mesmos personagens: As Verdadeiras Aventuras de Jonny Quest.
Dessa vez, criaram também uma nova personagem chamada Jessie, uma filha do Race. Mas o Hardrock não voltou a aparecer e nem sequer foi mencionado em episódio nenhum.
Foram feitos também 2 longametragens inspirados nesses personagens: Jonny’s Golden Quest (1993) e Jonny Quest Vs The Cyber Insects (1995).
Mas apesar de todas essas continuações que a história teve, nenhuma conseguiu repetir exatamente o mesmo sucesso da 1ª temporada. É muito difícil fazer a continuação de um clássico e se sair bem, né?
No post embaixo desse aqui, vou deixar um link pra um dos episódios preferidos da maioria dos fãs da 1ª temporada do seriado: O Monstro Invisível (tá em Inglês).

Oggi parleremo un po’ di uno dei primi cartoni di avventura per adolescenti del secolo XX: The Adventures of Jonny Quest.
Veramente, questo è stato il primo cartone di avventura della Hanna-Barbera Productions.
La Hanna-Barbera voleva un cartone ispirato a
Jack Armstrong. Ma non è stato possibile farlo. Così, hanno cambiato la storia, ma solo un po’: sarebbe ancora una storia di avventura, drammatica, fantasiosa e fatta più per adolescenti che per bambini. A proposito, The Adventures of Jonny Quest
è stato uno dei primi cartoni dove si vedeva la morte di dei personaggi.
È stato fatto nel 1964 e nel 1965.
Il personaggio principale è un ragazzino che va insieme a suo padre viaggiando per il Mondo. E mentre viaggia, lui ha le sue avventure così come trova dei cattivi. Alcuni di questi cattivi sono mostri (veri e falsi).


En
The Adventures of Jonny Quest, el padre de Jonny Quest es el Dr Benton Quest, un gran biólogo, físico y químico.
De su madre es dicho solamente que ya está muerta, y por eso Jonny se queda siempre junto al padre (ellos viven en la Palm Key).
Junto a ellos, vive el hunk Roger Race Bannon, su guardaespaldas.
Después del episodio
Calcutta Adventure,
un muchacho hindú llamado Hadji empieza también a ser un miembro del grupo.
La mascota del grupo es el perro Bandit, que a veces ayuda, a veces perturba.
Casi todos los otros personajes de ese dibujo pueden ser en 1 solo episodio.
The Adventures of Jonny Quest
tuvo solo 1 temporada de 26 episodios, acabando en 1964. Pero esos episodios estuvieron en la TV de muchos paises hasta los años 70 y 80. Y siempre con una buena receptividad del público.
Pero fue muy visto como una historia machista, por tener casi solo personajes hombres. Una de las pocas personajes mujeres, llamada Jade, es una supuesta novia de Race. Y está allá probablemente para decir que él es hetero. Es que algunos grupos conservadores decían que es posible ver una relación homosexual implícita entre Race y Benton.


The Adventures of Jonny Quest “continued” in 1986, as The New Adventures of Jonny Quest, a TV series with only 13 episodes.
This time, the episodes were much more made for children than for teens (the opposite of the 1964 Jonny Quest). But it was a good series.
They also introduced us a new character: Hardrock, a stone warrior.
In 1996, the series “continued” again, as
The Real Adventures of Jonny Quest, with its 52 episodes.
This time, they introduced us a new character too: Jessie (Race’s daughter). But Hardrock has just disappeared since 1986! No character says anything about him in the 1996 series!
These characters also can be seen in 2 movies:
Jonny’s Golden Quest (1993) and Jonny Quest Vs The Cyber Insects (1995).
But certainly all these “continuations” of the story haven’t been as good as the 1964 series (
The Adventures of Jonny Quest).
Under this post, I left the links for one of the best episodes of the 1st Jonny Quest:
The Invisible Monster.


Até mais! E bom desenho aí pra vocês!rs

12 Comments:

Blogger Mariposo-L said...

Nossa essa vc tirou do bau, mas eu adora esse desenho, e também sempre desconfiei de um casa entre o pai e o Roger...kkkk
Mas minha frustração e não ter tido ainda um cachorro com o nome de Bandit.

Uma curiosidade sobre a o Bandit, ele foi inspirado nos desenhos dos anos 60 em que todos os ladões tinham um circulo preto em volta do olho ..

6:54 AM  
Blogger Passageiro said...

Eu não conheci esses desenhos, é claro que já ouvi falar, mas como vc disse, agradou mais o público de 30 a 35 anos, eu estou com 26 a diferença não é tanta, mas em 4 anos é tempo para a televisão mudar bastante.

Eu adoraria o meu blog linkado com o seu, eu já fiz isso no meu.

12:02 PM  
Blogger Kaike Cavalera said...

ah... não lembro deste desenho.
ou melhor lembro de algum lugar, mas eu não conseguir assistir
não sei por que?
mas parece ser legal.
Tudo bem vou falar a verdade.
para mim nada supera os Cavalerios do Zodiacos.
Mas cada um tem o seu tempo né....
abração cara

1:45 PM  
Blogger RIC said...

Não tenho ideia de esses desenhos animados terem passado por aqui. Mas também é verdade que, à época, eu praticamente não via televisão... Estive uns bons anos «afastado» do mundo da televisão.
(A propósito, é provável que fique afastado da blogosfera por algum tempo, mas não muito, prometo!)
Abração, caro Leo! :-)

2:59 PM  
Blogger Apenas Alguém said...

Nossa cara q show
amo o Jhonny Quest, amo tbm o Bandit, rsrsrsrs
coisa fofa ele
Estou fazendo até um trabalho sobre os anos 80
comentei até lá em meu blog
mto show vir aki e ver algo sobre o Jhonny
vou até comprar o Box dele q saiu
mas Deus sabe qundo, rsrsrs
Mto obrigado pelas suas visitas, e seus comentários lá na caixinha, e me desculpe o sumisso.
to meio enrolado
um grande abraço
té mais
Apenas Alguém

1:01 AM  
Blogger Leo Carioca said...

Mariposo-L→ Acho que o Bandit era um buldogue, né? Você podia comprar um pra fazer companhia pro Taz!rsrs

Passageiro→ Isso passou aqui no Brasil quando eu tava no meio da infância. Tô com 32, né?rs
Obrigado por linkar o meu blog! Já linkei o seu aqui também!

Kaíke→ Aí comigo acontece o contrário: não entendo nada de Cavaleiros do Zodíaco!rsrs Isso já é novo demais pra mim, né?rs
Abração!

Ric→ Você vai viajar?! Bom, ainda bem que vocÊ vai voltar logo.
Abração!

Apenas Alguém→ Gostou?!rs
Já passei lá no seu blog e deixei um recado.
Grande abraço! E pega leve ´nele`, tá?rs

2:24 AM  
Blogger Cat People said...

.. n é para a minha idade .. :)

6:09 AM  
Anonymous revistagay said...

Olá! Tudo bem?!
Antes de mais deixa-me agradecer-te pelas visitas ao REVISTAGAY. Acho que estou em falta para contigo, mas acredita, por vezes é dificil andar pela net.

Em relação a essa série eu lembro-me muito vagamente desses desenhos animados. O que me lembro é a ultima série mas acho que não via muito, por isso desconheço por completo as aventuras do personagem.

8:57 AM  
Blogger pe-jota said...

No la he visto, así que no puedo opinar.

8:08 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Cat People→ Não?!rs Tá bom.

Revista Gay→ Ah, tudo bem. Não esquenta com isso, não.rs

Pe-Jota→ ¿Verdad?

4:02 AM  
Blogger kinho said...

oi leo

bom esses eu naum vi , mais conservam a magia e a beleza e ate a ingenuidade de ser criança , coisa que hj praticamente não existe.
hoje nossas crianças aos 5 anos já tem noção de uma de 20 ahahhahahhahahahha.

beijocas
kinho

2:43 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Cara, criança agora quer ser adolescente aos 5 anos! Muita pressa pra nada, né?
Beijocas!

2:50 AM  

Postar um comentário

<< Home