10/08/2007

PROMISCUIDADE

Oi!!!

Hoje eu vou falar aqui sobre um assunto que muita gente, mas muita gente mesmo, associa à homossexualidade: a promiscuidade. E vale destacar que é muita gente de todas as preferências sexuais, e não só os héteros, que faz a associação de uma coisa à outra.
Existe uma espécie de visão pré-estabelecida dos homossexuais, que diz que todo homossexual é promíscuo.

Bom, não vou negar que existe um número bem grande de homossexuais promíscuos. Mas isso quer dizer que todos são?
Antes de responder a essa pergunta, pensem numa outra: será que só os homossexuais têm a tendência de ser promíscuos ou será que todos os homens (sejam eles homossexuais, heterossexuais ou bissexuais) têm essa tendência?
Não se esqueçam que a maioria esmagadora dos homens héteros tão bem longe de ser um modelo de fidelidade. E dizer que SÓ os homens gays são promíscuos é simplesmente querer fechar os olhos pra isso.

A conclusão à qual a gente pode chegar em relação a isso é que a maioria dos homens (sejam eles gays, héteros ou bis) têm uma tendência maior de ser promíscuos. Pelo menos um pouco mais do que a maioria das mulheres (sejam elas lésbicas, héteros ou bis também).
Aí surge uma outra pergunta: por que existe essa tendência de promiscuidade na maioria dos homens ao mesmo tempo em que essa tendência é um pouco menos comum na maioria das mulheres?
Vou até perguntar isso de uma forma um pouco mais objetiva:

POR QUE A MAIORIA DOS HOMENS SÃO TÃO SOLTOS E A MAIORIA DAS MULHERES SÃO TÃO GRUDENTAS?

Com certeza, todos vocês já perceberam que existe essa diferença, né? Lembrando sempre que existem todas as exceções possíveis de todos os lados. Mas eu tô falando aqui das maiorias, e não das exceções.
Bom, o que eu posso observar é o seguinte: a mulher passa por várias condições físicas que fazem com que ela tenha que DIVIDIR situações com outra pessoa...
Na própria relação sexual, a mulher demora a se excitar, geralmente demora a chegar ao orgasmo e não perde a excitação de um instante pro outro (nunca transei com mulher nenhuma, nem tô interessado, mas todo mundo que eu conheço que já transou faz questão de frisar que, depois do orgasmo, a mulher continua acesa, quer conversar sobre detalhes, quer discutir relação e tal): ela se prende de uma forma quase obsessiva à pessoa que tá com ela ali na hora.
Se uma mulher quiser gerar um filho, ela é obrigada a DIVIDIR o corpo dela com esse filho durante 9 meses. E pra alimentar o filho, ela vai fazer isso com o leite que sai dos seios dela, o que é outra forma de DIVIDIR o corpo com o filho, né?
A mulher, evidentemente, passa por essas condições físicas desde sempre. Desde o início da Humanidade. Então, acho que foi graças a isso e inspirado nisso que a mentalidade que foi se fixando nas culturas de todos os povos, ao longo dos séculos, é que a mulher, pra se sentir mulher ou pra ser considerada mulher, tem que DIVIDIR situações com alguém.
Vocês podem ver que pelo menos 90% das mulheres tentam fazer até o impossível pra grudar em alguém, de preferência em tempo integral. Mas, como não é possível grudar em alguém por 24 horas seguidas, qual é o tipo de comportamento que ela tem pra compensar isso? Quando ela reencontra a pessoa depois de algumas horas afastada, ela faz uma espécie de interrogatório, querendo saber como foi o dia da outra pessoa durante todo o tempo em que ela não teve presente.
Uma cena comum de se ver num casal hétero é, quando os 2 se encontram em casa de noite, ela querer saber de tudo o que se passou com ele desde a hora em que ele saiu de casa até a hora em que ele chegou, com aquele famoso “Como é que foi o seu dia, querido???”.
Outra cena comum de se ver num casal hétero é, mesmo que os 2 fiquem juntos durante a maior parte do dia, a mulher fazer ao homem aquelas 2 perguntas bem idiotas (lamento, mas são idiotas mesmo):

“O que é que você tá pensado???” e “O que é que você tá sentindo???”

São perguntas idiotas porque, mesmo que a outra pessoa responda com a mais pura verdade aquilo que ela tá pensando e sentindo, como é que você vai ter certeza do que ela tá pensando e sentindo? E mesmo que você tenha certeza, o que é que interessa saber o tempo todo o que é que a outra pessoa tá pensando e sentindo?
Já pra mulher, o homem nem precisa perguntar: ela sozinha já costuma chegar pra ele e fazer um discurso de 3 horas, falando tudo que ela tá pensado e tudo que ela tá sentindo.
O motivo disso: pra ela se sentir mulher, ela tem que DIVIDIR com ele tudo que passa pela cabeça dela, e espera que ele faça o mesmo.
É possível que a obsessão da maioria das mulheres em ter filhos também venha daí: um filho é alguém em quem, teoricamente, ela vai poder grudar pra sempre; e o grande sonho da vida de uma mulher (pelo menos na maioria das vezes) é grudar em alguém pra sempre. E é esse o comportamento que a gente vê claramente a maioria das mães terem, né? Elas tentam grudar nos filhos pra sempre e em tempo integral, tanto que elas geralmente se preocupam mais em infantilizar os filhos do que em preparar eles pro Mundo (assim elas criam uma dependência maior dos filhos em relação a elas).
Bom, tudo isso que eu mencionei aqui é comum com a maioria das mulheres. Mas é comum com a maioria dos homens? Claramente não, né? E por quê? Porque o homem não passa pelas condições físicas que eu disse que a mulher passa.
Na hora do contato sexual, ele se excita praticamente de um segundo pro outro, geralmente ele chega ao orgasmo em pouco tempo e ele perde a excitação também praticamente de um segundo pro outro (até mesmo numa masturbação, quando o orgasmo termina, a nossa excitação cai pra 0% na mesma hora, né?): mesmo que o homem teja interessadíssimo na pessoa que tá ali com ele na hora, é raro que tenha um grude tão grande quanto a mulher costuma ter.
Se um homem quiser gerar um filho, ele nunca vai dividir o corpo dele com esse filho por 9 meses. Nem vai amamentar esse filho com os próprios mamilos dele.
Então, nunca ficou na cultura de povo nenhum (pelo menos dos povos que eu tenha conhecimento) que um homem, pra se sentir homem ou pra ser considerado homem, tem que DIVIDIR situações com outra pessoa.
Então, acho que a maioria dos homens têm a tendência de ser mais promíscuos exatamente porque eles não se sentem obrigados a grudar em ninguém. E a promiscuidade, pelo menos teoricamente, não vai permitir a criação de vínculos muito profundos com ninguém.
Além disso, a idéia que a gente observa que foi criada na maioria das culturas é que o homem, pra ser visto como homem, não deve fazer o que uma mulher faria. Acho que todos nós, em alguns momentos da vida, já fomos aconselhados a não fazer alguma coisa porque aquilo era “coisa de mulher”, não é verdade? Muita gente já buzinou frases na nossa cabeça do tipo “Homem não chora! Quem chora é mulherzinha!” ou então “Mulher fazendo isso, tudo bem; mas homem fazendo isso fica ridículo!”. E a gente ouve isso de homens E mulheres durante a vida toda.
É claro que, até por uma questão de civilização, a gente luta contra essas idéias, não aceita isso sem contestar e tal. Mas são idéias que homens E mulheres tentam fixar na cabeça da gente, né?
Então, talvez a maioria dos homens também valorizem tanto os divertimentos superficiais, os relacionamentos superficiais e, consequentemente, a promiscuidade porque aí, dependendo do ponto de vista, eles não tão fazendo o que uma mulher faria.
Como resultado de tudo isso junto, a gente pode observar que a maioria dos homens têm o divertimento como objetivo principal, enquanto a maioria das mulheres têm o grude como objetivo principal.
Bom, acho que as causas básicas da promiscuidade masculina (entre homens de qualquer preferência sexual) ser mais comum do que a feminina seriam essas. Agora, eu gostaria de saber a opinião de vocês. Botem a boca no trombone!

Some people say every gay man has the tendency to be a promiscuous person. But how about a hetero man? Haven’t you ever seen lots and lots of promiscuous hetero men everywhere?

Algunas personas dicen que todo hombre gay tiene la tendencia de ser una persona promiscua. ¿Pero que dices de un hombre hetero? ¿Nunca viste los muchísimos y muchísimos hombres heteros promiscuos que hay en todas las partes?

Alcune persone dicono che ogni uomo gay ha la tendenza di esser una persona promiscua. Ma che dici di un uomo etero? Non hai mai visto i tantissimi e tantissimi uomini etero che vivono per la promiscuità e che ci sono in ogni parte?

14 Comments:

Blogger Diannus do Nemi said...

.

Talvez o fato de vivermos em uma sociedade machista onde o homem aprende, desde quando criança, a se impor e explorar melhor sua sexualidade, liberdade, ou o que quer que seja.

Talvez por homens e mulheres serem diferentes por natureza.

Promiscuidade... Desde que não prejudique a ninguém, nem a nós mesmos, não vejo o que há de errado nela. Mas as pessoas são assim mesmo...

Talvez seja a forma de manifestar a sua insegurança hétero em manifestar e viver a sexualidade de forma satisfatória, como geralmente bi e homos fazem.

Mas claro... Quando se é algo saudável, não é considerado como perversão ou promiscuidade.

XD

Engraçado...

XD

Adorei! ^^

.

3:26 PM  
Blogger RIC said...

«Homem gay: solto e promíscuo.»
Quanto a mim, apenas mais uma generalização que se tornou primeiro chavão e depois preconceito...
A propósito: qual foi a primeira pornografia a varrer o mundo? E neste momento, quais são os grupos populacionais que mais têm feito aumentar as estatísticas da sida/aids?
Abração! :-)

10:18 PM  
Blogger Mariposo-L said...

Estou com o Ric e não abro a mão ...

Carioca, tenho um selinho para você lá no blog, quando puder passa lá . e procura o post Blog Solidário ...

Fui

10:36 PM  
Blogger Huguinho said...

Nao acho k o homossexual seja promiscuo.

Pois eu namoro, e apenas tenho a ele. Nao o engano com mais ninguem.

Mas isso varia de pessoa para pessoa. Tem a ver com o carater de cada um. Mas cada um é como é e nao podemos exigir nada dos outros.

E os heteros é a mesma coisa. Nao sao mais promiscuos nem menos do que nos. Sao pessoas como nos.

Mas acima da fidelidade num relacionamento acho que está a lealdade. Pois é muito importante k as duas pessoas k se amam nao deixem d ser amigas e k kontem tudo uma à outra para k seja mais facil o seu relacionamento.

fike bem

10:41 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Diannus do Nemi→ Como eu comentei lá no seu blog, acho que é uma somatória de motivos físicos com motivos culturais.

Ric→ E o que eu dise, né? Desde quando os homens héteros (pelo menos a maioria) são um modelo de fidelidade?
Abração!

Mariposo-L→ Vou lá!

Huguinho→ Com certeza: varia de pessoa pra pessoal, independente de ser gay, bi ou hétero.
Fique bem você também.

3:05 AM  
Blogger Kaike Cavalera said...

ah... ne mfalo nada disso....
so deixo rola

3:56 PM  
Blogger Minge said...

All I know is that straight people are strange.

7:51 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Kaíke Cavalera→ Nick novo?!rs
Eu também deixo rolar.

Minge→ They're strange AND complicated, I have to say.rs

2:47 AM  
Blogger kinho said...

oi leo

promiscuo ? todo ser humano é !! pelo menos uma vez se comete esse pecado que atire a 1ª pedra akele que não tem pecados...

beijocas kinhos

2:21 AM  
Blogger Leo Carioca said...

Ih!!! Mas tem tanta gente que atira a primeira, a segunda, a terceira, a décima, a centésima e a milésima pedras... Principalmente quem DIZ que é santo, que não tem pecado. E por baixo dos panos (ou por baixo das batinas) cometem mais pecados do que se pode imaginar...
Beijocas!

2:31 AM  
Blogger Leo said...

Gosto de vir aqui porque sempre encontrou discussões interessantes. Concordo com sua explanação sobre as características masculinas e femininas. Mas acho que os gays, de uma forma geral, agregam muitas dessas características femininas. Digo isso porque me considero uma pessoa mais sensível, e muitas vezes acho que penso como uma mulher. COmo exemplo, adoro quando me perguntam o que eu to pensando. Acho fofo. Demonstra interesse, quebra gelo. Não importa se é verdade, e nao quer dizer que tenhamos que sempre saber o que o outro está pensando. Mas acho que demonstra um carinho. Dessa forma, acredito que os gays sejam vistos como promíscuos, não pelos mesmos motivos que o homem. Acho que vem muito do fato de a nossa sexualidade ser muito reprimida. A maioria passa anos sem tocar em um cara, só desejando, vendo filmes e batendo punheta em casa, em segredo. Vc fica só vendo filmes, e imaginando quando isso vai acontecer com vc. Até que, quando acontece, vc quer colocar as coisas em dia! Quer ter o prazer há tanto reprimido...
Ainda assim, não acho que os gays sejam mais promíscuos que os heteros. Mas talvez um pouco mais superficiais...
enfim... minha opinião.
abs

6:19 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Olha, só tem um ponto aí que eu acho que não tá batendo: nem todo gay e romântico e sensível.
Alguns, até pra serem valorizados e conquistarem seu lugar ao sol, tem que ser mais racionais e mais frios do que os héteros.
No resto, concordo com basicamente tudo que você disse.
Abraços!

2:46 AM  
Blogger Jeremy said...

É tudo uma questão social!
Mulher são criadas para serem as cuidadoras, uma externsão de suas mães; Homens são criados para serem os fodões, comedores e o macho dominante.
Os héteros são tão promíscuos quanto um homo pode ser. Somo todos homens, genero sexual não difere a natureza muito menos a criação que tivemos. Isso não justifica, claro, mas é muito mais fácil fazer de conta que um hétero que fica com todas não é promíscuo e apontar um gay (aquele que não presta por ser assim) ser um promíscuo. É apenas um ponto que as pessoas hipocritamente usam para falar mal do que elas nem procuram entender. Atacar e criticar, esse é o lema da intolerância.

11:54 AM  
Blogger Leo Carioca said...

Eu penso exatamente como você.

2:28 AM  

Postar um comentário

<< Home