9/23/2007

DA OTORRINOLARINGOLOGIA À MÚSICA

Oi!!!
Bom início de semana!
Hoje a gente vai dar uma olhada no cantor, compositor, músico e ex-médico uruguaio Jorge Drexler.

Ele nasceu em Montevideo, em 21 de Setembro de 1964. E os pais dele eram otorrinolaringologistas.
O Jorge estudou no Ariel Hebreo Uruguayo.
Depois de já ter trabalhado como salva-vidas, ele começou a cantar em sinagogas.
No final dos anos 80, o Jorge se formou em Otorrinolaringologia. E ele trabalhou nessa área por 7 anos, até que decidiu seguir em frente com a carreira musical, tanto como cantor como quanto compositor.
As músicas dele são uma mistura de bossa nova, candombe, jazz, milonga, murga, pop e música eletrônica. E os temas são basicamente sobre amor e preconceito (etnocêntrico, pessoal e religioso).
Em 1995, o Jorge foi pra Espanha a trabalho, acompanhando o amigo Joaquín Sabina. Ele pensava em ficar lá só por 1 mês e nem tinha recursos pra se manter sozinho por lá. Mas acabou se fixando lá e mora lá até hoje.
Mesmo assim, ele não deixa de frisar que a cidade que mais ama é Montevideo.
Em 1996, o Jorge se casou com a cantora Ana Laan. E desse casamento, nasceu um filho, o Pablo, em 1998.
Em 2005, com a música Al Otro Lado del Río (tema do filme Diarios de Motocicleta), o Jorge ganhou o Oscar de Melhor Música.

E foi a 1ª vez que uma música de Língua Espanhola ganhou esse prêmio. Mas, no dia da entrega, ele foi estranhamente não convidado pra se apresentar lá!
Bom, de qualquer forma, vou deixar o link dele cantando essa música aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=hbkOC3_z1j0


No ano seguinte, ele se divorciou da Ana.
No período de divórcio, o Jorge escreveu as músicas que lançaria no disco 12 Segundos de Oscuridad. E ele diz que esse foi o disco mais amargo que ele já lançou. Mas logo depois disso, ele começou a ser visto com a cantora espanhola Leonor Watling, com quem logo se casaria. E eles tão juntos até hoje.
Mas, apesar de não revelar em público com clareza o motivo do fim do 1º casamento, o Jorge disse que nunca traiu a Ana com a Leonor: o relacionamento deles começou depois (ao contrário do que algumas revistas espanholas de fofoca comentaram na época).
Até hoje, o Jorge já lançou 10 álbuns. E ele é um dos cantores mais conhecidos na maioria dos países de Língua Espanhola. Aliás, pelo que se conta, o celular dele toca várias vezes seguidas o dia inteiro e, praticamente a cada vez, a ligação vem de um país diferente: Espanha, Uruguai, México...
Ele já teve aqui no Brasil várias vezes e fala Português sem grandes dificuldades. Mas a 1ª vez que ele fez um show aqui foi em 2004 (primeiro no Rio e depois em São Paulo).
Dos cantores brasileiros, os preferidos do Jorge são o Caetano Veloso e o João Gilberto. Mas ele também já gravou com o Arnaldo Antunes, o Paulinho Moska, a Rita Lee e outros cantores brasileiros. Alguns, inclusive, são amigos pessoais dele.
Agora, no início de Setembro, o Jorge se apresentou em São Paulo.
Ele completou 43 anos na última 6ª-feira. E sobre planos pro futuro, ele diz não pensa muito nisso. O presente interessa mais.

Oggi parleremo un po’ del cantante, compositore, musicista ed ex-otorino uruguayo Jorge Drexler.
Lui è nato in Montevideo, nel 21 Settembre del 1964. Ed i suoi genitori erano otorinolaringoiatri.
Jorge ha studiato nell’Ariel Hebreo Uruguayo.
Dopo aver lavorato come bagnino, lui ha cominciato a cantare in sinagoghe.
Alla fine degli anni 80, Jorge è laureato come otorinolaringoiatra. E ci ha lavorato per 7 anni. Ma allora ha deciso di andare avanti colla carriera di cantante e compositore.
Le sue canzoni sono una mescola di bossa nova, candombe, jazz, milonga, murga, pop e musica elettronica. E parlano basicamente di amore e pregiudizio.
Nel 1995, Jorge è andato in Spagna, insieme al suo amico Joaquín Sabina. Lui pensava di restarci solo per 1 mese, anche perché non aveva soldi nemmeno per tenersi. Ma lui vive in Spagna da quell’epoca fino adesso.
Comunque sia, lui dice che la città che ama di più nel Mondo è Montevideo.


In 1996, Jorge married singer Ana Laan, mother of his only son Pablo, born in 1998.
In 2005, Jorge won an Academy Award for composing the song
Al Otro Lado del Río, from the movie The Motorcycle Diaries. And that was the 1st time an Uruguayan won an Academy Award. But he wasn’t invited to present then!
Anyway, you guys can click on the link above to watch him singing this song.
In 2006, Jorge divorced from Ana.
During his divorcing period, he wrote the lyrics of
12 Segundos de Oscuridad. And he said this was the most unhappy album of his career. Despite of being seen with Leonor Watling at that time. And he and Leonor would get married a little later (and they are still married).
Jorge’s never said clearly why he divorced from Ana. But he says he wasn’t with her and Leonor at the same time (some Spanish magazines published gossips telling the opposite at that time).


Jorge tiene hasta hoy 10 álbumes. Y es uno de los cantantes más conocidos en la mayor parte de los paises de Lengua Española. Dicho sea de paso, se dice que su celular nunca para, teniendo llamadas venidas de diferentes paises: España, Uruguay, México...
El estuvo ya aquí en Brasil por muchas veces y habla Portugués sin grandes dificuldades. Pero la primera vez que estuvo aquí para presentarse con un show fue en 2004 (en aquella ocasión, estuvo en Rio de Janeiro y después en São Paulo).
Entre los cantantes brasileños, los favoritos de Jorge son Caetano Veloso y João Gilberto. Pero él también trabajó ya con Arnaldo Antunes, Paulinho Moska, Rita Lee y otros cantantes de Brasil. Algunos son también sus amigos personales.
En el inizio de ese més, Jorge estuvo de nuevo con un show por aquí. Esa vez, solamente en São Paulo.
El cumplió 43 años el último Viernes. Y dice que tiene más planes para el presente que para el futuro.
Até a próxima!

8 Comments:

Blogger Trintinha said...

Amigooooooooooo! blz? eu lembro bem desse dia no Oscar... Foi tão constrangedor, mas ele saiu por cima! Beijos!

2:48 AM  
Blogger Minge said...

It's such a shame that he's straight.

1:52 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Trintinha→ Acredita que eu não vi quando isso aconteceu?
Beijos!

Minge→ You're right! For sure!

3:20 AM  
Blogger Vitor said...

Nossa, você é uma fonte de sabedoria sem fim! eheheh! E sobre os atores de plata quemada, tu já falou? eu ainda não vi! >_<
Ah... e que mudança dele hein... não só da vida, mas o rosto dele mudou da primeira foto, pra daquela na premiação. Prefiroa primeira foto! abração! ;D

4:20 PM  
Blogger Mariposo-L said...

Carioca, não curto muito o estilo de musica dele, só ouvi ele quando os outros tocam ... mas que ele é um gato isso é :))

11:36 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Vítor→ A 1ª foto que eu postei dele foi tirada há poquíssimo tempo, antes dele se apresentar em São Paulo. A do Oscar é um pouquinho mais antiga.
O post sobre o Eduardo Noriega teve que ficar pro mês que vem, por problemas técnicos mesmo. Mas deve ser logo no início do mês.
Abração!

Mariposo-L→ E que gato!!!rsrsrs

3:29 AM  
Anonymous jahh said...

Me encantan sus canciones. Y la sensualidad de su voz.

Besos Leo!!!

Jahh

4:55 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Si...
El es delicioso, ¿verdad?
Besos!

2:47 AM  

Postar um comentário

<< Home