8/19/2007

O HOMEM DE PRETO

Oi!!!
Hoje a gente vai dar uma olhada em alguém que foi bem conhecido aqui no Brasil, principalmente pelas crianças e adolescentes, no final dos anos 80 e início dos 90: o ator e dublê japonês Junichi Haruta.

Ele nasceu em 17 de Março de 1955.
O Junichi começou a carreira como dublê, trabalhando em alguns seriados da Toei Company no final dos anos 70. Além das cenas de luta e ação, esses seriados geralmente têm monstros. E os monstros geralmente são interpretados por dublês, e não por atores, né? Até porque tem que saber se movimentar com a roupa de monstro e tal. Então, além das cenas de alto risco, o Junichi fez alguns monstros lá.
O 1º trabalho dele como ator foi em 1980, no seriado Hattori Hanzo: Kage No Gundan. E devido a isso, ele fez uma participação em Kage No Gundan III, em 1982. E no mesmo ano, ele teve o 1º personagem de destaque dele, o Goggle Black, de Goggle Five.
Como o Junichi tinha formação de dublê, era ele mesmo quem atuava em todas as cenas de luta e ação. Aliás, ele tinha um corpão musculoso naquela época... Ele era praticante de ginástica olímpica. Pena que eu não consegui nenhuma foto dele sem camisa, se não ia ter gente se esfolando aí!rsrsrs

Mas por falar em Goggle Five, de todos os seriados japoneses, acho que esse foi um dos mais mal feitos. Mesmo pro início dos anos 80, os efeitos especiais eram meio ruinzinhos. E os monstros que lutavam contra os heróis eram bem correspondentes a isso.
Esse seriado só seria exibido no Brasil em 1989, pela Bandeirantes. Talvez por isso tenha feito mais sucesso no Japão do que no Brasil (pro público do final dos anos 80, aquilo já parecia uma coisa muito ultrapassada pra ser exibida como uma novidade na programação, né?). Mas sejamos francos, a dublagem aqui também não ajudou muito: botaram uma trilha sonora que ficava tocando a mesma coisa durante o capítulo quase todo. Isso também desanimava um pouco de se assistir o programa, né?
Bom, mal terminaram as gravações de Goggle Five, em 1983, o Junichi teve em Dynaman, outro seriado. Mas o seriado em que ele se tornou mais conhecido no Brasil foi, sem nenhuma sombra de dúvida, Jaspion.
O personagem do Junichi se chamava Madgalant. Mas na tradução brasileira o nome do personagem foi alterado pra MacGaren (ou Magaren, não sei direito como é que botaram).
O Madgalant é considerado o vilão mais marcante (e mais charmoso) dos seriados japoneses dos anos 80. Ele era filho do Satan Goss, o vilão principal do seriado. E eles queriam dominar a Terra por considerarem ela o planeta mais adequado pra criação de um império de monstros espaciais. Mas, pra isso, queriam exterminar os humanos.
O Satan Goss era um demônio mutante nascido de energias negativas que foram expelidas do inferno. E aparentemente ele usou essas mesmas energias pra gerar o filho. No final do seriado, eles transformam o planeta numa selva habitada por vários monstros. E o Jaspion tem que se virar pra resolver o problema...
Tem os 2 últimos capítulos do seriado no YouTube, dublados em Português. Vou deixar os links aqui pra quem nunca viu ou pra quem quiser rever. Esse é pro penúltimo capítulo (quando o Jaspion destrói o Madgalant), Sou Filho de Satan Goss:

http://www.youtube.com/watch?v=K08iOiKujTw

E esse é pro último, A União dos Povos da Via Láctea:

http://www.youtube.com/watch?v=6VJZq6I4dTc&mode=related&search

Como sempre, era o Junichi mesmo quem fazia todas as cenas de luta e ação, dispensando os dublês. E dizem algumas fofocas que, a princípio, nem era ele quem ia interpretar o Madgalant, mas sim um outro ator chamado Morita Sakamoto.
Outro seriado em que o Junichi teve e foi bem conhecido no Brasil foi Jiraiya, gravado em 1988. O personagem dele dessa vez era o Kazenin Maffia, que começou como um vilão e acabou virando um herói brigão e meio insensível. E no mesmo ano, ele também fez uma participação em 1 capítulo de Cybercops.
Curiosamente, todos os personagens que o Junichi interpretou em seriados japoneses usavam sempre roupas pretas.
Depois de dar vida a vários personagens em seriados, ele passou a fazer mais filmes policiais do Cinema Japonês.
O trabalho mais recente do Junichi foi no ano passado, no filme Hachimitso To Clover.
Ele teve até hoje 15 trabalhos como ator no cinema e televisão. E em alguns, o nome dele foi creditado como Jun’Ichi Haruta.
Sobre a vida pessoal dele, basicamente nada vem a público: ele é muito discreto.

Today, let’s talk a little about the Japanese actor and stuntman Junichi Haruta.
He was born on March 17th, in 1955.
Junichi started working as a stuntman in the Toei Company’s productions. As you guys know, these productions usually have monsters. And the person who plays a monster is usually a stuntman, not an actor. So, Junichi was this or that monster too.
His 1st time as an actor was in the TV series
Hattori Hanzo: Kage No Gundan (1980). And because of that, he would be also in Kage No Gundan III
(1982).
A little later, Junichi would have his 1st more important character: Goggle Black, in
Dai Sentai Goggle Five.
He didn’t have a stuntman for him: he himself did all those scenes. By the way, he was a hot muscular hunk at that time!
Goggle Five
wasn’t one of the best tokusatsus in the 80s. Even for the early 80s, the monsters and the special effects weren’t good.
It was released in Brazil only in 1989. And with a horrible translation. So, of course it wasn’t very well accepted here.

Después de filmar
Dai Sentai Goggle Five, en 1983, Junichi estuvo en Kagaku Sentai Dynaman, otro serial. Pero el serial que lo hizo más conocido aquí en Brasil fue Kyojuu Tokusou Juspion
(1985).
Su personaje era Madgalant, el villano más notable y más atractivo de los seriales japoneses de los años 80, hijo del demonio Satan Goss.
En el serial, padre y hijo querían hacer de la Tierra un Imperio de Monstruos. Así, deseaban dar fín a todos los humanos. Y cambiaron la Tierra en una selva gigante llena de monstruos.
Satan Goss nació de las energías negativas del infierno y, se piensa, hizo su hijo nacer también así.
Uds pueden clikar en los links arriba para ver los 2 últimos episodios de
Juspion
en YouTube. Están dublados en Portugués.
Junichi hizo él mismo todas la escenas de ese serial, sin un stuntman para nada.
Se dice que el actor que daría vida a Madgalant no debería ser él, pero si Morita Sakamoto.

Il tokusatsu che ha fatto Junichi più conosciuto in Brasile è stato
Kyojuu Tokusou Juspion (1985). Ma un altro lavoro suo anche molto conosciuto qui è stato Sekai Ninja Sen Jiraiya (1988). Il suo personaggio allora era Kazenin Maffia, un tipo di cattivo che sarebbe diventato uno degli eroi. E nello stesso anno, lui sarebbe in Dennou Keisatsu Cybercop,
ma in 1 episodio solo.
I suoi personaggi nei tokusatsu, tutti quanti, usavano vestiti neri. Lui era veramente l’uomo di nero giapponese degli anni 80.
Dopo esser stato in molti tokusatsu, Junichi ha avuto alcuni film di mafia del Cinema Giapponese.
Il suo film più nuovo è stato
Hachimitso To Clover
(2006).
Junichi ha avuto fino adesso 15 lavori come attore al Cinema ed alla TV. Ed alcune volte, il suo nome può esser visto come Jun’Ichi Haruta.
Della sua vita personale non si sa di più, perché lui non ne parla molto.


Bom, até a próxima!

8 Comments:

Blogger Alexandre Lucas said...

Léo, bom saber que não se está sozinho. Acho que é uma das necessidades que nos tornam humanos, no melhor da palavra. Abraço e valeu pela visita :)

P.S.: passado com as traduções em vários idiomas hehehe. Eu me contento com o Babel Fish no meu blog...

4:09 AM  
Blogger KAIKE said...

NO...
não quero dar uma de novo...
mas isso não e muito do meu tempo
eu lembro de alguns episodio.
serie japonesa eu gosto mesmo e dos Power Ranger
e de Sobrain (nem sei se é esse o nome)
e claro
adoro desenhos japoneses.
abração leo

2:46 PM  
Blogger Kaka said...

Oi Leo!

rs... tb não estou lembrado do japa! rs

Adorei foi o Sergio Abreu, acho ele um gato! E concordo contigo sobre como estão "aparecendo" na novela. Meu cunhado mesmo faz pouco tempo que descobriu que se trata de um casal gay. Foi quando eles estavam jantando juntos na sala do ap deles! rs

É... vc tem razão que devemos nos afastar de certas pessoas...mas nem sempre é tão fácil, né?rs
Beijo!

12:16 AM  
Blogger kinho said...

OI LEO

DESCULPA O TEMPO SE PRESTIGIAR ESSE GOSTOSO BLOG É QUE A TELEMAL E A FACUL ESTÃO TIRANDO MEU TIME. MAIS SE EU NÃO VIR AKI E ABSORVER UM POKO DA TUA VASTA CULTURA GERAL EU FICO TIPO UMA "PORTA" ENTENDE???
BEIJOS
KINHO

P.S. ADOREI SUAS VISITAS VOLTE SEMPRE A CASA É SUA !!!!

P.S.S. ME RECORDO VAGAMENTE DESSES SERIADOS EU ERA ABABACADO PRA VER ESSAS COISAS "TRASH" AHAHAHA

3:19 AM  
Anonymous Lover said...

Não conhecia... aliás sou sempre muito distraido quanto a essas coisas... lololol...
Espero que esteja tudo bem com vc... tenho andado longe dos blogs por isso não tenho passado por aqui, mas prometo voltar agora mais vezes... ok, migo? Abraço grande e forte para vc... te breve!

10:27 AM  
Anonymous Leo Carioca said...

Alexandre Lucas→ É. Com certeza você tem aqui um companheiro de insônia.rs
Abraço.

Kaíke→ Sabe que eu nunca vi Solbrain?!
Abração.

Kaká→ Eu entendo, mas isso a gente vai conseguindo aos poucos, né?
Beijo.

Kinho→ Ah, eu também!rsrs
Beijos.

Lover→ Espero que teja tudo bem com você também.
A gente se fala.
Grande abraço.

10:45 AM  
Blogger Mariposo-L said...

IIII, acho que quando passou isso eu já não estava estava mais na fase dos seriados japoneses... estou ficando velho

12:23 AM  
Blogger Leo Carioca said...

Jaspion e Changeman eu ainda cheguei a pegar.

4:08 AM  

Postar um comentário

<< Home