7/18/2007

LÁ VEM O DIA DO AMIGO

Oi!!!

Bom, 20 de Julho é o Dia do Amigo. Então, já que esse dia tá chegando aí, vou fazer um post hoje sobre esse sentimento tão importante que une as pessoas.

Uma amizade é uma relação importante. Entre outras coisas porque é um dos poucos tipos de relação que é a própria pessoa quem escolhe. Quase todos os outros tipos de relação não é a pessoa quem escolhe, né? A pessoa não escolhe quem vão ser os pais dela, não escolhe quem vão ser os filhos dela (a não ser que ela adote), não escolhe quem vão ser os irmãos dela, não escolhe quem vão ser os vizinhos dela (pelo menos, na grande maioria das vezes), não escolhe quem vão ser os colegas de trabalho dela (também na grande maioria das vezes)... Se ela gosta dessas pessoas ou não, aí já é outra história. Não é isso que eu tô discutindo aqui. Tô apenas lembrando que não é ela quem escolhe ter essas pessoas na vida dela.
Mas enfim: quase todas as outras relações que nós temos na vida são simplesmente impostas. Elas não são escolhidas por nós... Mas as amizades são! Não é você que escolhe nada disso que eu mencionei acima, mas é você que escolhe quem vão ser os seus amigos.
Outra coisa importante de se lembrar é que nos outros tipos de relação quase sempre vai existir algum tipo de hierarquia: uma pessoa vai ficar (ou tentar ficar) acima da outra, numa relação de superior e inferior. Numa amizade não tem como existir isso porque a amizade é uma relação entre 2 semelhantes, e não entre um superior e um inferior.
Tem gente que diz que a maior barreira pra existência de uma amizade é a diferença de idade. Que fica muito difícil uma pessoa ter uma amizade verdadeira com uma pessoa bem mais velha ou bem mais jovem do que ela. E a explicação seria que as 2 pessoas não vão se tratar de igual pra igual exatamente por causa da diferença de idade... Olhem, pelo que eu posso perceber, não é bem assim. É uma situação até parecida com essa, mas não é bem assim.
É muito difícil você fazer uma amizade verdadeira com uma pessoa que tem filhos da mesma idade que você. Ou próximo da sua idade, até uns 4 ou 5 anos mais velho do que você. Porque ESSA pessoa não vai tratar você de igual pra igual. Ela sempre vai olhar pra você de cima pra baixo, como se ela fosse um ser de sabedoria infinita e como se você fosse uma coisa que ainda tá aprendendo a ser gente. Ela não desce do pedestal dela pra se colocar no mesmo nível que você e tratar você de igual pra igual.
Isso acontece porque, de forma direta ou indireta, ela compara você ao filho dela, já que vocês têm a mesma idade (ou quase). E aí ela acha que pode fazer as mesmas cobranças a você que faz ao filho dela, que ela pode falar com você da mesma forma que fala com o filho dela... Enfim, que ela pode tratar você da mesma forma que trata o filho dela. E não pode, né? Você não é filho dela!
Além disso, essa pessoa tem quase sempre aquele impulso de usar você pra se redimir das falhas e dos fracassos que ela cometeu com o filho dela. Tem quase sempre aquela idéia de que, já que ela não conseguiu convencer o filho dela a fazer isso, aquilo e aquilo outro, então ela tenta obrigar você a fazer isso, aquilo e aquilo outro.
Mas enfim: dá pra ter uma relação de igual pra igual com uma criatura assim? É claro que não. E se não dá pra ter uma relação de igual pra igual, não dá pra ter uma amizade verdadeira.
A única coisa que dá pra ter com essa pessoa é uma relação de paternidade mal resolvida ou de maternidade mal resolvida. E tem gente que até procura por isso, né? Vocês sabem que tem gente que adora colecionar pais extras e mães extras pela vida a fora. Bom, pra quem gosta disso, não tenho nada contra. Só que isso não é amizade.
Já sei que alguém vai dizer:

“Ah! Mas o fulano e a beltrana têm filhos da minha idade e não me tratam assim!”

Pois é! O fulano e a beltrana tão entre as exceções. Porque é claro que existem exceções. Mas a regra geral é o que eu descrevi aqui. E isso é independente da idade que você tem! Se você já tem 60 anos e conhece uma pessoa de 80, e essa pessoa de 80 tem um filho de 60 (ou próximo de 60), ela vai tratar você da mesmíssima forma que eu descrevi acima.
Pra quem pensa que eu tô dizendo tudo isso aqui sem conhecimento de causa, eu quero dizer que eu não vi isso acontecer 2 ou 3 vezes, mas sim dezenas de vezes e com pessoas diferentes.
É muito mais fácil você fazer amizade com pessoas que são muito mais velhas do que você e que não têm filhos. Ou então que têm filhos de outras faixas etárias mais distantes da sua.
Por outro lado, se você encontrou uma pessoa que oferece a você uma amizade verdadeira, e você consegue oferecer o mesmo a ela (mas amizade verdadeira, e não relações neuróticas como a que eu descrevi acima), segure essa amizade perto de você. Desde que você e essa pessoa façam cada um a sua parte, insista e não desista nunca dessa amizade. Um dia você vai ver como foi importante tanto pra você quanto pra essa pessoa manter essa amizade.

Sabemos que 20 de Julio (el próximo Viernes) es el Día del Amigo, ¿verdad? Así, hablaré un poco hoy de la amistad.
Es una relación importante, entre otras cosas porque es un de los únicos tipos de relación en que la propia persona escoge junto a quién estará. En cási todos los otros tipos de relación no es así. No es la propia persona quien elige sus padres, sus hijos o sus hermanos. Y en la mayor parte de las veces tampoco elige sus compañeros de trabajo o sus vecinos. No es la propia persona que quiere o no quiere esas otras personas en su vida. Ellas simplemente están allá. Son relaciones impuestas. Pero las amistades no lo son: es la propia persona quién elige sus verdaderos amigos.
También es importante recordar que cási todos los otros tipos de relación tienen algun tipo de jerarquía: una de las personas es superior a la outra, o hace lo posible para serlo. Y eso no puede haber en una amistad, porqué una amistad es una relación entre personas iguales. Si no es así, no es una amistad verdadera.

Some people say it’s almost impossible to be a friend of a person who’s much older or much younger than you. It’s because both won’t see each other with the same dignity due to their different ages... Well, I can see almost this situation. But not really this situation.
We really can see it’s very difficult to be a friend of a person who has a child of your generation. A child with the same age of yours of at most 4 or 5 years older than you. The parent of this child will never see you as a human being like him, but as an inferior creature who’s trying to be a person. He’ll talk to you like a god talking to a mortal.
It happens because this person’ll always compare you to his child. And he’ll think it’s his right speaking to you as he speaks to his child or treating you as he treats his child. And he MAY NOT. You ARE NOT his child.
By the way, this pernson often has the tendency to use you to redeem himself from the mistakes he did to his child. For example, if he hasn’t been able to convince his child to do something, he’ll try to obliged you to do the same thing.
Of course there are exceptions. But in most of the cases, it’s like that.


Sapiamo che non è possibile avere una relazione di amicizia con una persona che si vede come superiore a te, perché un’amicizia vera è una relazione fra persone uguali.
Per questo, di solito non è possibile avere un’amicizia vera con una persona che ha un figlio della tua stessa età (è quasi certo che si vedrà come superiore a te). Con questa persona tu puoi avere una relazione un po’ pazza di paternità o maternità. E c’è anche chi cerca questo tipo di relazione. Ma questo non è un’amicizia.
E niente cambia se tu sei una persona più giovane o più vecchia: se tu hai 60 anni e conosci qualche persona con 80 che ha un figlio anche con 60, questa persona anche si vedrà come superiore a te e ti vedrà come un bambino stupido.
Io ho già visto questa situazione per molte e molte volte e con persone diverse.
Lo so che qualcuno dirà:

“Lui (o lei) ha un figlio della mia età e non si vede come superiore a me.”

Chiaramente ci sono delle eccezioni. Ma la parte più grande delle volte ancora si vede quello che ho detto sopra, vero?
È più facile essere amico d’una persona molto più vecchia ma che non ha figli o che ha figli di altre età.
Per altro, se tu hai già trovato una persona che ti dà l’amicizia vera e tu gli dà lo stesso, c’è bisogno di prendere questa persona insieme a te. Per sempre, se questo sarà possibile. Un giorno tu vedrai come è stato importante farlo.


Até a próxima!

7 Comments:

Blogger Luiz Pep said...

Gostei muito do post do imperador romano. Eu já tinha ouvido falar que Pedro Cardoso é um cara muito legal, se a gente prestar atenção em entrevistas dele da pra perceber isso. Sobre amizade, basta olha o meu último post "amigos" :) Bjão!

5:45 AM  
Blogger hotspot_fortaleza said...

Oiii, adorei o post sobre o Dia do Amigo ........ beijos ...


HOTSPOT FORTALEZA
http://hotspotfortaleza.blogspot.com/

11:04 AM  
Anonymous Leo Carioca said...

Luiz Pep→ Eu diria que o Pedro é uma pessoa comum, né?
Beijão!

Hotspot_fortaleza→ Valeu!
Beijos!

4:32 AM  
Blogger HAIRYBEARS said...

CLARO QUE TIVE QUE PASSAR

POR AQUI P/ DESEJAR ...

- FELIZ DIA DO AMIGO !!!

BEIJOS

http://hairybears.blogspot.com/

1:19 PM  
Anonymous Leo Carioca said...

Ah, obrigado.
Pra você também!

12:05 AM  
Blogger RIC said...

Obrigado Leo! Foi muito agradável receber a tua belíssima mensagem! Fiquei muito sensibilizado!
(Só agora me foi possível dar notícias por causa de afazeres de última hora.)
Espero e desejo que tenhas passado um excelente Dia do Amigo!

Mais umas línguas:

Freundschaft (alemão)
Vriendschap (holandês)
Amitié (francês)
Ystävyys (finlandês)
Vänskap (sueco)

Abração! :-)

12:13 PM  
Anonymous Leo Carioca said...

Espero que você também tenha tido um ótimo Dia do Amigo.
rs Tava com medo de você não ter recebido a mensagem. Mas tudo bem.
Abração!

1:30 AM  

Postar um comentário

<< Home