7/09/2007

AH, O FUTURO...

Oi!!!

Tô encerrando hoje a série sobre o litoral carioca, tá? O último post tá abaixo desse aqui.Bom, hoje vamos dar uma olhada num dos atores considerados mais bonitos do Brasil e também um dos principais símbolos sexuais dos gays brasileiros, o Victor Wagner.

Ele nasceu no Rio Grande do Sul, em 30 de Junho de 1959.
O Victor era o mais velho de 3 irmãos. E a família dele era muito pobre.
O pai, que tinha problemas alcoólicos, foi embora de casa quando ele tinha 5 anos e perdeu contato quase completamente com a família a partir daí.
Depois de passar por algumas necessidades, a mãe do Victor se casou de novo, tendo mais 1 filho.
Apesar de gostar do padrasto, o Victor teve certas dificuldades de convivência com ele, por ver ele como alguém que tava tomando o lugar do pai ou alguma coisa assim. Mas hoje ele acha que, se fosse um pouquinho mais velho quando a mãe se casou de novo, teria sido diferente.
No início da adolescência, ele já começou a pensar em ser ator. Mas, devido às condições financeiras da família, todos viam isso mais como um sonho dele. Mesmo assim, ele decidiu que faria todo o possível pra conseguir...
Quando o Victor tinha 17 anos, o pai tentou uma reaproximação, mas aí já não dava mais, né? Ele morreria alguns anos depois disso, sem nunca ter tido uma boa relação com os filhos.
Bom, até os 20 anos, o Victor era virgem. Foi só com essa idade que ele teve a 1ª relação, numa reconciliação com a namorada depois de uma briga. E ele não tem problema em fazer uma revelação meio bombástica: ele broxou no meio da relação! A penetração começou direitinho, mas não chegou a completar.
A namorada não se incomodou nem um pouco com isso e, alguns dias depois, eles se encontraram e teve a 2ª vez dele, que ele considera uma das melhores da vida dele.
Pensando em conseguir uma vida melhor, o Victor se mudou pra São Paulo, onde fez um curso técnico de fisioterapia.
Tentando se enturmar no teatro, ele fez algumas peças infantis no início dos anos 90. E em 1991, ele conseguiu fazer uma ponta no filme francês L’Opération Corned-Beef, dirigido pelo Jean-Marie Poiré.
Em 1992, o Victor conheceu o diretor teatral Djalma Monte Batista, que convidou ele pra fazer um personagem na peça Calígula.
Em 1994, o Victor teve uma filha, chamada Bárbara, com uma namorada.
Logo depois, quando o Djalma começou a gravar Bocage-O Triunfo do Amor, ele convidou o Victor pra participar do filme, que só seria lançado mesmo em 1997.
Antes disso, o 1º trabalho de destaque dele foi em 1995, na novela Tocaia Grande, da extinta Rede Manchete (ele foi descoberto pelos produtores da novela no set de filmagem de Bocage).
O Victor admite que o personagem, que era cego, foi bem difícil de fazer prum ator iniciante na televisão.
Como a Manchete ficava aqui no Rio, ele teve que se mudar pra cá. Aliás, ele ficaria nessa emissora até a falência dela, em 1998. E sempre emendando uma novela na outra.
Com o fim de Tocaia Grande, o Victor entrou na novela seguinte, Xica da Silva, interpretando o contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira (até hoje, o personagem principal da carreira dele).
Ele apareceu nu algumas vezes nessas 2 novelas. Mas nunca com nudez frontal. De qualquer forma, a bunda dele foi uma das bundas masculinas mais famosas da televisão brasileira no final dos anos 90.rs


Mas as cenas de nudez dessas novelas eram assumidamente usadas só pra chamar a atenção do público e ganhar audiência. A própria direção das novelas assumia isso.
O Victor conta que não tinha vergonha de ficar pelado na frente da equipe da novela. Mas morria de vergonha quando percebia que 2 ou 3 pessoas da equipe que tinham visto ele pelado ficavam cochichando alguma coisa entre elas depois.
Ele acha que, talvez por isso, ele nunca tenha ficado excitado de verdade em nenhuma dessas cenas, por mais provocantes que fossem.
Nessa época, é claro, o Victor recebeu propostas da G Magazine pra posar nu. Mas ele decidiu não aceitar... Naquela época, revista de homem pelado ainda era uma coisa muito recente no Brasil. Esse assunto tava no comecinho por aqui. Pouquíssimos, realmente, aceitariam.
Com o fim de Xica da Silva, que saiu de cena sob aplausos, em 1997, o Victor protagonizou a novela seguinte: Mandacaru. Mas essa novela, apesar de não ter se saído tão mal, não repetiu o sucesso de Xica da Silva.
Em 1998, nos seus últimos suspiros, a Manchete lançou a novela Brida, como sucessora de Mandacaru, e da qual o Victor também participou. Só que a emissora nem tinha mais condições de manter outra novela. E Brida foi tirada do ar de um dia pro outro sem nem terminar de ser gravada!
Pouco depois, a Manchete faliu e saiu do ar pra sempre.
No SBT, o Victor participou das novelas Pícara Sonhadora (2001) e Cristal (2006).
Além desses trabalhos de mais destaque ele fez vários outros na televisão e no cinema. Ao todo, foram 29, até hoje.
Em Março de 1999, quando tava pra fazer 40 anos, o Victor posou nu pra G Magazine pela 1ª vez.


A mãe dele achou meio estranho, mas também não se colocou contra.
E em Setembro de 2005, quando a G Magazine tava fazendo 8 anos, o Victor posou nu de novo, nessa edição de aniversário. Dessa vez, já com alguns cabelos brancos, mas com o corpo de 1, 78 m impressionantemente ainda tão em forma quanto antes!
Ele assume que, numa certa época da vida, ele era super vaidoso, malhava sem parar, se achava lindíssimo e tal. Mas hoje ele se acha apenas bonito e faz exercícios só o suficiente pra manter a forma. De qualquer jeito, se no futuro precisar de uma plástica ou alguma coisa assim, ele admite que vai fazer.
O Victor diz que nunca teve nenhuma experiência sexual com homens até hoje, mas não fala nada sobre o futuro.
Hum! Interessante, né? Aliás, vão aí umas dicas pros fãs dele: ele diz que prefere conquistar do que ser conquistado, que só dorme pelado quando tá calor, que a posição sexual preferida dele é de 4 e que ele adora quando as pessoas dão asas à imaginação quando pensam nele!

Oggi parleremo un po’ di uno degli attori più belli di Brasile, e che anche è visto come uno dei simboli sessuali principali dei gay brasiliani: Victor Wagner.
Lui è nato in Rio Grande do Sul, nel 30 Settembre del 1959.
Victor era il più vecchio di 3 fratelli in una famiglia molto povera.
Suo padre aveva dei problemi alcolici ed ha lasciato la famiglia quando Victor aveva 5 anni.
Dopo esser rimasta senza soldi, sua madre è sposata di nuovo ed ha avuto un altro figlio.
Victor voleva bene suo patrigno. Ma ha avuto dei problemi con lui in quell’epoca, perché non era riuscito a vederlo come un nuovo padre.
Quando era adolescente, Victor ha cominciato a pensare ad esser attore. Ma la famiglia vedeva questo come qualcosa impossibile.
Quando lui aveva 17 anni, suo padre ha fatto il possibile per tornare insieme ai figli. Ma era già troppo tardi...
Victor era vergine fino ai suoi 20 anni. E lui dice senza problemi che ha perduto l’erezione mentre aveva la prima relazione sessuale.
La sua ragazza non è stata arrabbiata con niente e, dopo alcuni giorni, loro hanno avuto la loro seconda relazione, che è stata, secondo Victor, una delle migliori della sua vita.
Dopo questo, lui è andato a vivere a São Paulo, per avere un corso di fisioterapia.
Allo stesso tempo, Victor è riuscito a cominciare la sua carriera d’attore teatrale. E nel 1991, lui è stato nel film francese
L’Opération Corned-Beef, di Jean-Marie Poiré.

In 1992, Victor met the theater director Djalma Monte Batista, who invited him to his new play,
Caligula.
Victor’d become a father 2 years later, when his daughter Bárbara was born.
After that, Djalma invited him to his new movie:
Bocage-O Triunfo do Amor (it would be released only in 1997).
Victor’s 1st time as a TV actor was in the soap
Tocaia Grande (1995), at Manchete TV station.
Of course, he had to movie from São Paulo to Rio de Janeiro, because Manchete was in Rio. And he would be in all the next soaps of that TV station to its end, in 1998.
In 1996, Victor was in
Xica da Silva, as the main male character.
He could be seen naked in some scenes of these both soaps. And his butt was very famous at that time.rs
Even the Manchete’s directors admited there was too much male and female nudity in these soaps only to have a large audience.
Victor didn’t have any problem to get naked with the soap crew looking at him. But sometimes he was ashamed when somebody of the crew started telling gossips about his nudity.
At that time, he was invited by
G Magazine to pose naked. But he didn’t accept then... Some years later, he would (as you guys can see above rs). But at that time, male frontal nudity magazines were in their very biginning in Brazil. Very few Brazilian famous men would think about that then. But nowadays it’s almost the opposite!rs

Victor tuvo su mayor personaje en la telenovela
Xica da Silva, de la estación TV Manchete, que acabó en 1997.
Después de eso, él estuvo en la telenovela
Mandacaru, también de la Manchete, que fue la sucesora de Xica da Silva. La sucesora de Mandacaru fue Brida, en 1998, donde Victor también estuvo.
Pero la Manchete tuvo su bancarrota poco tiempo después, y
Brida acabó sin terminar de ser filmada.
En la estación TV SBT, Victor estuvo en las telenovelas
Pícara Sonhadora, de 2001, y Cristal, de 2006.
El tuvo muchos otros trabajos en la televisión y en el cine como actor. En verdad, fueron 29 trabajos hasta hoy.
Todavía en Marzo de 1999, cási con sus 40 años, Victor estuvo desnudo por la primera vez en la
G Magazine, con su bello cuerpo de 1, 78 m.
En Septiembre de 2005, él estuvo de nuevo desnudo en la edición de 8 años de la
G Magazine.
Victor dice que, cuando era más jóven, era muy vanidoso, se ejercitaba siempre y se veía como un hombre muy, muy, muy hermoso. Hoy, él se ve como un hombre apenas bonito. Pero admite que, se será necesaria una cirugía plástica en el futuro, él la hará sin problemas.
Victor también dice que nunca tuvo relaciones con hombres hasta hoy. Pero afirma que todo es posible en el futuro.
Para quien está interesado, él dice que prefiere conquistar a ser conquistado, duerme desnudo cuando siente calor, le gusta agarrar la persona por detrás para el sexo y ama cuando imaginan cosas diferentes sobre él.

9 Comments:

Blogger RIC said...

... Com efeito, nada lhe falta para se ter tornado um símbolo sexual dos gays brasileiros! Bem pelo contrário!... Rsrs!
Abração! :-)

2:23 PM  
Blogger BlueBob said...

Quarentão delicioso esse!!! Viva os quarentões!!

Bjs

12:49 AM  
Anonymous Leo Carioca said...

Ric→ Ah, com certeza!rs
Abração!

Bluebob→ Viva mesmo! Até porque, daqui a 8 anos, eu vou virar um deles!rsrsrs
Beijos!

3:03 AM  
Blogger Vitor said...

Bem... pra mim ele é uma das melhors G´s que já lançaram! E a primeira versão é bem melhor que a segunda! ;D
Abraços!

7:39 PM  
Anonymous Leo Carioca said...

Sabe que eu também gostei mais da 1ª?!rs
Abraços!

2:00 AM  
Blogger Mariposo-L said...

Sabe que a 1 vez que vi ele foi na novela Xica da Silva, porem se retransmitida pelo SBT, e depois no segundo ensaio da G Mag. gostei dele como ator e muito mais dos ensaios na G .

10:42 PM  
Blogger Leo Carioca said...

Bom, não podemos negar que ele tem coisas boas pra mostrar na G, né?rsrs

3:24 AM  
Blogger carioca20 said...

Esse aí é super gostosão!!! hauahuahua

Sempre o achei péssimo como ator, mas beleza, corpo e pinto ele tem!!

Abs

2:03 AM  
Anonymous Leo Carioca said...

´´Pinto``?!?!?!
Eu chamaria de ´´caralho``!rsrsrs
Abraços!

3:31 AM  

Postar um comentário

<< Home