3/25/2007

UMA VOZ INESQUECÍVEL

Olá!!!

Bom início de semana pra todo mundo!
Gente, só queria lembrar pra vocês darem uma olhada no post aí embaixo desse. É que o Airton tá no paredão do BBB, como vocês já sabem. Então, vamos cair em cima e botar mais um homofóbico pra fora da casa.
Bom, hoje vamos lembrar aqui de alguém que nos deixou há 10 anos, vítima de complicações causadas pela AIDS. Provavelmente a maioria de vocês nunca viram ele. Mas com certeza a maioria de vocês já ouviram a voz dele por várias e várias vezes. Tô falando do radialista, ator de teatro e dublador brasileiro André Filho.

Ele nasceu aqui no Rio, em 21 de Dezembro de 1946.
Com 16 anos, o André começou a carreira de radialista, já como locutor.
Depois de iniciar a carreira de ator de teatro, ele começou a se dedicar à dublagem, que seria a carreira principal dele daí pra frente: centenas de filmes, desenhos e séries que chegaram ao Brasil dos anos 70 aos anos 90 receberam a voz dele na versão brasileira.
O André foi um dos dubladores mais versáteis, que dava o tom certo à voz do personagem dependendo da cena, indo do tímido ao confiante.
Também era ele mesmo quem cantava sempre que se dublava uma música cantada pelo personagem. E olhem que isso é uma super exceção (quase sempre, quando é feita a dublagem de uma música num filme ou num desenho, o dublador que canta não é o mesmo que fala o resto do texto do personagem). A música mais famosa cantada pelo André num desenho talvez tenha sido a versão brasileira de Under The Sea, em A Pequena Sereia.
Foi o André quem dublou o Christopher Reeve em todos os filmes em que ele interpretou o Super Homem. E também foi ele quem dublou o Sylvester Stallone em quase todos os primeiros filmes dele. Inclusive, em todos os filmes do Rambo e do Rocky.
Bom, nessa foto aí em cima, vocês podem ver vários personagens a quem ele deu voz aqui no Brasil.
Na televisão, o André trabalhou no programa Nas Ondas do Rádio, na extinta Rede Manchete.
Sobre a vida pessoal do André, muito pouco se sabia, porque ele era muito discreto ao falar sobre isso em público, apesar de ser muito alegre e adorar dar festas pros amigos na casa dele.
Curiosamente, é muito difícil encontrar fotos dele aí pela rede.
Existiam boatos de que ele era bissexual e que tinha uma vida sexual bem acelerada. Mas, pra dizer a verdade, são só boatos, sem nenhuma prova propriamente dita.
O André era extremamente voltado pra cultura musical e tinha uma super coleção particular de discos de vinil (naquela época, não existia CD em muita quantidade, né?). Mas o ídolo principal dele era a Clara Nunes.
O André costumava ser visto todos os domingos jogando futebol no pátio do hoje desativado Colégio Sagrado Coração de Jesus, aqui no Rio.
Não se sabe bem como ele foi contaminado pelo HIV. Tem quem diz que foi por contato sexual, já que ele parecia levar uma vida bem ‘animada’. Mas também tem quem diz que foi por uma transfusão de sangue.
O André morreu em 14 de Março de 1997, 3 meses depois de fazer 50 anos. Uma das vozes mais características de muitos e muitos filmes, desenhos e seriados exibidos no Brasil dos anos 90 pra trás se calou pra sempre. Mas vai ficar na lembrança de muitos de nós, que fomos crianças e/ou adolescentes naquela época.
Vocês podem ver uma coletânea de quase todos os trabalhos que ele fez como dublador no You Tube clicando
aqui.

André Filho nació en Rio de Janeiro, en 21 de Diciembre de 1946.
Cuando tenía 16 años, él comenzó su carrera como locutor de radio.
Después de haber comenzado a trabajar como actor teatral, él comenzó su carrera como actor vocal, que sería su principal trabajo para siempre: centenas de películas, seriales y dibujos animados tendrían su voz en Brasil desde los años 70 hasta los 90.
André fue uno de los mejores actores vocales de Brasil.
Era siempre él quien cantaba cuando había una canción dublada (la versión brasileña de
Under The Sea, en La Sirenita, fue cantada por él).

André voiced the Great Christopher Reeve in all his Superman movies in Brazil. And also Sylvester Stallone in all his Rambo and Rocky movies.
Anyway, you guys can see above many other characters who had his voice in the Brazilian version of their shows.
André also worked at TV Show
Nas Ondas do Rádio.
Very little is known about his private life. Even because he rarely spoke about that.
André used to give many partys to his friends in his home. And some people say he was bisexual and he had a very agitated sexual life. But to be honest it’s some kind of very difficult to confirm gossips.

André aveva una cultura musicale molto forte ed era un gran fan di Clara Nunes.
Di solito, lui giocava il calcio tutte le domeniche.
Non si sa chiaramente se lui ha avuto AIDS dovuto ad un contatto sessuale od ad una trasfusione di sangue. Comunque sia, André è morto nel 14 di Marzo del 1997, 3 mesi dopo il suo compleanno di 50 anni.
La sua voce, data a tanti personaggi dei film, serie e cartoni animati è taciuta per sempre. Ma sarà anche rimasta per sempre nel cuore di molti brasiliani che sono stati bambini e ragazzi negli anni 70, 80 e 90.

5 Comments:

Blogger Apenas Alguém said...

Olá Carioca
td bem?
pois é rapaz, o phoda q eu nem posso mais excluir meu blog
com a conta desativada não tenho mais como entrar
ninguém merece
te mais
Abraços
fuizz

2:01 PM  
Anonymous carioca said...

Bom, também acho que nem adianta excluir, né? Se o blog tá há esse tempo no ar, acho que o pessoal já viu o que tinha pra ver lá.
Mas não esquenta com isso, não.
Abraço!

3:23 AM  
Blogger Mariposo-L said...

Olhei para a foto dele e me lembrei do Super Homen, nunca iria imaginar uma coisa destas ....

4:37 PM  
Blogger Bofiscândalo said...

ola como vai? Cara, qdo desenhos e filmes eu vi e não sabia de nada, qto mais a gente aprende mais sabe que tem o que aprender..abção até mais

12:53 AM  
Anonymous carioca said...

Mariposo-L→ A morte dele foi muito pouco divulgada. Pra dizer a verdade, eu só soube no mês passado!

Bofiscândalo→ Eu acho que todos nós já vimos desenhos e filmes dublados por ele, né?
Abração!

4:11 AM  

Postar um comentário

<< Home